JotaPêAh!

Sete maneiras de identificar uma mentira no trabalho

Fonte: http://info.abril.com.br/noticias/carreira/7-maneiras-de-identificar-uma-mentira-no-trabalho-14052012-14.shl

Tensão, ansiedade e nervosismo. O discurso pode até ter sido bem preparado, mas, na hora da mentira, fica difícil esconder os sinais que seu corpo passa quando está em uma situação de estresse. “A mentira é algo muito mais verbal que gestual”, explica o especialista Ronaldo Cavalli, que ministra cursos sobre linguagem corporal.

Para Cavalli, qualquer um pode treinar o olhar a ficar atento a esses sinais. Entretanto, é importante notar o contexto da situação. “Não há uma regra específica, temos de tomar cuidado com exceções”, alerta.

Confira abaixo sete sinais que podem significar que um colega de trabalho está mentindo, de acordo com o especialista:

Repare no movimento dos olhos

Quando uma pessoa discorda de você ou se lembra de algo ruim, ela tende a olhar para baixo. Quando busca uma lembrança, olha para cima e para a esquerda. Se cria imagens, o olhar vai para o alto e a esquerda. Neste último caso, ela pode estar criando uma mentira.

Outro sinal que os olhos podem oferecer é a quantidade de vezes que a pessoa pisca. Quando mente ou se sente acuada, as pessoas tendem a piscar mais.

Tempo de resposta

Ao mentir, a pessoa apresenta um tempo de resposta diferente do comum. Se a mentira é ensaiada, por exemplo, o mentiroso responde com muita velocidade. Se ele for pego de surpresa, o cérebro primeiro pensa na verdade para depois construir a história alternativa – nestes casos, ele demora mais a responder.

Assimetrias no corpo

Mentir é criar um conflito no seu cérebro. As lembranças são de um jeito e você quer expressar memórias que na realidade não existem. Na hora de contar uma versão distorcida dos fatos, o conflito interno acaba sendo exposto por uma assimetria no corpo. Um mentiroso pode, por exemplo, subir um ombro só, ou demonstrar tiques apenas do lado direito do corpo.

Além de contar histórias mais simples, o mentiroso necessita reforçar os fatos. Por exemplo, em vez de falar “te liguei ontem e você não atendeu”, ele insiste: “te liguei três vezes ontem”. Ou vai mais além e fala que ligou três vezes e ainda tentou passar na casa da pessoa.

Dificuldade cronológica

Uma história inventada teve de ser decorada pelo mentiroso. Neste caso, se ele fala sobre uma sucessão de eventos, terá dificuldade em se lembrar de alguma “lembrança” fora da ordem cronológica que determinou, mesmo porque a memória não existe de fato.

Por exemplo, alguém diz que não foi ao trabalho porque ficou doente e teve de passar na farmácia, depois no hospital, depois ainda buscou o filho no colégio e, por fim, passou no banco antes de ir para casa. Uma simples pergunta como “onde você foi depois do hospital, mesmo?” pode desestruturar toda a mentira.

Saliva

O estresse gerado pelo ato de mentir também altera a produção de saliva de uma pessoa. Como resultado, o mentiroso pode sentir muita sede ou ficar engolindo saliva com maior frequência.

Mão no rosto

Um dos sinais mais claros de desconforto está em tiques corporais. Uma pessoa, quando está mentindo, sente a necessidade inconsciente de esconder parte do rosto. Assim, fique atento em seu interlocutor, caso ele comece a tocar no nariz, orelha, boca ou olhos, pode ser um sinal de que ele está mentindo.

Anúncios
Deixe um comentário »

Regra dos três segundos para comida no chão pode ser válida

Fonte: http://info.abril.com.br/noticias/ciencia/regra-dos-tres-segundos-para-comida-no-chao-pode-ser-valida-17052012-2.shl

Alimentos que ficam caídos no chão por três segundos podem ser ingeridos. É o que diz uma pesquisa feita por cientistas da Universidade Metropolitana de Manchester (MMU).

Para chegar à conclusão de que a regra dos três segundo é válida, os pesquisadores testaram cinco tipos de alimentos. São eles: pão com geleia, macarrão cozido, presunto, biscoito e frutas secas.

Eles foram selecionados porque são alimentos mais consumidos e têm um teor de água diferente. Esse item é importante porque a água sustenta o crescimento bacteriano enquanto o alimento não é recolhido após a queda.

Depois de derrubar toda essa comida no chão, os cientistas pegaram os alimentos do chão em intervalos de três, cinco e 10 segundos. Então, analisaram os alimentos para verificar se estavam contaminadas por bactérias prejudiciais a saúde.

A equipe descobriu que alimentos com alto teor de sal ou açúcar são os mais seguros porque poucas bactérias conseguem sobreviver nesse meio. Biscoitos também são seguros por conter pouca água.

Porém, o macarrão cozido e as frutas secas tinham indícios de bactérias após três segundos no chão. O organismo encontrado é a bactéria Klebsiella, responsável por causar doenças, como pneumonia e infecções.

Deixe um comentário »

Corte nega recurso de jovem condenado por downloads ilegais

Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2012/05/corte-nega-recurso-de-jovem-condenado-por-downloads-ilegais.html

A Suprema Corte dos Estados Unidos negou nesta segunda-feira (21) o recurso de um jovem que foi condenado a pagar US$ 675 mil por fazer download ilegal e compartilhar 30 músicas na internet. Joel Tenenbaum, de 28 anos, diz que continuará tentando reduzir a multa.

“Eu não acredito que o sistema continuará com essa multa de seis dígitos em danos pelo download de 30 músicas”, disse. “Eu não acredito que o tribunal manterá algo tão ridículo.”

Tenenbaum, que acabou de concluir seu doutorado, disse que não tem dinheiro para pagar o valor imposto.

Em 2009, um júri determinou que Tenenbaum deveria pagar US$ 675 mil –US$ 22,5 mil por música—depois que a Associação da Indústria Fonográfica dos EUA processou o jovem em nome das gravadoras, incluindo a Sony BMG Music Entertainment e a Warner Brothers Records. Um juiz disse que a penalidade era excessiva e a reduziu para US$ 67,5 mil, mas uma corte de apelações reestabeleceu o valor.

Durante o julgamento, Tenenbaum admitiu ter feito o download e compartilhado músicas de bandas como Green Day, Nirvana e Smashing Pumpkins. O advogado dele afirma que as multas por danos devem ficar em US$ 0,99 por música, o valor que ele deveria ter pago pelo download legal.

Deixe um comentário »

Dieta de Atkins

Fonte: http://saude.hsw.uol.com.br/dieta-atkins.htm

 

A dieta Atkins consiste em um plano de quatro fases. Os alimentos que você come variam conforme a fase que você está e conforme seu próprio metabolismo. As quatro fase da dieta Atkins incluem:

  1. Introdução – esta é a primeira fase da dieta Atkins. Ela também é considerada a fase mais restritiva. Em outras palavras, a primeira fase permite a ingestão de pouco ou nenhum carboidrato. A limitação é de apenas 20 gramas por dia. Os carboidratos permitidos são as saladas e outros vegetais, exceto tubérculos.
  2. Perda de peso – a segunda fase permite adicionar alguns carboidratos na dieta. Nesta fase, os carboidratos são aumentados para 25 gramas por dia. A cada semana aumenta-se em 5 gramas o número de carboidratos ingeridos. Então, na segunda semana da segunda fase temos 30 gramas de carboidratos. Na terceira, é permitido consumir 35 gramas e assim por diante. Você continua aumentando lentamente a quantidade de carboidratos, até que o seu corpo pare de perder peso. Quando isso acontece, você subtrai 5 gramas de carboidratos do consumo diário. Este nível permitirá a manutenção do peso.
  3. Pré-manutenção – nesta fase, você passa da fase de perda de peso para a fase de manutenção. Você pode aumentar a sua margem de carboidrato em 10 gramas por semana, se quiser interromper a perda de peso.
  4. Período de manutenção – a última fase permite que você selecione uma ampla variedade de alimentos, enquanto ainda limita a quantidade de carboidratos ingeridos. É esta fase que permite que você continue perdendo peso, assim como permite que você coma mais alimentos do que nas fases anteriores.

Vantagens e desvantagens

Agora que você entende como funciona a dieta Atkins, vamos ver algumas vantagens e desvantagens de ingerir pouco carboidrato. De acordo com o site do Dr. Atkins, existem quatro benefícios principais que os participantes ganham seguindo a dieta do Dr. Atkins:

  1. Perda de peso – quando reduzimos os carboidratos, o corpo ao invés de utilizar os carboidratos como fonte de energia, passa a queimar gordura para esse fim. Isso resulta em perda de peso.
  2. Manutenção do peso – cada indivíduo tem um nível de ingestão de carboidrato, com o qual não ganhará, nem perderá peso. A dieta Atkins permite ao corpo determinar esse nível, através de um eventual aumento na quantidade de carboidratos que ingerimos.
  3. Boa saúde – os seguidores da dieta Atkins são estimulados a comer alimentos ricos em nutrientes com vitaminas e suplementos nutricionais quando necessário.
  4. Prevenção de doenças – diminuir a ingestão de carboidrato e, por sua vez, a produção de insulina pode ajudar a prevenir doenças como diabetes.

O site também lista algumas desvantagens da dieta. As duas principais desvantagens são mau hálito, que é resultado do excesso da produção de cetona e constipação intestinal.

Enquanto alguns consideram a seletividade da dieta uma desvantagem, os seguidores da dieta Atkins são rápidos em apontar que somente os carboidratos são restringidos, deixando como opção vários outros alimentos.

E, ao contrário de muitas outras dietas, não há restrição de quantidade para a maior parte do que você ingere. Embora, de acordo com a dieta Atkins, é improvável que você coma demais porque:

  • sua ansiedade será reduzida
  • alimentos ricos em proteínas e com alto teor de gordura satisfazem e enchem mais o estômago

As comunidades médica e nutricional vêm se preocupando mais e mais com as desvantagens adicionais da dieta Atkins. Muitos acreditam que a dieta é uma solução temporária ao problema permanente de perda de peso. Em outras palavras, limitar os carboidratos aos níveis que Atkins planeja fazer pode ser muito difícil de manter para algumas pessoas. Além de tudo, o americano come uma grande quantidade de carboidratos e a eliminação total desse grupo de alimentos pode não ser algo que os seguidores de dietas consigam fazer por muito tempo.

Muitos grupos médicos têm se pronunciado sobre os possíveis riscos a longo prazo da dieta Atkins, tais como pedras nos rins, úlceras e infecções recorrentes nos rins. Além disso, no passado, pesquisas mostraram que ingerir altos níveis de gordura saturada, como os seguidores da dieta Atkins freqüentemente fazem, pode ter efeitos negativos na saúde, incluindo aumento do colesterol que pode levar a doenças cardíacas e derrame.

Debates sobre a dieta Atkins continuam e parece que a comunidade médica está dividida sobre a questão. Vamos ver o que os especialistas estão dizendo.

 

 

Fonte: http://boaforma.uol.com.br/dietas/dieta-do-dr-atkins.htm

Como é feita

É recomendado retirar das refeições todos os alimentos ricos em carboidratos. No café da manhã fica liberado abusar (sim, a dieta não tem limitações de porções) de queijos, presuntos e ovos. Uma xícara de café com leite também é permitida ou ainda uma xícara de chá. As frutas ficam restritas às quantidades mencionadas no item “O que propõe”, com porções calculadas.

No almoço e no jantar saem de cena, arroz, massas, tubérculos, além das leguminosas como ervilha, milho, lentilha e grão-de-bico. Fica liberado carnes, ovos, embutidos, bacon, aves, peixe e verduras.

“Essa dieta foge demais dos hábitos alimentares da maioria das pessoas, talvez por isso fique difícil segui-la por muito tempo e isso pode resultar em um ganho de peso rápido, ao voltar a comer carboidratos com muita ansiedade”, argumenta a nutricionista Amélia Duarte, de Salvador.

“Outra desvantagem desse cardápio, que realmente emagrece, é não promover uma reeducação alimentar. Isso não é bom, podendo levar ao efeito sanfona”, complementa.

Promessa

Esta dieta leva a uma grande redução de peso em um curto prazo de tempo, podendo chegar a menos 8 Kg em um mês. “Porém, é bom lembrar que grande parte dessa perda compreende massa muscular, alcançando uma perda bem mais baixa de gordura. O que não é saudável para o corpo”, alerta a endocrinologista Adriana Moretti, de São Paulo.

Contraindicação

“Pode causar problemas de concentração, já que o cérebro não funciona sem glicose, e ainda libera gorduras saturadas, que em longo prazo aumentam o colesterol”, alerta Amélia. “Além disso, a falta de carboidratos pode provocar tontura, sono, alteração de humor, tremores e propensão a desmaios”, pontua Adriana Moretti. E não é só.

A baixa ingestão de fibras leva à prisão de ventre e outras doenças intestinais. Esse cardápio não é indicado para gestantes e pessoas com problemas renais, já que na primeira fase a dieta significa um esforço a mais para os rins, que eliminam corpos cetônicos pela urina. Também não deve seguir esse cardápio quem tem ácido úrico elevado.

