Arquivo X–S08E14

Anúncios

Arquivo X (S03E11)

Arquivo X S03E11

 

Pe: Veio se confessar?
Scully: Não. Tem um homem com quem trabalho, um amigo, normalmente eu posso discutir essas coisas com ele. Mas não isto. Padre, acredita em milagres?
Pe: É claro. Eu os vejo todos os dias. O sol nascente, o nascimento de uma criança…
Scully: Não, eu me refiro a fatos que desafiam explicação. Coisas que… que me ajudaram a salvar um garotinho. Mas agora eu me pergunto se as vi mesmo, se não as imaginei.

Pe: E por que duvida de si mesma?
Scully: Porque o meu parceiro não as viu. Ele não acreditou nelas. E, normalmente, ele acredita sem questionamento.
Pe: Talvez não devessem ser vistas por ele. E sim só por você.
Scully: lsso é possível?
Pe: Com o Senhor, tudo é possível. Talvez você tenha visto essas coisas porque precisava.

Scully: Para achar meu caminho de volta?
Pe: Às vezes, precisamos completar o círculo para achar a verdade. Por que isso a surpreende?
Scully: Apenas me dá medo.
Pe: Medo?
Scully: Medo de que Deus esteja falando, e ninguém esteja escutando.

Arquivo X S02E19

 

Arquivo X S02E19

Scully: Às 4:30 da manhã de 12 de março, o Agente Mulder perdeu os sentidos. Não há mais nada que possa fazer por ele. Ou por mim mesma. As provisões acabaram. Nenhuma comida ou bebida por mais de 24 h. O casco externo provavelmente inundou-se, e o casco interno agora suporta o navio. Entre os pertences de Halvorsen, achei um livro infantil de lendas nórdicas. Pelo que entendi, as gravuras mostram o fim do mundo. Não como ensina a Bíblia, numa súbita tempestade do fogo da maldição, mas lentamente coberto por uma manta de neve. Primeiro a lua e as estrelas se perderão numa neblina densa e branca. Depois os rios e os lagos se congelarão. E finalmente, um lobo chamado Skoll abrirá a boca e comerá o sol, levando o mundo a uma noite eterna. Acho que ouço o lobo à porta.

Arquivo X – S01E03 Conduit

SCENE 16
(A tape is taken out of a tape recorder and turned over and put back in and play pressed. Scully is alone in a room, voices are heard from the tape recorder)

DR. HEITZ WERBER: But your eyes are open?

(Scully is going through the X-File on Mulder’s sister)

MULDER: Yeah, they’re open but it’s like, nothing’s happening.

DR. HEITZ WERBER: Try turning your head.

MULDER: I can’t.

DR. HEITZ WERBER: Why not?

MULDER: I don’t know. I can’t move, so I don’t…(We see a close-up of the tape being played, on it it says: F. Mulder hypnotic regression tape session number 2B: June 16) I just lie there in bed.

DR. HEITZ WERBER: Can you see your sister?

MULDER: No, but I can hear her.

DR. HEITZ WERBER: What is she saying?

(Scully lifts up a picture and looks at it)

MULDER: She’s calling out my name, over and over again. (We see the picture is one of Mulder and his sister when they were kids. We see it is Mulder who is now holding the picture) She’s crying out for help but I can’t help her. I can’t move. (We see that Mulder is sitting inside a church)

DR. HEITZ WERBER: Are you scared?

(Mulder starts crying)

MULDER: I know I should be but I’m not.

DR. HEITZ WERBER: Do you know why?

MULDER: Because of the voice.

DR. HEITZ WERBER: The voice?

MULDER: The voice in my head.

(Mulder keeps down on his knees and begins to pray)

DR. HEITZ WERBER: What’s it telling you?

(The camera zooms away from Mulder as he prays)

MULDER: Not to be afraid. It’s telling me no harm will come to her, and that one day she’ll return.

DR. HEITZ WERBER: Do you believe the voice?

(The scene fades to black)

MULDER: I want to believe.

[THE END]