Eu fiz

“Quando resolvi fazer a dieta das proteínas, meu principal objetivo era não precisar controlar a quantidade de porções que eu consumia, já que adoro comer; e também a promessa de perder peso rapidamente. No entanto, depois de alguns dias fiquei enjoada de carne e outras fontes de proteína, além de achar a restrição dos carboidratos quase insuportável. Outra coisa que não gostei foi que esse cardápio não prioriza o equilíbrio e a reeducação alimentar e no meu caso foi ainda pior, porque ao invés de abusar das verduras, fiquei só nas proteínas, o que não foi saudável. Mas mesmo assim achei que a dieta correspondeu às minhas expectativas (perda de peso e poder comer bastante). Em quinze dias perdi 4 kg e consegui manter meu peso por um ano”.

Tatiana Carvalho Teles, 44 anos, empresária do Rio de Janeiro

 

Fonte: http://dietaproteina.blogspot.com.br/2007/05/alimentos-que-pode-comer-vontade-no.html

Alimentos que pode comer a vontade, não contém carboidratos

Alimentos permitidos em qualquer quantidade: (nos produtos industrializados, o ideal é verificar no rótulo o percentual de carboidrato que deve ser 0(zero) ou menor que 1%)
Carne de Porco, Carne de Aves, Carne de Vaca, Peixe, Nata, Presunto & Presunto Cozido, Bacon, Lingüiça de Porco, Salaminho, Cópa, Ovos, Queijos (somente os queijos industrializados – queijo fresco e mineiro não pode comer).
Verduras e Legumes:
Repolho, Alface, Tomate, Vagem, Couve-Flor, Brócolis, Pimenta, Cebola, Pepino, Abobrinha, Quiabo, Nabo, Rabanete, Acelga, Jiló, Salsa, Chicória, Escarola, Palmito, Berinjela, Azeitonas, Pimentão, Espinafre, Couve, Agrião, Rúcula e Tomate (máximo 3 por dia).
Sobremesa que pode a vontade:
Gelatina Diet (Adocyl, Doce Menor e Sucryl), pois não tem carboidratos.
Frutas Permitidas, após 15 dias:
Depois de 15 dias de dieta você pode acrescentar frutas…
– Melão, Melancia, Abacate, Manga, Mamão e Limão.
· relação de algumas frutas com menos de 10% do peso em carboidrato – (atenção a quantidade.. sempre com moderação!!)
Abacate[5,63%], abacaxi(polpa)[5,80%], abricó do Pará [3,92%], abiu [9,90%], caju(polpa)[8,40%], caju(suco)[10,00%], carambola[3,40%], castanha do Pará[7,00%], coco(leite)[7,00%], figo da índia[5,02%], goiaba [7,98%], groselha preta[7,30%], groselha vermelha[5,75%], jaca(polpa)[10,00%], limão[8,50%], maracujá [9,60%], melancia [6,90%], melão [6,35%], morango [7,40%], pêssego[9,40%], .
Na 2ª quinzena pode acrescentar:
– 2 Colheres de Creme de Leite;
– 2 Colheres de Requeijão;
– 2 Polenguinhos;
– Chocolate Adocyl Premium;
– Sorvete Kibon Light (Morango e Flocos)
– 4 Quibes Diet
– Pão Diet
– Suco de Limão (com adoçante).

 

Fonte: http://dietaproteina.blogspot.com.br/2007/05/bebidas-permitidas.html

Bebidas permitidas em qualquer quantidade ou com uso de adoçantes, que não contenha Sorbitol:
Chá, Chá-Mate, Chá Clight (Macã), Chá de Ervas com adoçante, Refrigerante Dietético (Coca Light, Pepsi Light, Guaraná Diet), Café (com adoçante), Água Tônica Diet.
Obs.: O Chá-Mate pode ser batido no liquidificador com gelo e limão (só não use limão rosa) (após 15 dias de dieta).

 

Fonte: http://dietaproteina.blogspot.com.br/2007/05/lista-de-alimentos-que-pode-comer.html

– Abobrinha verde – Acelga – Agrião – Água com gás – Água Natural – Água Tônica Diet – Alface – Aspargos – Atum – Aves – Azeite – Azeitona com tempero – Bacalhau – Bacon – Berinjela – Brócolis – Café – Camarão – Caranguejo – Carne em geral – Caviar – Cebola como tempero – Cenoura (1 por dia) – Chá (cidreira, mate, etc…) – Chicória – Chuchu – Club-Soda – Coca Light – Cogumelo – Couve – Couve-flor – Espinafre – Frango – Gelatina Diet (Doce-Menor, Açucryl, Adocyl, só) – Geléia Diet de morango (Adocyl e Doce-Menor) – Gin – Guaraná diet – Jiló – Lagosta – Limão – Lingüiça – Manteiga – Margarina – Mexilhões – Nabo – Omelete – Ostra – Ovos (fritos, cozidos, mexidos) – Ovos cozidos – Peixe – Pepino – Pepsi Light – Pimenta – Pimentão – Presunto – Queijos (só industrializados) – Quiabo – Rabanete – Repolho – Sal – Salada verde – Salaminho – Salpicão (maionese caseira, salada, pimentão), – Salsa – Sashimi – Soda Diet – Sopa de legumes – Suco Clight (Maçã verde, TEA Maça) – Sukiaki sem macarrão – Tomate (até 3 por dia) – Trident – Vagem.

Observações:
Depois de 15 dias acrescente uma fruta, de preferência as que contenham pouco carboidrato, mas que tenha muita caloria. O leite não pode, mas o queijo sim, porque só tem gordura. Lembre-se: não passe fome, pois quando o CETÔNICO começar a agir, não sentirá mais fome.

 

Fonte: http://dietaproteina.blogspot.com.br/2007/05/alimentos-proibidos-contm-carboidratos.html

Alimentos proibidos em qualquer quantidade:
Açucares, Arroz, Feijão, Bolachas, Farinhas e Derivados, Mandioca, Achocolatados (Nescau, Toddy, etc…), Sagu, Batatas, Apresuntados, Beterrabas, Ervilhas, Quibe, Queijo (Fresco e Mineiro – Somente os Industrializados), Milho-Verde, Maizena, Macarrão (massas em geral), Coxinhas, Batata Doce, Frutas, Conservas, Bolos e Tortas.
E todo o alimento que contenha carboidratos em sua composição.

 

Fonte: http://dietaproteina.blogspot.com.br/2007/05/lista-de-alimentos-que-no-pode-comer.html

 

– Abóbora – Açúcar – Adoçantes com Frutose – Adoçantes com Lactose – Água Tônica – Almôndegas – Amendoim – Amidos – Arroz – Balas – Balas diet – Banana – Batata – Beterraba – Biscoito – Bolachas – Bolos – Caju – Cará – Carboidratos – Catchup – Catupiry – Cereais – Chiclets – Doces – Ervilhas – Fanta Diet – Farinha – Feijão – Figos – Frutas – Frutas Secas – Gelatina (Oatker Diet) – Gelatinas (Royal Diet) – Geléia – Leite – Leite Desnatado – Macarrão – Mandioca – Massas em Geral – Mel – Milho – Mortadela – Panquecas – Pão – Passas – Petiscos – Pomarola – Pomodoro – Queijo Fresco e Mineiro – Salsarette – Salsicha – Seven’up Diet – Soja – Sorvetes – Sprite Diet – Suco de Frutas – Tâmaras – Trigo – Yogurt .
Alimentos proibidos de comer porque contém carboidrato:
CEREAIS: arroz, trigo, milho etc.
LEGUMES: feijão, grão-de-bico, lentilha, ervilha, amendoim(torrado),
FRUTAS: (algumas – com mais de 20% de carboidrato ), banana, uva, figo(seco), ameixa, caqui, castanha, coco(polpa), jaca(semente), marmelo, nêspera, tâmara, amêndoa, tamarindo,
TUBÉRCULOS: batatinha, batata-doce, batata salsa, mandioca,
AÇÚCARES: sacarose (açúcar de cana ou beterraba), glicose (açúcar de uva), lactose (açúcar de leite), maltose (açúcar de malte), frutose ou levulose (açúcar de frutas).
OUTROS: Leite, bolacha, farinha e seus derivados, mel, melado, geléia real, cerveja, lêvedo de cerveja, apresuntado, cenoura, beterraba, maisena, macarrão, doce, iogurte, pudim, tudo que contenha açúcar e frutas, achocolatados (Nescau, Toddy, etc.). Evitar enlatados por causa dos conservantes, salsicha , conservas, sagu, coxinha, torta, etc.

 

Reações (Fonte: http://dietaproteina.blogspot.com.br/2007/05/reaes.html)

Dor de cabeça: principalmente em pacientes "tocados a cafeína". Além desse sintoma, a redução brusca deste estimulante do sistema nervoso pode provocar de início uma certa lassidão física e mental que pode chegar até a DEPRESSÃO de pequena monta. Em casos extremos esses problemas podem ser resolvidos com a ingestão pura e simples de uma xícara de café ou de 1 comprimido analgésico com cafeína em sua formulação (como o Dorflex e a Neosaldina entre outros). Também pode ajudar o consumo de água em maior escala nesses dias.
Mau hálito: devido a eliminação por via respiratória de substancias cetônicas formadas pela queima acelerada de gorduras e pode ser parcialmente reduzido pelo consumo não abusivo de chicletes e balas dietéticas "SUGAR FREE" (desde que não adoçadas com Aspartame!); a redução no consumo de queijos pode ajudar.
Dores musculares: pela redução do teor de potássio, cálcio e magnésio dentro das células e pode ser melhorado pelo aumento na dosagem da medicação de reposição.
Prisão de ventre: pela ausência de vegetais fíbrosos a formação do bolo fecal que estimula o funcionamento dos intestinos pode ser mais demorada, portanto, uma evacuação de modo razoavelmente normal de 3/3 ou ate de 4/4 dias não requer atenção maior. Providências deverão ser tomadas se a consistência e o formato (bolinhas ressecadas) das fezes indicarem "ressecamento". Nesses casos procure aumentar o consumo de água e óleos vegetais (inclusive. azeite ou óleos vegetais indigeríveis como o NUJOL) além de tomar ao deitar-se o medicamento. Eventualmente proposto (tamarini cps sem açúcar, de 1 – 2 comp ao deitar-se).
NÃO DESISTAM PASSA LOGO

 

http://dietaproteina.blogspot.com.br/2007/04/peso-x-medidas.html

Você sempre perde peso OU medidas. Só no começo você perde os dois ao mesmo tempo. Inclusive pode ganhar peso no decorrer da dieta e continuar perdendo medidas. E pode estacionar em tudo por uma semana e de repente perder 2 ou 3 quilos de um dia para o outro (lá fora, esse fenômeno foi batizado de Whoosh).
Como a dieta é diurética, no começo aproximadamente dois quilos de água vão embora e você perde peso e medidas. A partir daí, você só perderá peso quando as células de gordura forem esvaziadas. Mas, mesmo vazias, elas demoram vários dias para perder o formato. Quando perdem o formato (murcham) você perde medidas. E por vários dias, elas vão esvaziando aos poucos mas a diferença de peso não é visível na balança. De repente esvaziaram células suficientes para perceber a diferença na balança. Aí começa o processo de murchar as células vazias. E assim vai.
O ganho de peso durante a dieta normalmente é devido à ingestão demasiada de líquidos (o que é bom!) e ao mal funcionamento do intestino (o que é ruim!). Se você se pesa, digamos, meia hora depois de tomar 500ml de qualquer bebida irá ter 500g a mais na balança. Se o seu intestino não funcionou no dia anterior, mais 500g. Se você se pesou após o almoço, mais 200 a 500g dependendo da pessoa. Se comeu algo que provoca a formação de gases, mais um tanto de gramas. O ideal é se pesar apenas uma vez por semana, usando as mesmas roupas, no mesmo horário, de preferência em jejum pela manhã após fazer o que fosse necessário no banheiro. Aí você pode ter um resultado quase confiável.
Então, fique tranquilo, coma suas verduras e siga normalmente na dieta. Está tudo em ordem.

Deixe um comentário »

Caixa terá juro de 1,35% no cheque especial

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/mercado/1072417-caixa-tera-juro-de-135-no-cheque-especial.shtml

Após o Banco do Brasil provocar a concorrência com juros baixos, chegou a vez de a Caixa Econômica Federal surpreender com uma abordagem ainda mais agressiva.

O banco reabre na segunda oferecendo pacotes inéditos para clientes vindos de outros bancos e taxas de cheque especial que começam em 1,35% ao mês –há duas semanas, a média era 8,01%.

A Caixa distribuirá aos correntistas de outros bancos formulários para "migração" da conta-salário e oferecerá linha de financiamento chamada "Crédito Azul", pela qual o cliente poderá quitar a "dívida cara" na concorrência e se refinanciar com juros menores no banco estatal.

Apesar de o BB ser o maior banco brasileiro, a Caixa tem mais capacidade de abordar clientes de outras instituições. Além de ter 80% do crédito imobiliário no país, ela recebe clientes de outros bancos porque é a gestora do FGTS e implementa serviços sociais do governo, como pagamento de seguro-desemprego, PIS, Bolsa Família e o Fies (crédito estudantil). Juntando todos, o banco tem 56,8 milhões de clientes — quase 30% da população do país.

Bancada pela presidente Dilma Rousseff, a iniciativa dos bancos públicos visa estimular a economia por meio do consumo e forçar Itaú, Bradesco e Santander a reduzirem suas taxas sob o risco de perderem mercado, como ocorreu na crise de 2009.

Se o BB informou que cobrará 3% ao mês no chamado rotativo do cartão de crédito (quando o cliente não paga a fatura integral) só no caso de clientes de outros bancos que aderirem ao banco, a Caixa atacará com um piso de 3,97% ao mês para todos nessa modalidade.

No caso do crédito com desconto em folha de pagamento (consignado), o piso será de 0,84% ao mês, praticamente a mesma taxa de 0,85% que será cobrada pelo BB para aposentados do INSS, linha conhecida pelo baixo risco de calote.

Para crédito pessoal, em um financiamento de R$ 15 mil em 36 meses, as taxas irão variar entre 2,33% ao mês a 2,53%.

A Caixa também anuncia na segunda uma linha de crédito de R$ 8 bilhões para capital de giro direcionado a micro e pequenas empresas.

Para divulgar a redução nos juros, a Caixa fez um anúncio de 30 segundos na TV, estrelado pela atriz Camila Pitanga, batizado de "Caixa Melhor Crédito".
gerentes treinados

Em São Paulo, os gerentes da Caixa receberam ontem um folheto com o material de divulgação do corte nos juros, intitulado "Corte Histórico de Juros na Caixa", com a atriz Camila Pitanga como garota-propaganda ""ela já havia sido a estrela do comercial que mostrou os resultados de 2011 do banco.

NOVOS CLIENTES

A ideia da ofensiva da Caixa, segundo comentou um gerente, é captar aqueles que ainda não são clientes, oferecendo algumas vantagens para que estabeleçam um vínculo sólido com a instituição financeira.

A Caixa promete anunciar um novo sistema para estimular a portabilidade, mecanismo em que o cliente transfere pagamentos e dívidas de um banco para outro.

A "portabilidade de dívidas" está disponível desde 2007, mas ainda não decolou. Isso porque, quando um cliente deseja migrar o empréstimo de um carro, por exemplo, tem de arcar com todos os custos burocráticos e cartoriais, o que anula ganhos com redução de juros.

Procurados, Itaú e Bradesco disseram que estudam medidas semelhantes. O Santander afirmou que já tem reduzido as taxas para manter sua competitividade.

Deixe um comentário »

Governo dos EUA fecha Megaupload e prende seu fundador

Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2012/01/governo-dos-eua-fecha-megaupload-e-prende-seu-fundador.html

 

Um dos maiores sites de compartilhamento de arquivos do mundo, o Megaupload, foi tirado do ar nesta quinta-feira (19). O fundador da companhia e vários de seus executivos foram acusados formalmente de violar leis antipirataria nos Estados Unidos, informaram promotores federais do país.

A acusação alega que o Megaupload.com deu aos detentores de direitos autorais mais que US$ 500 milhões em prejuízo por facilitar a pirataria de filmes e outros tipos de conteúdo.

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos disse, em um comunicado, que Kim Dotcom –fundador do site, também conhecido como Kim Schmitz—e outros três executivos da empresa foram presos nesta quinta-feira na Nova Zelândia a pedido de oficiais norte-americanos.

O Megaupload é único não somente pelo volume grande de download que possibilita, mas pelo apoio que tem de celebridades conhecidas e músicos, que geralmente são vistos como as vítimas da violação das leis antipirataria. Antes de ser tirado do ar, o site trazia o “apoio” de nomes como a socialite Kim Kardashian e os músicos Alicia Keys e Kanye West –as celebridades chegaram a gravar um vídeo de apoio à companhia, mas as imagens foram tiradas do ar pelas gravadoras.

A companhia, baseada em Hong Kong, listava Swizz Beatz, um músico, como seu CEO. Antes de o site ser tirado do ar, foi publicado um comunicado dizendo que as acusações de que ele possibilitava infração de leis de direitos autorais eram “extremamente exageradas”.

“A maioria do tráfego de dados feito pelo Megaupload é legítimo e estamos aqui para ficar. Se a indústria de conteúdo quiser tirar vantagem da nossa popularidade, estamos felizes em abrir um diálogo. Temos boas ideias, entrem em contato”, dizia o comunicado.

O Megaupload é um site por meio do qual os usuários podem fazer o upload e a transferência de arquivos que são grandes demais para serem enviados por e-mail. Endereços do tipo têm uso legítimo de diversos usuários, mas associações representantes dos detentores dos direitos autorais estimam que a maioria do conteúdo enviado com a ajuda do site seja ilegal.

SOPA e PIPA
O fato acontece um dia depois que diversos sites, incluindo a Wikipédia e a Craigslist, tiraram seus sites do ar em protesto com o SOPA e o PIPA, dois projetos de lei antipirataria que circulam nos Estados Unidos.

O Stop Online Piracy Act (SOPA) é um projeto de lei com regras mais rígidas contra a pirataria digital nos EUA. Ele prevê o bloqueio no país, por meio de sites de busca, por exemplo, a determinado site acusado de infringir direitos autorais. O foco está principalmente em sites estrangeiros, contra os quais as empresas americanas pouco podem agir. No Senado, circula o Protect IP Act, conhecido como PIPA (ato para proteção da propriedade intelectual), outro projeto sobre direitos autorais que mira a internet.

Ambos são apoiados por empresas de entretenimento, constantes alvos de pirataria, mas são questionados por companhias de internet, como Google, Facebook, Amazon e Twitter, que interpretam as medidas como um tipo de censura aos sites e à liberdade de expressão. O SOPA ainda está sendo avaliado por comissão na Câmara; a PIPA deve ir à votação no Senado ainda neste mês.

Deixe um comentário »

Protesto conta censura na internet

 

Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2012/01/google-nao-sai-do-ar-mas-publica-manifesto-contra-lei-de-internet.html

Os usuários que acessam a versão em inglês da página de buscas do Google são recebidos com uma mensagem discreta que diz: "avise ao Congresso: por favor, não censure a internet". Ao clicar no texto, o usuário é levado para uma página que explica os motivos do Google para não apoiar os projetos de lei. Moradores dos Estados Unidos podem, ainda, preencher um abaixo assinado que será encaminhado para o Congresso e o Senado do país.

O Stop Online Piracy Act (SOPA) é um projeto de lei com regras mais rígidas contra a pirataria digital nos EUA. Ele prevê o bloqueio no país, por meio de sites de busca, por exemplo, a determinado site acusado de infringir direitos autorais. O foco está principalmente em sites estrangeiros, contra os quais as empresas americanas pouco podem agir.

O projeto tramita no Congresso e é apoiado por empresas de entretenimento, constantes alvos de pirataria, mas é questionado por companhias de internet, como Google, Facebook, Amazon e Twitter, que interpretam a medida como um tipo de censura aos sites e à liberdade de expressão. O SOPA ainda está sendo avaliado por comissão na Câmara, mas uma proposta semelhante, a Protect IP Act (PIPA), deve ir à votação no Senado no dia 24 de janeiro.

Wikipedia

wiki off

 

WordPress

wp off

 

wp off 2

Deixe um comentário »

Barulhos estranhos no céu assustam pessoas de todo o mundo

Fonte: http://www.tecmundo.com.br/curiosidade/17933-barulhos-estranhos-no-ceu-assustam-pessoas-de-todo-o-mundo.htm

Sons muito peculiares e de procedência desconhecida estão sendo ouvidos em várias partes do mundo nos últimos dias. Vídeos hospedados no YouTube mostram diversas versões desse som (inclusive aqui no Brasil) e que, se forem reais, são mesmo assustadores.

Uma das primeiras ocorrência desses sons ocorreu na Ucrânia, em meados de 2011. Durante a tarde, um barulho muito estranho poderia ser ouvido de diversos pontos de Kiev, sem ninguém saber confirmar qual a procedência. Outras demonstrações do fenômeno podem ser ouvidas em vídeos gravados na Bielorrússia, nos Estados Unidos, na Malásia, Dinamarca, entre outros.

Os sons normalmente são metálicos e trazem a sensação de serem provenientes de alguma grande máquina. Testemunhas afirmam que o som é tão alto que inclusive as janelas passam a vibrar com a frequência das ondas sonoras.

Grandes indústrias e trânsito? Experimentos militares como o famoso HAARP? Prenúncios de 2012 ou de uma grande invasão alienígena? Um viral para o filme “Cloverfield 2” ou simplesmente uma grande farsa? Muito está sendo discutido a respeito, mas ninguém chegou a uma conclusão definitiva ainda.

Caso queira saber mais, a página StrangeSoundinTheSky.com traz uma grande coletânea de tudo o que já foi encontrado a respeito do estranho fenômeno.

1 Comentário »

Feliz ano bissexto!

Fonte: http://g1.globo.com/platb/observatoriog1/2011/12/31/feliz-ano-bissexto/

 

O ano de 2012 será um ano bissexto, que é um ano com 366 dias, um dia a mais que os anos comuns. Mas, por que isso acontece?

A motivação é astronômica. Aliás, a construção de calendários é uma das mais antigas atividades astronômicas. Introduzir um dia a mais em determinados anos faz com que o ano terrestre continue compatível com o ano astronômico. É assim.

A Terra completa uma órbita em torno do Sol em 365 dias, 5 horas e 48 minutos aproximadamente, o chamado ano solar. Então, em um ano com 365 dias, a Terra não fecha uma órbita completa, ainda faltam quase 6 horas para isso acontecer. Isso significa que logo no primeiro dia do ano seguinte, em um determinado horário, a Terra estará 6 horas “atrasada” em sua trajetória no espaço em relação ao mesmo evento do ano anterior. A cada quatro anos, esse atraso soma quase um dia.

Como consequência, a cada quatro anos um evento estará um dia defasado deste mesmo evento há quatro anos atrás. Por exemplo, o início das estações: o outono no hemisfério sul seria “comemorado” no dia 21 de março, mas se deixássemos de corrigir esse efeito por, digamos  100 anos, o equinócio astronômico ocorreria somente lá pelo meio de abril!

Essa correção começou a ocorrer já na época de Júlio César no ano 45 a.C., mas era feita de maneira errada. Nessa época, um dia era inserido a cada três anos, em um calendário conhecido como Juliano. Mais tarde, no ano 8 d.C. o imperador César Augusto impôs uma nova correção ao calendário, estabelecendo que a inclusão de um novo dia deveria se fazer a cada quatro anos. Além disso, fevereiro passou a ter 28 dias (tinha 29) e o senado romano trocou o nome do mês de Sextilius para Augustus (que hoje é o mês de agosto) em homenagem ao imperador. Esse mês passou a ter 31 dias (incorporando o dia retirado de fevereiro) e por isso até hoje a alternância entre meses com 30 e 31 dias (excetuando fevereiro) falha com os meses de julho e agosto. Julho em homenagem a Júlio César tem 31 dias então agosto em homenagem a César Augusto não poderia ser mais curto. Este calendário passou a ser chamado de calendário Augustiano e vigorou entre os anos 45 d.C. e 1581.

Entretanto, em 1582 o papa Gregório XIII modificou o calendário Augustiano de modo a ajustar o calendário para conciliar a páscoa cristã com o equinócio de primavera (no hemisfério norte) que ocorre no dia 21 de março. Um estudo encomendado pelo papa mostrou que seria necessário retirar dez dias do ano de 1582 e isso foi feito no mês de outubro. Neste ano, o dia 15 de outubro sucedeu imediatamente o dia 04, isto é, os dez dias entre 04 e 15 de outubro foram suprimidos e não existe nenhum registro histórico com data em algum desses dias. Após essas correções, as regras para se definir um ano bissexto ficaram estabelecidas da seguinte maneira: a cada 4 anos há um ano bissexto, com a inserção de um dia ao final de fevereiro deixando-o com 29 dias; a cada 100 anos o ano não será bissexto, mas a cada 400 anos o ano é bissexto.

Esse novo calendário ficou conhecido como Gregoriano e é adotado por um grande número de países, mas não todos. Os cristãos ortodoxos, por exemplo não efetuaram as correções introduzidas em 1582 e hoje a defasagem entre os calendários é de 14 dias.

Falando em calendários, hoje há vários estudos e tentativas de se estabelecer um único e permanente calendário. Permanente ou estável, como os pesquisadores preferem dizer. Neste calendário, uma data em particular cai no mesmo dia da semana para o resto da vida. Por exemplo, o Natal de 2012 cairá em um domingo, em um calendário permanente (ou estável) ele ficaria no domingo para sempre.

O último desses calendários foi proposto há pouco meses pelo astrofísico Richard Henry e pelo economista Steve Hanke, ambos da John Hopkins University e chama-se calendário Hanke-Henry. A proposta é já começar a ser implantado no ano que vem e como meta, pretendem que o mundo todo o esteja usando em 2017.

Este calendário põe o dia primeiro de janeiro num domingo para sempre. Mais do que isso, haveria uma sequência de dois meses com 30 dias, sucedido por outro com 31. Assim teríamos, janeiro e fevereiro com 30 seguido de março com 31 dias e assim sucessivamente; abril e maio (30) seguido de junho (31) e etc. Para compatibilizar esse calendário com o calendário astronômico (aquelas 6 horas que eu mencionei lá em cima), um mês “extra” com 7 dias seria introduzido a cada 5-6 anos.

Diferente de outras tentativas de se reformar o calendário, esse deve ser um sucesso, segundo seus proponentes. Isso porque ele não quebra o ciclo de 7 dias por semana, considerado sagrado por Henry e Henke. Mas por que um calendário desses?

A motivação é puramente econômica, as indústrias poderiam planejar com antecedência seus investimentos e férias de funcionários, por exemplo, durante anos a fio. Os governos poderiam fixar os calendários escolares com relação aos feriados, que seriam sempre no mesmo dia da semana. A economia de empresas e países seria imensa com esse novo calendário.

Mas e daí? Se você nasceu no dia 31 de janeiro, ficará sem data para comemorar. Na melhor das hipóteses, poderá usar o dia 30, seguindo a lógica que nasceu no último dia de janeiro. E isso vai acontecer para o resto da sua vida em uma segunda feira sem graça. Natal e Ano Novo sempre aos domingos para você ir trabalhar logo na segunda feira.  A cada 5-6 anos um mês extra com 7 dias, para quê? Para trabalhar mais? Tudo isso para as empresas se organizarem melhor e faturarem mais? Tô fora! Prefiro o bom e velho calendário Gregoriano, com suas datas “móveis”.

Deixe um comentário »

7 mitos e verdades sobre quedas de avião

Fonte: http://www.tecmundo.com.br/mito-ou-verdade/13725-7-mitos-e-verdades-sobre-quedas-de-aviao.htm

 

Muita gente tem medo de voar. Algumas são até famosas, como é o caso de Jennifer Aniston, David Bowie, Britney Spears e Lars von Trier. Até mesmo o escritor de ficção científica Isaac Asimov sofria desse mal.

Mas a verdade é que, apesar de acidentes aéreos serem trágicos e de ganharem muito destaque nas páginas dos jornais, eles não são tão fáceis de acontecer. Arnold Barnett, um professor de 60 anos do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT), chegou à conclusão de que as chances de uma pessoa morrer durante um voo é de uma em 90 milhões. Isso quer dizer que você pode voar pelos próximos 250 mil anos sem sofrer um acidente.

Mas se essa estimativa ainda não convenceu, confira a lista que preparamos com mitos e verdades sobre quedas de avião.

1. Turbulência pode derrubar o avião

Não há como negar que turbulências podem ser muito assustadoras. Afinal, a cerca de 10 mil metros de altura, a última coisa que gostaríamos que acontecesse é sentir aqueles chacoalhões violentos, que dão a impressão de que a aeronave se espatifará em breve.

Mas não há o que temer. Quando passar por isso, por mais assustadora que seja a turbulência, tenha em mente que elas dificilmente causam acidentes aéreos. Na verdade, é praticamente impossível que apenas a turbulência seja capaz de derrubar a aeronave.

Também não há razão para se preocupar com a integridade das asas do avião. Ao contrário do que muita gente acredita, essas asas são fabricadas para enfrentar forças muito maiores do que as das turbulências encaradas pelos pilotos.

Obviamente, a situação também não é para desleixo. Em caso de turbulência, lembre-se de permanecer sentado e, com isso, evitar tombos e ferimentos dentro da aeronave.

2. Celular pode causar acidente aéreo

Este é mito comum e muita gente já deve ter ouvido que usar o celular durante o voo pode causar interferências nos equipamentos de navegação presentes na cabine do avião. Em teoria, isso pode mesmo acontecer. Porém, de acordo com testes feitos até o momento, as possibilidades de um acidente causado pelo celular de um passageiro são quase nulas.

O assunto já foi tema até mesmo do programa Caçadores de Mitos, do Discovery Chanel. Durante os testes com diversos equipamentos e frequências, nenhuma interferência foi percebida na cabine. Ou seja, mito detonado.

Porém, como temos lançamentos de aparelhos novos a cada mês e testar um a um seria muito caro, acaba-se por proibir o uso. Além disso, as agências reguladoras tendem a banir tudo o que pode aumentar o risco de acidentes. E como, em teoria, uma interferência pode ocorrer, acaba sendo mais seguro (e barato) manter a proibição.

Entretanto, o mundo já vem percebendo mudanças. Companhias como Emirates Airlines, AeroMobile, OnAir e outras já permitem o uso de celulares. No Brasil, a TAM também possibilita a utilização de celulares e modems 3G durante os voos.

3. Não abra esta porta!

De vez em quando, vemos nos principais jornais alguns casos de passageiros desesperados que tentam abrir a porta da aeronave durante o voo. Há pânico, histeria e muitos gritos, mas a porta não abre. E isso se deve à forma como a porta da aeronave é construída.

Para começar, depois de fechada, a porta possui extremidades maiores do que a abertura, o que torna mais difícil alguém abri-la por acidente ou com pouco esforço. Além disso, assim que a aeronave começa a taxiar, a pressurização dentro da cabine sela a porta fechada e a torna ainda mais difícil de ser aberta.

Obviamente, isso não significa que ela não abrirá em hipótese alguma. Em 1989, por exemplo, nove passageiros foram sugados para fora de um voo sobre o Pacífico por causa de um defeito no mecanismo elétrico de trava da porta, que se abriu em pleno voo. Desde então, esse mecanismo foi reformulado. Mas, no geral, pode ficar tranquilo: as chances de a porta se abrir são praticamente nulas.

4. E se o avião for atingido por um raio?

Tecnicamente, um raio pode, sim, derrubar um avião. Mas as chances disso acontecer são extremamente raras. O último acidente desse tipo registrado foi em 1967, quando um raio causou a explosão do tanque de combustível e, desde então, as técnicas de proteção foram aperfeiçoadas.

A fuselagem de um avião funciona como uma gaiola de Faraday,  protegendo não só os equipamentos eletrônicos no interior da aeronave, mas também a tripulação e os passageiros. Outro fator que deve tranquilizar o passageiro é a bateria de testes pela qual todo avião recém-construído passa, certificando sua proteção contra raios.

Em resumo: por mais que seja possível, é mais provável alguém ganhar na loteria do que ter o avião derrubado por um raio.

5. Acidentes aéreos são sempre fatais

Existem muitos sobreviventes de desastres aéreos que não deixam esse mito persistir. Além de acidentes desse tipo serem difíceis de acontecer, existe mais uma estatística a favor do passageiro: há 95,5% de chances de sobrevivência a uma queda de avião.

Uma pesquisa realizada pela National Transportation Safety Board analisou todos os acidentes ocorridos durante o período de 1983 a 2000. Das 53,4 mil pessoas envolvidas em desastres aéreos, 51,2 mil sobreviveram.

Por incrível que pareça, a maior ameaça em uma situação de perigo mora dentro de nós. Muitas vezes, por acreditarem que não é possível escapar de uma queda de avião, muitas pessoas desistem de tentar se salvar em situações de emergência.

6. Posição de queda ajuda?

Em pousos emergenciais, seja em terra ou m água, o passageiro deve adotar a posição de queda (ou de impacto), conhecida em inglês como brace position. E é claro que existem alguns mitos relacionados a esse procedimento.

Há quem diga que a posição serve apenas para conservar melhor a arcada dentária das vítimas, facilitando assim a identificação dos corpos após a queda. Outros conspiracionistas alegam que a brace position só tem utilidade para aumentar o risco de morte, o que pouparia empresas de seguro de pagarem tratamentos médicos caros e longos.

Mas a verdade é que a posição de impacto já salvou muitas vidas. E um dos casos mais recentes foi o do voo US Airways 1549, que fez um pouso forçado em pleno rio Hudson, em Manhattan. Na ocasião, todos respeitaram a posição de queda e as 155 pessoas a bordo sobreviveram sem ferimentos graves.

7. Triângulo das Bermudas

O Triângulo das Bermudas é uma área com mais de 1 milhão de km² situada no Oceano Atlântico, entre as ilhas Bermudas, Porto Rico, Fort Lauderdale e as Bahamas. Essa região se tornou popular depois dos desaparecimentos de aviões, navios e barcos de passeio. Há quem diga que esses “sumiços” são frutos do trabalho de extraterrestres, monstros marinhos, redemoinhos mortais e outros fenômenos inexplicáveis.

Porém, há uma causa bastante concreta e que quase ninguém cita: mares tropicais com péssimas condições climáticas. Essa é provavelmente a resposta por trás desses desaparecimentos. E se levarmos em conta as estatísticas, não há evidências de que sumam mais embarcações e aviões nos Triângulo das Bermudas do que em outras regiões.

Deixe um comentário »

Mundo perdido é descoberto debaixo da Antártida

Fonte: http://www.gizmodo.com.br/conteudo/mundo-perdido-e-descoberto-debaixo-da-antartida/

 

Esta descoberta é incrível, parece saída de um livro de Júlio Verne: cientistas da Universidade de Oxford, Universidade de Southampton, do Centro Nacional de Oceanografia e do British Antarctic Survey descobriram um “mundo perdido” cheio de espécies desconhecidas debaixo da Antártida, a leste da Cadeia Scotia de montanhas submersas no continente gelado.

Pesquisadores usaram um veículo submarino operado remotamente (ROV) para explorar as profundezas da Cadeia Scotia, cheia de fontes hidrotermais – fissuras de onde sai água aquecida – que podem chegar a 382 graus Celsius. Eles descobriram um admirável mundo novo repleto de espécies desconhecidas. De acordo com o líder do projeto, professor Alex Rogers do Departamento de Zoologia da Universidade de Oxford, estas criaturas brancas parecidas com aliens alimentam-se das substâncias químicas ejetadas pelas fontes hidrotermais:

Fontes hidrotermais são o lar de animais não encontrados em qualquer outro lugar do planeta, que obtêm sua energia não do Sol, e sim quebrando substâncias químicas como o sulfeto de hidrogênio. A primeira investigação dessas fontes em particular, no Oceano Antártico… revelou um “mundo perdido” quente e escuro no qual prosperam grandes comunidades de organismos marinhos antes desconhecidos.

Os pesquisadores – que publicaram recentemente suas descobertas na seção de biologia da Public Library of Science, uma organização de cientistas e sem fins lucrativos – ficaram impressionados em encontrar tantas espécies nunca antes vistas, e em quantidades tão grandes. Foram descobertas colônias inteiras de caranguejos yeti, anêmonas, estrelas do mar predadoras com sete braços e polvos pálidos, todos em cima das fontes hidrotermais, se empilhando uns em cima dos outros, a quase 2.400m de profundidade no Oceano Antártico.

Eles também estão surpresos que não encontraram nenhum dos vermes tubulares e mexilhões geralmente encontrados em fontes hidrotermais no mundo todo. Este é um ecossistema novo e complicado, que leva os cientistas a acreditar que a variedade de organismos ao redor de outras fontes deve ser bem maior do que se imaginava. [PLoS Biology e University of Oxford]

Deixe um comentário »

Lei acaba com a diferença entre trabalho na empresa e remoto

Original: http://computerworld.uol.com.br/carreira/2011/12/29/lei-acaba-com-a-diferenca-entre-trabalho-na-empresa-e-remoto/

A Lei 12.551, sancionada no meio de dezembro, alterou o artigo sexto da CLT para equiparar os efeitos jurídicos do trabalho exercido por meios telemáticos e informatizados ao exercido por meios pessoais e diretos. Significa que, no Brasil, deixa de haver distinção entre trabalho na empresa, em casa ou a distância. A lei é uma tentativa de acompanhar o avanço da tecnologia e o aumento da preocupação com qualidade de vida. Agora, oficialmente, não importa mais o local de trabalho, mas se o trabalhador executa a tarefa determinada pela empresa.

O funcionário com carteira assinada que trabalha longe do escritório passa a ter os mesmos direitos dos outros, como hora extra, adicional noturno e assistência em caso de acidente de trabalho. O controle das horas e a supervisão do trabalho podem ser feitos por meios eletrônicos.

Desde o dia 15 de dezembro, data de publicação da Lei 12.551, o artigo sexto da CLT passa a ter a seguinte redação:

“Art. 6o Não se distingue entre o trabalho realizado no estabelecimento do empregador, o executado no domicílio do empregado e o realizado a distância, desde que estejam caracterizados os pressupostos da relação de emprego.

Parágrafo único. Os meios telemáticos e informatizados de comando, controle e supervisão se equiparam, para fins de subordinação jurídica, aos meios pessoais e diretos de comando, controle e supervisão do trabalho alheio.”

Deixe um comentário »

A dura vida dos ateus em um Brasil cada vez mais evangélico

Original: http://revistaepoca.globo.com/Sociedade/noticia/2011/11/dura-vida-dos-ateus-em-um-brasil-cada-vez-mais-evangelico.html

O diálogo aconteceu entre uma jornalista e um taxista na última sexta-feira. Ela entrou no táxi do ponto do Shopping Villa Lobos, em São Paulo, por volta das 19h30. Como estava escuro demais para ler o jornal, como ela sempre faz, puxou conversa com o motorista de táxi, como ela nunca faz. Falaram do trânsito (inevitável em São Paulo) que, naquela sexta-feira chuvosa e às vésperas de um feriadão, contra todos os prognósticos, estava bom. Depois, outro taxista emparelhou o carro na Pedroso de Moraes para pedir um “Bom Ar” emprestado ao colega, porque tinha carregado um passageiro “com cheiro de jaula”. Continuaram, e ela comentou que trabalharia no feriado. Ele perguntou o que ela fazia. “Sou jornalista”, ela disse. E ele: “Eu quero muito melhorar o meu português. Estudei, mas escrevo tudo errado”. Ele era jovem, menos de 30 anos. “O melhor jeito de melhorar o português é lendo”, ela sugeriu. “Eu estou lendo mais agora, já li quatro livros neste ano. Para quem não lia nada…”, ele contou. “O importante é ler o que você gosta”, ela estimulou. “O que eu quero agora é ler a Bíblia”. Foi neste ponto que o diálogo conquistou o direito a seguir com travessões.

– Você é evangélico? – ela perguntou.
– Sou! – ele respondeu, animado.
– De que igreja?
– Tenho ido na Novidade de Vida. Mas já fui na Bola de Neve.
– Da Novidade de Vida eu nunca tinha ouvido falar, mas já li matérias sobre a Bola de Neve. É bacana a Novidade de Vida?
– Tou gostando muito. A Bola de Neve também é bem legal. De vez em quando eu vou lá.
– Legal.
– De que religião você é?
– Eu não tenho religião. Sou ateia.
– Deus me livre! Vai lá na Bola de Neve.
– Não, eu não sou religiosa. Sou ateia.
– Deus me livre!
– Engraçado isso. Eu respeito a sua escolha, mas você não respeita a minha.
– (riso nervoso).
– Eu sou uma pessoa decente, honesta, trato as pessoas com respeito, trabalho duro e tento fazer a minha parte para o mundo ser um lugar melhor. Por que eu seria pior por não ter uma fé?
– Por que as boas ações não salvam.
– Não?
– Só Jesus salva. Se você não aceitar Jesus, não será salva.
– Mas eu não quero ser salva.
– Deus me livre!
– Eu não acredito em salvação. Acredito em viver cada dia da melhor forma possível.
– Acho que você é espírita.
– Não, já disse a você. Sou ateia.
– É que Jesus não te pegou ainda. Mas ele vai pegar.
– Olha, sinceramente, acho difícil que Jesus vá me pegar. Mas sabe o que eu acho curioso? Que eu não queira tirar a sua fé, mas você queira tirar a minha não fé. Eu não acho que você seja pior do que eu por ser evangélico, mas você parece achar que é melhor do que eu porque é evangélico. Não era Jesus que pregava a tolerância?
– É, talvez seja melhor a gente mudar de assunto…

O taxista estava confuso. A passageira era ateia, mas parecia do bem. Era tranquila, doce e divertida. Mas ele fora doutrinado para acreditar que um ateu é uma espécie de Satanás. Como resolver esse impasse? (Talvez ele tenha lembrado, naquele momento, que o pastor avisara que o diabo assumia formas muito sedutoras para roubar a alma dos crentes. Mas, como não dá para ler pensamentos, só é possível afirmar que o taxista parecia viver um embate interno: ele não conseguia se convencer de que a mulher que agora falava sobre o cartão do banco que tinha perdido era a personificação do mal.)

Chegaram ao destino depois de mais algumas conversas corriqueiras. Ao se despedir, ela agradeceu a corrida e desejou a ele um bom fim de semana e uma boa noite. Ele retribuiu. E então, não conseguiu conter-se:

– Veja se aparece lá na igreja! – gritou, quando ela abria a porta.
– Veja se vira ateu! – ela retribuiu, bem humorada, antes de fechá-la.
Ainda deu tempo de ouvir uma risada nervosa. 

 

A parábola do taxista me faz pensar em como a vida dos ateus poderá ser dura num Brasil cada vez mais evangélico – ou cada vez mais neopentecostal, já que é esta a característica das igrejas evangélicas que mais crescem. O catolicismo – no mundo contemporâneo, bem sublinhado – mantém uma relação de tolerância com o ateísmo. Por várias razões. Entre elas, a de que é possível ser católico – e não praticante. O fato de você não frequentar a igreja nem pagar o dízimo não chama maior atenção no Brasil católico nem condena ninguém ao inferno. Outra razão importante é que o catolicismo está disseminado na cultura, entrelaçado a uma forma de ver o mundo que influencia inclusive os ateus. Ser ateu num país de maioria católica nunca ameaçou a convivência entre os vizinhos. Ou entre taxistas e passageiros.

Já com os evangélicos neopentecostais, caso das inúmeras igrejas que se multiplicam com nomes cada vez mais imaginativos pelas esquinas das grandes e das pequenas cidades, pelos sertões e pela floresta amazônica, o caso é diferente. E não faço aqui nenhum juízo de valor sobre a fé católica ou a dos neopentecostais. Cada um tem o direito de professar a fé que quiser – assim como a sua não fé. Meu interesse é tentar compreender como essa porção cada vez mais numerosa do país está mudando o modo de ver o mundo e o modo de se relacionar com a cultura. Está mudando a forma de ser brasileiro.

Por que os ateus são uma ameaça às novas denominações evangélicas? Porque as neopentecostais – e não falo aqui nenhuma novidade – são constituídas no modo capitalista. Regidas, portanto, pelas leis de mercado. Por isso, nessas novas igrejas, não há como ser um evangélico não praticante. É possível, como o taxista exemplifica muito bem, pular de uma para outra, como um consumidor diante de vitrines que tentam seduzi-lo a entrar na loja pelo brilho de suas ofertas. Essa dificuldade de “fidelizar um fiel”, ao gerir a igreja como um modelo de negócio, obriga as neopentecostais a uma disputa de mercado cada vez mais agressiva e também a buscar fatias ainda inexploradas. É preciso que os fiéis estejam dentro das igrejas – e elas estão sempre de portas abertas – para consumir um dos muitos produtos milagrosos ou para serem consumidos por doações em dinheiro ou em espécie. O templo é um shopping da fé, com as vantagens e as desvantagens que isso implica.

É também por essa razão que a Igreja Católica, que em períodos de sua longa história atraiu fiéis com ossos de santos e passes para o céu, vive hoje o dilema de ser ameaçada pela vulgaridade das relações capitalistas numa fé de mercado. Dilema que procura resolver de uma maneira bastante inteligente, ao manter a salvo a tradição que tem lhe garantido poder e influência há dois mil anos, mas ao mesmo tempo estimular sua versão de mercado, encarnada pelos carismáticos. Como uma espécie de vanguarda, que contém o avanço das tropas “inimigas” lá na frente sem comprometer a integridade do exército que se mantém mais atrás, padres pop star como Marcelo Rossi e movimentos como a Canção Nova têm sido estratégicos para reduzir a sangria de fiéis para as neopentecostais. Não fosse esse tipo de abordagem mais agressiva e possivelmente já existiria uma porção ainda maior de evangélicos no país.

Tudo indica que a parábola do taxista se tornará cada vez mais frequente nas ruas do Brasil – em novas e ferozes versões. Afinal, não há nada mais ameaçador para o mercado do que quem está fora do mercado por convicção. E quem está fora do mercado da fé? Os ateus. É possível convencer um católico, um espírita ou um umbandista a mudar de religião. Mas é bem mais difícil – quando não impossível – converter um ateu. Para quem não acredita na existência de Deus, qualquer produto religioso, seja ele material, como um travesseiro que cura doenças, ou subjetivo, como o conforto da vida eterna, não tem qualquer apelo. Seria como vender gelo para um esquimó.

Tenho muitos amigos ateus. E eles me contam que têm evitado se apresentar dessa maneira porque a reação é cada vez mais hostil. Por enquanto, a reação é como a do taxista: “Deus me livre!”. Mas percebem que o cerco se aperta e, a qualquer momento, temem que alguém possa empunhar um punhado de dentes de alho diante deles ou iniciar um exorcismo ali mesmo, no sinal fechado ou na padaria da esquina. Acuados, têm preferido declarar-se “agnósticos”. Com sorte, parte dos crentes pode ficar em dúvida e pensar que é alguma igreja nova.

Já conhecia a “Bola de Neve” (ou “Bola de Neve Church, para os íntimos”, como diz o seu site), mas nunca tinha ouvido falar da “Novidade de Vida”. Busquei o site da igreja na internet. Na página de abertura, me deparei com uma preleção intitulada: “O perigo da tolerância”. O texto fala sobre as famílias, afirma que Deus não é tolerante e incita os fiéis a não tolerar o que não venha de Deus. Tolerar “coisas erradas” é o mesmo que “criar demônios de estimação”. Entre as muitas frases exemplares, uma se destaca: “Hoje em dia, o mal da sociedade tem sido a Tolerância (em negrito e em maiúscula)”. Deus me livre!, um ateu talvez tenha vontade de dizer. Mas nem esse conforto lhe resta.

Ainda que o crescimento evangélico no Brasil venha sendo investigado tanto pela academia como pelo jornalismo, é pouco para a profundidade das mudanças que tem trazido à vida cotidiana do país. As transformações no modo de ser brasileiro talvez sejam maiores do que possa parecer à primeira vista. Talvez estejam alterando o “homem cordial” – não no sentido estrito conferido por Sérgio Buarque de Holanda, mas no sentido atribuído pelo senso comum.

Me arriscaria a dizer que a liberdade de credo – e, portanto, também de não credo – determinada pela Constituição está sendo solapada na prática do dia a dia. Não deixa de ser curioso que, no século XXI, ser ateu volte a ter um conteúdo revolucionário. Mas, depois que Sarah Sheeva, uma das filhas de Pepeu Gomes e Baby do Brasil, passou a pastorear mulheres virgens – ou com vontade de voltar a ser – em busca de príncipes encantados, na “Igreja Celular Internacional”, nada mais me surpreende.

Se Deus existe, que nos livre de sermos obrigados a acreditar nele.

Deixe um comentário »

A vítima é a culpada?

 

Original: http://colunas.epoca.globo.com/mulher7por7/2011/11/24/a-vitima-e-a-culpada/

imageO filme Confiar, dirigido por David Schwimmer (ele mesmo, o Ross do seriado Friends) não é exatamente novo. Estreou no Brasil no final de agosto, mas só fui assistir no último final de semana. Na trama, Annie, uma menina de 14 anos, é estuprada por um homem que conhece na internet. A adolescente acredita conversar com um menino da mesma idade, e só descobre que o namorado virtual era vinte anos mais velho quando, apaixonada, resolve se encontrar com ele escondida dos pais.

Mais do que o problema da pedofilia pela internet, o filme retrata com muita sensibilidade todo o drama que cerca não só a vítima, mas todos que convivem com ela. Por estar apaixonada por seu agressor, Annie demora a aceitar que foi vítima de um estupro, o que deixa seu pai transtornado e abala toda a estrutura familiar.

Uma das cenas que mais chama a atenção é quando o pai de Annie, vivido por Clive Owen, resolve desabafar e contar o problema para um amigo do trabalho. Num primeiro momento, o colega se mostra surpreso e solidário, mas quando o personagem conta como o estupro tinha acontecido, o amigo comenta algo como “Ah? Foi assim? Então menos mal, achei que ela tivesse sido atacada”.

Não é raro ver no mundo real a mesma reação. Ver pessoas invertendo os papéis e colocando as vítimas de abuso sexual como responsáveis pelo crime que sofreram. Recentemente, vi a notícia de que uma funcionária de uma empresa teria sido estuprada por oito colegas de trabalho. Não contentes em estuprá-la, ainda filmaram e mostraram para outros funcionários. Eles alegaram que ela estava bêbada e consentiu. Segundo a polícia, o vídeo mostra a mulher desfalecida, sem condições de decidir qualquer coisa.

Aí aparecem os comentários “Mas ela precisava ter bebido tanto?” “Precisava ter saído sozinha com oito homens?” Não sei. Talvez ela pudesse ter evitado essa situação? Talvez. Mas, honestamente, não acho que nenhum desses argumentos justifique um crime tão covarde e hediondo. Aliás, nada justifica. E você? O que acha?

Ah, pra quem se interessou pelo filme, este é o trailer oficial legendado.

Comentário da matéria:

  • Magdiel Lima 26/11/2011 | 15:49

    Concordo em partes, mas convenhamos que essa juventude está desvirtuada. Não acho certo o termo ‘estupro’, o tempo passou e continuam vendo os jovens e adolescentes como seres de total inocência. Tanto no caso da pedofilia, quanto no tráfico, homicídios e etc.
    Adolescentes, jovens? Sim. Mas imprudentes e inconsequentes também. Não é preciso ter mais de 18 para se ter caráter.

  •  

    Sheila24/11/2011 | 10:14

    Deu muita vontade de ver o filme! "Não", significa "não". E o silêncio – como no caso da mulher que estava completamente inconsciente – não significa "sim". Muito menos quando covardemente atacada por vários homens. Infelizmente comentários e questionamentos aparecem mas temos que nos firmar no fato de que é absurdo se achar que, seja de qual forma foi cometido, o estupro é aceitável!

    Deixe um comentário »

    Mulher usa site de namoro para jantar de graça todo dia. Esperteza ou sacanagem?

    Fonte: http://colunas.epoca.globo.com/mulher7por7/2011/11/30/mulher-usa-site-de-namoro-para-jantar-de-graca-todo-dia/image

    A crise econômica está afetando muita gente. Mas a americana Minerva McGonagall (nome fictício), de 23 anos, decidiu que não ia mudar seu estilo de vida por causa disso. Ela não mudou para um apartamento mais barato, não deixou de comprar o que gosta nem deixou de comer bem. Para manter seu padrão de vida, Minerva encontrou uma solução no mínimo inusitada: cadastrou-se num site de namoro, o Match.com, e marca cinco encontros por semana. Como querem impressionar, os homens sempre acabam pagando a conta do jantar – e, com isso, segundo cálculos da Business Insider, ela acaba economizando cerca de US$ 1200 por mês.

    Minerva conta que aprendeu o truque com uma amiga que ganhava pouco como ela, mas saía para jantares sofisticados quase toda noite. Descobriu o segredo do site de encontros e decidiu fazer o mesmo, mas estabeleceu suas regras: nunca sair mais de cinco vezes com o mesmo homem, sempre encontrar o pretendente em um lugar público e deixar uma amiga avisada do destino.

    Seu único gasto é a mensalidade do site de namoro, de US$ 50. Parece um negócio e tanto, não? Sim. Tirando que Minerva tinha que se arrumar todo dia para um encontro. E tinha que repetir, toda noite, o mesmo papinho “quem sou, o que faço, de onde venho, do que gosto”. E, pior, tinha que aguentar a companhia de homens pelos quais ela não estava interessada em troco de um bom bife com risoto e de uma taça de champanhe. Vale mesmo a pena?

    Minerva diz que cansou de jogar o jogo e deixou de pagar seus jantares com encontros – ela agora tem um namorado (será que ele paga a conta sempre?) –, mas a reportagem sobre a prática gerou comentários revoltados na internet. Muitos a compararam a uma prostituta. Mas fato é que ela não vendia o próprio corpo nem ganhava dinheiro – a rigor, ela só o economizava. E nenhuma mulher é obrigada a sair, de fato, com alguém com quem teve um encontro e pagou sua conta. Isso, porém, não torna louvável a sua prática.

    Deixe um comentário »

    Avião perde roda em pleno voo no Reino Unido

    Fonte: http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/internacional/2011/11/11/aviao-perde-roda-no-ar-e-passageiros-entram-em-panico-durante-voo-no-reino-unido.jhtm

     

    imageOs passageiros que embarcaram no voo de Exeter, em Devon, para Newcastle, ambos na Inglaterra, esperavam uma viagem tranquila, mas levaram um susto quando um dos passageiros percebeu que a aeronave estava com problemas.

    Ao olhar pela janela, Martin Brown, 30, percebeu que uma das rodas do avião, um Dash Q400, havia caído e logo comunicou à tripulação. Ele foi um dos sete passageiros que afirmaram ter visto o momento em que a roda soltou do avião, logo após a decolagem.

    "Eu olhei pela janela e vi que faltava uma das rodas. Olhei para a pessoa que estava ao meu lado e disse:’Sem querer te preocupar, acho que a roda do avião soltou’", disse Brown.

    Antes de avisar ao piloto do ocorrido, os demais passageiros perceberam a situação logo entrarem em pânico.

    Enquanto o piloto sobrevoava a cidade para gastar um pouco do combustível – o que levou cerca de uma hora – antes de retornar ao aeroporto, boa parte dos 39 passageiros a bordo começou a enviar mensagens de despedida aos familiares.

    "Foi horrível. Eu mandei mensagens de despedida para os meus pais e para o meu filho dizendo que eu amava eles e que essa poderia ser nossa última conversa", disse Christina Jackman, 28.

    Mesmo com todo o pânico, o piloto conseguiu realizar um pouso de emergência  – com uma roda a menos – no aeroporto de Devon sem que ninguém ficasse ferido.

    O incidente acontecem em 3 de março e só agora foi divulgado pela agência Ade investigações aéreas AAIB (Air Accidents Investigation Branch). Segundo o órgão, um aumento da temperatura teria provocado a quebra de uma peça e soltado a roda.

    Deixe um comentário »

    Já é Natal: entenda por que sentimos o tempo passar mais rápido

    Original: http://estilo.uol.com.br/comportamento/ultimas-noticias/2011/10/27/o-natal-esta-chegando-mas-ja.htm

    Panetones nas prateleiras dos supermercados, decoração natalina nos shoppings e pinheirinhos à venda não deixam dúvida: o Natal está chegando. De novo. E, com ele, aquele comentário tão tradicional quanto o especial do Roberto Carlos na TV: “Como esse ano passou rápido!”. Dizemos e ouvimos isso ano após ano, principalmente quando o final do segundo semestre dá seus primeiros sinais. O tempo parece estar com pressa.  Está mesmo?

    A percepção de que os dias passam de forma mais acelerada acontece porque nós estamos vivendo mais acelerados. É o que diz Luiz Menna-Barreto, professor da área de cronobiologia da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP. “A sensação de que a cada ano o tempo parece passar mais rapidamente está associada à crescente diversidade de demandas às quais estamos submetidos, quase todas exigindo respostas cada vez mais rápidas”, afirma.

    Contornar a pressa moderna e fazer do tempo um aliado exige planejamento, afirma o especialista em produtividade e administração do tempo Christian Barbosa, da Triad Consulting. “A metade das pessoas não acompanha o ano passar, e a ficha cai quando o próximo chega. Elas têm a sensação de que a vida está correndo, mas não conseguem aproveitá-la.”

    A velocidade do passar do tempo, porém, varia de pessoa para pessoa e de acordo com a experiência vivida em cada momento. Ao responder uma questão sobre o que era a teoria da relatividade, conta Menna-Barreto, Einstein comparou: uma hora ao lado da namorada parece passar em cinco minutos; já 15 minutos na fila do banco parecem demorar uma hora. “Isso significa que a nossa percepção do tempo está associada ao que estamos fazendo, ao quanto isso nos motiva e a quão bem ou mal-sucedidos somos.”

    Os fatores que fazem nossa percepção de tempo estar mais ou menos acelerada se misturam. “A densidade de informação, a atenção que damos ao tempo e o grau de expectativa sobre a experiência vivida alteram essa sensação”, aponta José Lino Oliveira Bueno, professor de psicobiologia da USP.

    O estado emocional tem grande influência na percepção do tempo por cada um. Em uma de suas experiências, Bueno expôs dois grupos de leigos à música “Quadros de uma Exposição”, composição erudita de Modest Mussorgsky. Uma parte a ouviu após receber meras informações técnicas sobre a obra. Outra pôde ver imagens do autor durante a execução da música e soube que ela havia sido composta para um amigo morto havia pouco tempo. O segundo grupo, que se envolveu com o drama do compositor, achou que a música durou mais. 

    Fazer planos para um ano que está prestes a se iniciar é algo comum. Afinal, é quando as esperanças se renovam e a mudança de um número no calendário oferece a chance de sonhar. De acordo com Christian Barbosa, contudo, os sonhos permanecem, em geral, na esfera do desejo. “O ‘vírus’ do Ano-Novo chega por volta de 10 de dezembro e permanece por um mês. No Carnaval, nem lembramos que esse vírus existiu.”

    A dica de Barbosa para não sentirmos que o tempo está voando é incluir novas experiências no cotidiano, como matricular-se em algum curso ou selecionar uma nova rota de caminho para o trabalho. Afinal, os segundos passam, um após o outro, sempre com a mesma duração. É o nível de envolvimento do cérebro com o momento presente que pode fazer o tempo parar ou correr. Refletir sobre a ação que está sendo realizada faz com que se tenha a sensação de ganhar essa queda de braço com o tempo. Então, aproveite: faltam menos de dois meses para o Natal.

    Deixe um comentário »

    Google se recusa a remover vídeos com brutalidade policial

    Fonte: http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2011/10/google-se-recusa-remover-videos-com-brutalidade-policial.html

     

    O Google negou a solicitação de uma autoridade não especificada referente à publicação de um vídeo postado no YouTube, que flagra a brutalidade de policiais durante as manifestações do movimento Occupy Wall Street. Um dos órgãos da polícia norte-americana solicitou a remoção do vídeo através de e-mail eviado para o Google, alegando abuso de autoridade.

    As manifestações do Occupy Wall Street estão acontecendo nas principais cidades dos EUA nos últimos dias. O objetivo é protestar contra a estratégia do governo estadunidense em combater a atual crise financeira, além de questionar a postura das grandes corporações que  são supostamente responsáveis pelo atual momento da economia dos EUA.

    solicitação de remoção (Foto: Reprodução)

    Google recebe pedido para retirar vídeo de brutalidade da polícia norte-americana (Foto: Reprodução)

    Essa não é a primeira vez que o Google recebe uma solicitação de remoção de um vídeo de uma autoridade ou representante governamental. De fato, quando um vídeo é hospedado no YouTube sem as devidas autorizações legais, o Google deve retirá-lo do site, gostando ou não da decisão. Por outro lado, o vídeo em questão conta com o caráter informativo e, com um grande teor de denúncia, mostra o despreparo dos oficiais da lei em lidar com os manifestantes.

    Essa é uma linha tênue que o Google caminha todos os dias e que eles esperam poder traçar com o seu Relatório de Transparência. O relatório corresponde ao primeiro semestre de 2011 e conta com um parágrafo que deixa claro a sua posição sobre o assunto: "Nós recebemos um pedido de uma agência local de aplicação da lei para retirar vídeos do YouTube que mostram cenas de brutalidade policial e nós não vamos remover".

    O relatório continua, dizendo que outros vídeos ligados à polícia receberam solicitações de remoção, alegando difamação. No entanto, os mesmos também não foram removidos. Com isso, o Google está deixando bem claro que não vai tomar nenhuma medida caso o usuário do serviço publique algum vídeo que acabe denunciando uma postura violenta das autoridades.

    O relatório de transparência da empresa é uma maneira que a empresa encontrou para incentivar os usuários, mostrando que eles podem confiar na empresa para, quando preciso, denunciar atos ilegais das autoridades.

    Não houve nenhum tipo de intimação ou ação judicial solicitando a remoção do vídeo. Vale a pena esperar os próximos acontecimentos. Quem sabe algum nome se apresenta e se responsabiliza pela solicitação ao Google.

    Deixe um comentário »

    Conheça a brasileira que dá voz ao Google e virou ‘estrela’ de trotes

    Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2011/10/conheca-brasileira-que-da-voz-ao-google-e-virou-estrela-de-trotes.html

    image

    A mulher que dá voz ao Google no Brasil tem 49 anos, é casada, mãe de dois filhos e moradora de São Paulo. Além de pronunciar as palavras em português, Regina Bittar é responsável, por tabela, pelas piadas e trotes feitos com a voz robótica do Google Translator na internet.

    “Eu não acho estranho a minha voz estar em várias brincadeiras do YouTube porque aquilo é uma máquina. Para mim, é a voz do Google, não sou eu”, diz Regina, que diz que não pode dar muitos detalhes sobre como foi a gravação. “O que posso falar é que participei de uma seleção com uma fonodióloga e comecei as gravações no início de 2009”. O recurso de voz da ferramenta de tradução gratuita do Google foi lançado em português em maio de 2010.

    Regina tomou conhecimento sobre as piadas há cerca de quatro meses, por meio de uma amiga também locutora. "Ela me disse: ‘Regina, olha o que estão fazendo com a sua voz’. Mas eu não levo para o lado pessoal. Eu acho que quem faz a brincadeira tem muito mais autoria do que eu”. Ela acredita que a curiosidade em torno da voz e os trotes serão passageiros. “O brasileiro faz piada de tudo. Amanhã já tem algo novo na internet”, diz. Entre os vídeos preferidos de Regina está a da menina que briga com a voz do Google, que a manda ir dormir. “O vídeo com o trote da pizza já teve mais de 1 milhão de acessos, é incrível”.

    Responsável pela locução de diversos comerciais de TV, Regina já está acostumada a ouvir a própria voz, mas no caso do Google Tradutor é diferente. “Na primeira vez que usei a ferramenta, eu ria sozinha. Apesar dos anos, ainda tomo sustos. Até hoje me impressiono com o que fiz”, conta. “Recentemente, eu comprei um iPhone e um amigo me disse: ‘você também está lá’”, diz a locutora sobre o aplicativo do Google para o smartphone da Apple.
    Regina usa frequentemente o Google Tradutor. Além de fazer consultas em inglês, ela também usa o português para saber como se pronuncia as palavras. “Um dia fui gravar um institucional e tinha o termo ‘absenteísmo’. Por não saber como se falava, consultei a ‘voz do Google’ e deu certo”.
    A curiosidade por saber quem está por trás da voz vem da época do rádio, segundo Regina. “Todo mundo imaginava como eram os locutores”. Ela conta que até hoje a profissão chama a atenção das pessoas. “Quando eu falo que trabalho com locução, muita gente me pede: ‘Ai, fala alguma coisa’”. O trabalho para o Google aumentou a curiosidade. “Fui em um casamento esses dias e a noiva distribuiu câmeras fotográficas para todo mundo. Pedi para os meus amigos fazerem pose e eles disseram: ‘Só se você pedir com a voz do Google’”.

    Voz ‘robótica’
    O Google Tradutor não foi o primeiro trabalho que Regina gravou para uma “máquina”. No início dos anos 2000, ela era a apresentadora da assistente virtual lançada pela Gradiente, a “Mediz”. A partir de um reconhecimento de voz, os usuários ligavam para o portal e tinham vários locutores de plantão que davam notícias sobre trânsito e tempo. “Essa foi uma experiência forte, era como se a máquina fosse uma pessoa. Teve uma moça que ligou desesperada porque o namorado estava apaixonado pela ‘Mediz’. Sempre existiu esse fetiche pela máquina”.

    Para gravar o Google Tradutor, Regina usou uma voz pausada e linear, ou seja, sem emoção ou musicalidade. “Há diferenças de linguagem para cada veículo. O rádio, por exemplo, é áudio puro, sem imagens, por isso a interpretação é mais acentuada”, explica. Segundo Regina, a voz eletrônica não pode ser muito rápida nem coloquial, pois quem está ouvindo não irá prestar atenção. “A voz é a mesma, o que muda é o tom. Na minha opinião, o locutor é como o vinho, vai ficando cada vez melhor. Com o tempo, você aprende a usar o seu ‘instrumento’”.
    Antes de começar sua carreira como locutora, Regina trabalhou na mídia impressa, no jornal “A Tribuna”, de Santos, cidade onde nasceu. Logo depois, ela começou a fazer uma revista de moda que circulava pela cidade. Certa vez, o diretor artístico da revista disse a Regina que ela tinha um timbre lindo e deveria ser locutora. “Ele, então, me convidou para fazer uma propaganda. Logo depois, quando a revista acabou, ele me convidou para apresentar uma rádio-revista. As pessoas começaram a gostar da minha voz. O rádio é maravilhoso porque você tem um retorno imediato dos ouvintes. E eu acabei me encantando”.
    Depois de ir morar no exterior, Regina voltou para São Paulo e decidiu focar sua carreira como locutora. “Antes de começar no rádio, resolvi trabalhar em estúdio e tive a oportunidade de gravar com grandes locutores do Clube da Voz. Meu grande objetivo era ser locutora do grupo, que foi uma grande escola”. O Clube da Voz foi fundado em novembro de 1992 e reúne locutores que atuam em publicidade. Hoje, o grupo é formado por radialistas, jornalistas, publicitários, atores e dubladores.

    Deixe um comentário »

    Alemão desaparecido pode ter sido vítima de canibalismo na Polinésia Francesa

    Fonte: http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/internacional/2011/10/17/alemao-desaparecido-pode-ter-sido-vitima-de-canibalismo-na-polinesia-francesa.jhtm

     

    imageO marinheiro alemão Stefan Ramin, 40, fazia a viagem de seus sonhos em uma ilha na Polinésia Francesa, no Pacífico Sul, até que tudo virou pesadelo um mês atrás.

    Ao lado da namorada, Heike Dorsch, 37, ele havia ancorado seu barco em Nuku Hiva, para participar de uma tradicional caça às cabras na ilha de cerca de 2.000 habitantes.

    No entanto, após sair para caçar com um guia local chamado Henri Haiti, desapareceu. Segundo Dorsch, Haiti voltou sozinho e disse a ela que um acidente havia ocorrido e que Ramin precisava de ajuda.

    Antes que ela pudesse buscar socorro, ele a amarrou a uma árvore e a agrediu sexualmente. Dorsch, no entanto, conseguiu escapar e avisar as autoridades.

    Na semana passada, a polícia local encontrou, em meio a brasas, cinzas, ossos e dentes que acredita ser de Ramin.

    Os restos foram enviados à Paris para confirmar se são realmente do marinheiro. José Thorel, investigador francês, não excluiu a possibilidade de que os ossos e dentes sejam de Ramin, mas ressaltou que os testes podem demorar semanas.

    Enquanto isso, o tabloide alemão “Bild” afirmou que Haiti era um “provável canibal”.

    “Cinzas estavam distribuídas por um acampamento, ao lado de ossos e dentes. O cheiro era de carne queimada. No local também havia roupas espalhadas. Um promotor acredita que ele foi assassinado por um canibal e partes dele foram comidas”, reportou o periódico.

    Haiti está desaparecido e agora está na mira de investigações da polícia local.

    Um porta-voz do governo alemão informou que “o ministro das Relações Exteriores e a polícia federal estão investigando o caso ao lado de autoridades locais”.

    O marinheiro alemão Stefan Ramin, 40, fazia a viagem de seus sonhos em uma ilha na Polinésia Francesa, no Pacífico Sul, até que tudo virou pesadelo um mês atrás.

    Ao lado da namorada, Heike Dorsch, 37, ele havia ancorado seu barco em Nuku Hiva, para participar de uma tradicional caça às cabras na ilha de cerca de 2.000 habitantes.

    No entanto, após sair para caçar com um guia local chamado Henri Haiti, desapareceu. Segundo Dorsch, Haiti voltou sozinho e disse a ela que um acidente havia ocorrido e que Ramin precisava de ajuda.

    Antes que ela pudesse buscar socorro, ele a amarrou a uma árvore e a agrediu sexualmente. Dorsch, no entanto, conseguiu escapar e avisar as autoridades.

    Na semana passada, a polícia local encontrou, em meio a brasas, cinzas, ossos e dentes que acredita ser de Ramin.

    Os restos foram enviados à Paris para confirmar se são realmente do marinheiro. José Thorel, investigador francês, não excluiu a possibilidade de que os ossos e dentes sejam de Ramin, mas ressaltou que os testes podem demorar semanas.

    Enquanto isso, o tabloide alemão “Bild” afirmou que Haiti era um “provável canibal”.

    “Cinzas estavam distribuídas por um acampamento, ao lado de ossos e dentes. O cheiro era de carne queimada. No local também havia roupas espalhadas. Um promotor acredita que ele foi assassinado por um canibal e partes dele foram comidas”, reportou o periódico.

    Haiti está desaparecido e agora está na mira de investigações da polícia local.

    Um porta-voz do governo alemão informou que “o ministro das Relações Exteriores e a polícia federal estão investigando o caso ao lado de autoridades locais”.


     

    Atualizado 18/10/2011 17:24

    A vice-prefeita da ilha de Nuku Hiva, na Polinésia Francesa, negou, em entrevista à BBC, que um turista alemão que está desaparecido desde o dia 9 de outubro tenha sido vítima de canibalismo.

    Segundo Deborah Kimitete, a história, que vem sendo divulgada por parte da imprensa alemã e por outras publicações, teria sido criada por um repórter e não reflete a verdade.

    "Eles encontraram ossos queimados. É isso. Eu não sei por que eles estão falando de canibalismo", disse Kimitete à BBC.

    "Tribos lutavam umas contra as outras e era uma forma de absorver o poder do inimigo."
    Segundo Kimitete, a população está profundamente magoada com o destaque dado à notícia. Ela acredita que a imagem da ilha pode ser prejudicada.

    Fonte: http://noticias.uol.com.br/bbc/2011/10/18/polinesia-francesa-nega-que-turista-tenha-sido-vitima-de-canibalismo.jhtm

     


    Atualizada 04/11/2011 11:57

    A namorada do turista alemão que desapareceu na Polinésia Francesa detalhou, em entrevista a uma revista alemã, como escapou da morte nas mãos do suposto canibal que teria matado seu namorado.

    Na entrevista, Dorsch conta que ela e o namorado conheceram algumas pessoas na ilha enquanto estavam ancorados no local, incluindo o guia. “À noite ele voltou sozinho, dizendo que Stefan precisava de ajuda. Eu peguei uma tocha e o segui floresta a dentro”, contou Dorsch.

    “De repente, ele me ameaçou. Colocou uma arma no meu nariz e disse em francês que eu ia morrer. Eu pulei na arma gritando: “Não, eu não vou morrer”, acrescentou, dizendo que, durante a briga, estava certa que ele iria violenta-la.

    Quando conseguiu se livrar, ela conta que correu em direção à praia e nadou até o único barco que estava perto do seu. As pessoas que estavam a bordo a ajudaram e chamaram a polícia.

    O guia continua sendo procurado na ilha de Nuku Hiva. As informações são do Daily Mail.

    Fonte: http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/internacional/2011/11/03/namorada-de-alemao-desaparecido-na-polinesia-francesa-detalha-suposto-ataque.jhtm

    2 comentários »

    Jobs

    Tim Cook enviou a seguinte mensagem aos funcionários da Apple, divulgada também no Apple.com e da qual foi retirado o parágrafo que está logo acima:

    Equipe,

    Tenho uma notícia muito triste para compartilhar com todos vocês. Steve se foi hoje mais cedo.

    A Apple perdeu um visionário e um gênio criativo, e o mundo perdeu um ser humano sensacional. Aqueles de nós que foram sortudos o suficiente para conhecer e trabalhar com Steve perderam um querido amigo e um mentor inspirador. Steve deixa a nós uma grande empresa que apenas ele poderia ter construído, e seu espírito será para sempre a fundação da Apple.

    Estamos planejando uma celebração da vida extraordinária de Steve para funcionários da Apple que vai ocorrer em breve. Se vocês quiserem compartilhar pensamentos, lembranças e condolências nesse ínterim, vocês podem apenas enviar um email para rememberingsteve@apple.com.

    Palavras não podem expressar adequadamente nossa tristeza com a morte de Steve ou nossa gratidão pela oportunidade de trabalhar com ele. Honraremos sua memória nos dedicando a dar continuidade ao trabalho que ele tanto adorava.

    Tim

    Além disso, o conselho da Maçã divulgou a seguinte mensagem:

    Estamos profundamente entristecidos em anunciar que Steve Jobs se foi hoje.

    O brilhantismo, a paixão e a energia de Steve foram as fontes de inúmeras inovações que enriqueceram e melhoraram todas as nossas vidas. O mundo é incomensuravelmente melhor por causa de Steve.

    Seu maior amor era por sua esposa, Laurene, e por sua família. Nossos corações estão com eles e com todos que foram tocados por suas dádivas extraordinárias.

    Atualização II por Halex Pereira

    A família Jobs também divulgou uma declaração oficial:

    Steve morreu pacificamente hoje cercado por sua família.

    Em sua vida pública, Steve era conhecido como um visionário; em sua vida privada, ele festejava sua família. Somos gratos às muitas pessoas que compartilharam suas orações e votos de melhora durante o último ano da doença de Steve; um site será disponibilizado para aqueles que quiserem prestar tributos e compartilhar memórias.

    Somos gratos pelo apoio e a doçura daqueles que compartilham nossos sentimentos por Steve. Conhecemos muitos de vocês que estarão de luto conosco, e pedimos que respeitem nossa privacidade durante este tempo de pesar.

    Bill Gates também se pronunciou a respeito do falecimento de Steve:

    Estou verdadeiramente entristecido por saber da morte de Steve Jobs. Melinda e eu estendemos nossas sinceras condolências a sua família e amigos, e a todos que Steve tocou através de seu trabalho.

    Steve e eu nos encontramos pela primeira vez há 30 anos e fomos colegas, competidores e amigos no curso de mais da metade de nossas vidas.

    O mundo raramente vê alguém que tenha tido um impacto profundo como o de Steve, cujo legado será sentido por muitas gerações por vir.

    Para aqueles que tiveram a sorte de trabalhar com ele, it’s been an insanely great honor. Sentirei uma imensa saudade dele.

    Mark Zuckerberg também deixou uma pequena mensagem:

    Steve, obrigado por ter sido um mentor e um amigo. Obrigado por mostrar que o que você constrói pode mudar o mundo. Sentirei sua falta.

    Atualização III por Halex Pereira

    Sergey Brin e Larry Page, fundadores do Google, publicaram as seguintes mensagens sobre o falecimento de Jobs, respectivamente:

    Desde os primeiros dias do Google, quando quer que Larry e eu buscássemos de inspiração para nossa visão e liderança, não precisávamos olhar além de Cupertino. Steve, sua paixão pela excelência é sentida por qualquer um que tenha alguma vez tocado um produto da Apple (inclusive o MacBook no qual estou escrevendo isto agora). E eu fui testemunha disso em pessoa nas poucas vezes em que nos encontramos.

    Em nome de todos nós no Google e, mais amplamente, no mundo da tecnologia, sua falta será muito sentida. Meus pêsames a família, amigos e colegas da Apple.

    Estou muito, muito triste por ouvir essa notícia sobre Steve. Ele foi um grande homem com conquistas incríveis e de um brilhantismo fantástico. Ele sempre parecia capaz de dizer com poucas palavras o que você estava realmente pensando antes que você pensasse. Seu foco na experiência do usuário acima de tudo foi sempre uma inspiração para mim. Ele foi muito gentil ao me procurar quando me tornei CEO do Google e cedeu tempo para oferecer seus conselhos mesmo que ele não estivesse nada bem. Meus pensamentos e os do Google estão com sua família e com toda a família Apple.

    Barack Obama, presidente dos Estados Unidos, publicou um tweet e uma declaração mais extensa sobre Steve:

    Rest in peace, Steve Jobs. From all of us at #Obama2012, thank you for the work you make possible every day—including ours.

    about 11 hours ago via webReplyRetweetFavorite

    @BarackObama

    Barack Obama

    Descanse em paz, Steve Jobs. De todos nós na #Obama2012, obrigado pelo trabalho que você tornou possível todos os dias — incluindo o nosso.

    Michelle e eu estamos tristes por saber do falecimento de Steve Jobs. Steve estava entre os maiores dos inovadores americanos — bravo o bastante para pensar diferente, ousado o suficiente para crer que podia mudar o mundo e talentoso o bastante para conseguir.

    Ao construir uma das companhias mais bem-sucedidas do planeta em sua garagem, ele foi um exemplo da engenhosidade do espírito americano. Ao fazer o computador pessoal e colocar a internet em nossos bolsos, ele tornou a revolução da informação não apenas acessível, como também intuitiva e divertida. E, por voltar seus talentos para as histórias que contava, ele trouxe alegria às vidas de milhões de crianças e adultos. Steve gostava de dizer que ele vivia cada dia como se fosse o último. Por causa disso, ele transformou nossas vidas, redefiniu indústrias inteiras e alcançou um dos mais raros feitos na história da humanidade: ele mudou a forma como cada um de nós vê o mundo.

    O mundo perdeu um visionário. E não haveria tributo maior ao sucesso de Steve do que o fato de que boa parte do mundo soube de sua morte em um aparelho que ele inventou. Michelle e eu mandamos nossos pensamentos e orações à esposa de Steve, Laurene, a sua família e a todos que o amavam.

    O momento é adequado para lembrar do memorável discurso de Steve Jobs na Universidade de Stanford, o qual você pode ver abaixo, legendado em português:

    Atualização IV por Halex Pereira

    Também divulgaram declarações Mike Bloomberg, prefeito de Nova York; Bob Iger, CEO da Disney; Jerry Yang e Carol Bartz, cofundador e ex-CEO do Yahoo!; Arnold Schwarzenegger, ex-governador da Califórnia; Oprah Winfrey, e Michael Dell, CEO e cofundador da Dell.

    Atualização V por Halex Pereira

    Robert Scoble registrou várias imagens de Infinite Loop agora há pouco e as compartilhou no Google+. Selecionamos duas delas:

    Bandeiras a meio mastro em Infinite Loop

    Bandeiras a meio mastro em Infinite Loop

    Flores em 1 Infinite Loop

    Walt Mossberg, colunista de tecnologia do Wall Street Journal, também já publicou seu texto sobre a morte de Jobs.

    Eis a Apple Store, Fifth Avenue, em Nova York, agora há pouco:

    Loja de NYC após a morte de Jobs

    Atualização VII

    Mais homenagens — começando por Paul Allen, cofundador da Microsoft:

    My condolences to Steve Jobs family and friends. We’ve lost a unique tech pioneer and auteur who knew how to make amazingly great products.

    about 12 hours ago via webReplyRetweetFavorite

    @PaulGAllen

    Paul Allen

    Dick Costolo, CEO do Twitter:

    Once in a rare while, somebody comes along who doesnt just raise the bar, they create an entirely new standard of measurement. #RIPSteveJobs

    about 11 hours ago via webReplyRetweetFavorite

    @dickc

    dick costolo

    Mike Lazaridis e Jim Balsillie, diretores da Research In Motion (RIM):

    Steve Jobs foi um grande visionário e um concorrente respeitado. Nós estendemos as nossas mais profundas condolências para sua família e para todos os empregados da Apple.

    Rupert Murdoch, presidente e CEO da News Corp.:

    Hoje, nós perdemos um dos mais influentes pensadores, criadores e empreendedores de todos os tempos. Steve Jobs foi simplesmente o maior CEO da sua geração. Embora eu esteja profundamente triste pelo seu falecimento, lembro-me do incrível impacto que ele teve na revolução que as pessoas consomem mídia e entretenimento. Meu coração vai à sua família e a qualquer um que teve a oportunidade de trabalhar ao lado dele para trazer suas várias visões à vida.

    Eric Schmidt, presidente do Google e ex-conselheiro da Apple:

    Hoje é um dia triste para todos nós. Steve definiu uma geração de estilo e tecnologia que dificilmente será equiparada de novo. Steve foi tão carismaticamente brilhante que ele inspirou pessoas a fazer o impossível, e ele será lembrado como o maior inovador da computação na história.

    Randall Stephenson, CEO da AT&T:

    Estamos tristes pelo falecimento de Steve Jobs. Steve era um inventor icônico, um visionário e um empreendedor, e nós tivemos o privilégio de conhecê-lo como parceiro e amigo. Todos nós da AT&T oferecemos nossos pensamentos e rezas à esposa de Steve, a sua família e à sua família Apple.

    John Lasseter e Ed Catmull, CEO e presidente, respectivamente, da Pixar Animation Studios:

    Steve Jobs foi um visionário extraordinário, nosso muito querido amigo e a luz-guia da família Pixar. Ele enxergou o potencial do que a Pixar poderia ser antes do resto de nós, e além do que qualquer um imaginara. Steve apostou em nós e acreditava em nosso sonho louco de criar filmes animados por computadores; a única coisa que ele sempre dizia era “make it great”. Ele é o porquê de a Pixar ter se tornado o que é e a sua força, integridade e amor pela vida fez de todos nós melhores pessoas. Ele será para sempre parte do DNA da Pixar. Nossos corações vão à sua esposa Laurene e a seus filhos durante esse momento tão difícil.

    E uma imagem que está circulando hoje, de autor desconhecido:

    Steve Jobs e logo da Apple

    Obrigado por tudo, Steve. Adeus.

    Atualização VIII

    Capa da revista Bloomberg Businessweek que chegará às bancas (e para assinantes) nesta sexta-feira, 7 de outubro:

    Steve Jobs na Bloomberg Businessweek

    Leia mais: Apple acaba de anunciar o falecimento de Steve Jobs [atualizado 8x] | MacMagazine

    Deixe um comentário »

    Morre Steve Jobs, fundados da Apple

    image

     

    Morreu nesta quarta-feira (5) aos 56 anos o empresário Steven Paul Jobs, criador da Apple, maior empresa de capital aberto do mundo, do estúdio de animação Pixar e pai de produtos como o Macintosh, o iPod, o iPhone e o iPad.

    Idolatrado pelos consumidores de seus produtos e por boa parte dos funcionários da empresa que fundou em uma garagem no Vale do Silício, na Califórnia, e ajudou a transformar na maior companhia de capital aberto do mundo em valor de mercado, Jobs foi um dos maiores defensores da popularização da tecnologia. Acreditava que computadores e gadgets deveriam ser fáceis o suficiente para ser operados por qualquer pessoa, como gostava de repetir em um de seus bordões prediletos, que era "simplesmente funciona" (em inglês, "it just works"). O impacto desta visão foi além de sua companhia e ajudou a puxar a evolução de produtos como o Windows, da Microsoft.

    A luta de Jobs contra o câncer desde 2004 o deixou fisicamente debilitado nos anos de maior sucesso comercial da Apple, que escapou da falência no final da década de 90 para se transformar na maior empresa de tecnologia do planeta. Desde então, passou por um transplante de fígado e viu seu obituário publicado acidentalmente em veículos importantes como a Bloomberg. Há 42 dias, deixou o comando da empresa.

    Foi obrigado a lidar com a morte, que temia, como a maioria dos americanos de sua geração, desde os dias de outubro de 1962 que marcaram o ápice da crise dos mísseis cubanos. "Fiquei sem dormir por três ou quatro noites porque temia que se eu fosse dormir não iria acordar", contou, em 1995, ao museu de história oral do Instituto Smithsonian.

    "Ninguém quer morrer", disse, posteriormente, em discurso a formandos da universidade de Stanford em junho de 2005, um feito curioso para um homem que jamais obteve um diploma universitário. "Mesmo as pessoas que querem ir para o céu não querem morrer para chegar lá. E, por outro lado, a morte é um destino do qual todos nós compartilhamos. Ninguém escapa. É a forma como deve ser, porque a morte é provavelmente a melhor invenção da vida. É o agente da vida. Limpa o velho para dar espaço ao novo."

    Homem-zeitgeist
    A melhor invenção da vida, nas palavras do zen-budista Jobs, deixa a indústria da tecnologia órfã de seu "homem-zeitgeist", ou seja, o empresário que talvez melhor tenha capturado a essência de seu tempo. Jobs apostou na música digital armazenada em memória flash quando o mercado ainda debatia se não seria mais interessante proteger os CDs para fugir da pirataria.

    Ele acreditou que era preciso gastar poder computacional para criar ambientes gráficos de fácil utilização enquanto as gigantes do setor ainda ensinavam usuários a editar o arquivo "AUTOEXEC.BAT" para configurar suas máquinas. Ele viu a oportunidade de criar smartphones para pessoas comuns ao mesmo tempo em que o foco das principais fabricantes era repetir o sucesso corporativo do BlackBerry.

    Sob o comando de Jobs, a Apple dizia depender muito pouco de pesquisas de mercado. “Não dá para sair perguntando às pessoas qual é a próxima grande coisa que elas querem. Henry Ford disse que, se tivesse questionado seus clientes sobre o que queriam, a resposta seria um cavalo mais rápido", afirmou, em entrevista à revista "Fortune" em 2008. Em 2010, quando perguntado sobre quanto a Apple havia gasto com pesquisa com consumidores havia sido feito para a criação do iPad, Jobs respondeu que "não faz parte do trabalho do consumidor descobrir o que ele quer. Não gastamos um dólar com isso."

     

    Nem sempre esta habilidade garantiu o sucesso da Apple, como na primeira versão da Apple TV, computador adaptado para trabalhar com central multimídia que não conseguiu um volume de vendas relevantes. Mas Jobs conseguia minimizar os fracassos: no caso da Apple TV, ele dizia que se tratava de um "hobby", um projeto pessoal que não fazia tanta diferença nos planos da empresa.

    Perfeccionista e workaholic, Jobs gostava de controlar todos os pontos da produção da Apple, resistindo, inclusive, à decisão de terceirizar gradativamente a fabricação dos produtos da companhia para fabricantes chineses – plano proposto e executado pelo agora novo comandante da companhia, Tim Cook, e que se mostrou acertado.

    Conhecido como um “microgerente”, nenhum produto da Apple chegava aos consumidores se não passasse pelo padrões Jobs de qualidade e de excentricidade. Isso incluía, segundo relatos, o número de parafusos existentes na parte inferior de um notebook e a curvatura das quinas de um monitor. No dia do anúncio de que Jobs estava deixando o comando da Apple, Vic Gundotra, criador do Google Plus, contou que recebeu uma ligação do presidente da Apple no domingo para pedir que fosse corrigida a cor de uma das letras do ícone do atalho do Google no iPhone.

     

    Na busca por produtos que fossem de encontro com seu padrão de qualidade pessoal, Jobs era criticado em duas frentes. Concorrentes e boa parte dos consumidores que tentavam fugir da chamado "campo de distorção da realidade" criado pela Apple reclamavam das diversas decisões que faziam dos produtos da companhia um "jardim fechado", incompatíveis com o resto do mundo e restritos a normas que iam além de restrições tecnológicas. Tecnicamente sempre foi possível instalar qualquer programa no iPhone, mas a Apple exige que o consumidor só tenha acesso aos programas aprovados pela companhia.

    Internamente, entre alguns de seus funcionários, deixou a imagem de "tirano". Alan Deutschman, autor do livro “The second coming of Steve Jobs", afirma que, ao lado do "Steve bom", o mago das apresentações tão aguardadas pelo didatismo e capacidade de aglutinar o interesse do consumidor, também existia o “Steve mau”, um sujeito que gostava de gritar, humilhar e diminuir qualquer pessoa que lhe causasse algum tipo de desprazer.

    Ao jornal “The Guardian”, um ex-funcionário que trabalhou na Apple por 17 anos comparou a convivência com Steve com à sensação de estar constantemente na frente de um lança-chamas. À revista “Wired”, o engenheiro Edward Eigerman afirmou: “mais do que qualquer outro lugar onde já trabalhei, há uma grande preocupação sobre demissão entre os funcionários da Apple”. A mesma publicação contou que o diretor-executivo não via problemas em estacionar sua Mercedes na área da empresa reservada aos deficientes físicos — às vezes, ele ocupava até dois desses espaços.

    Jobs também sempre precisou de um "nêmesis", um inimigo que ele satanizava e ridicularizava em público como contraponto de suas ações na Apple. O primeiro alvo foi a IBM, com quem disputou o mercado de computadores pessoais principalmente no início dos anos 80. Depois, a Microsoft, criadora do MS-DOS e do Windows. Mais recentemente, Jobs vinha mirando o Google, gigante das buscas na internet cujo presidente chegou a fazer parte do conselho de administração da Apple, e que investiu no mercado de sistemas para smartphones com o Android. Jobs ordenou que a Apple lutasse, mesmo que judicialmente, contra o programa que ele considerava um plágio do iOS, coração do iPhone e do iPad.

    Do LSD ao Mac
    O sucesso empresarial de Jobs é ainda um dos principais resquícios da transformação da contracultura dos anos 60 e 70 em mainstream nas décadas seguintes. A companhia que hoje briga para ser a maior do mundo foi fundada após Jobs ir à Índia em 1973 em busca do guru Neem Karoli Baba. O Maharaji morreu antes da chegada de Jobs, mas o americano dizia que havia encontrado a iluminação no LSD.

    "Minhas experiências com LSD foram uma das duas ou três coisas mais importantes que fiz em minha vida", disse, em entrevista ao "New York Times". Depois, afirmou que seu rival, Bill Gates, seria "uma pessoa (com visão) mais ampla se tomasse ácido uma vez". O LSD foi a mesma droga que fascinara o inventor do mouse e precursor do ambiente gráfico, Douglas Englebart, cerca de dez anos antes de Jobs.

    Coincidentemente foram o mouse e o ambiente gráfico os inventos que chamaram a atenção de Jobs na fatídica visita ao laboratório da Xerox em Palo Alto, em 1979. É uma das histórias mais contadas e recontadas do Vale do Silício, e as versões variam entre acusações de espionagem industrial à simples troca pela Apple de patentes que a Xerox não teria interesse em desenvolver por ações da companhia, que abriria seu capital no ano seguinte.

    Fato é que a equipe de Jobs voltou da visita encantada com a metáfora do "desktop" utilizada pelo Xerox Alto. A integração entre ícones representando cada uma das funções do computador, acessadas por meio de uma seta comandada por um mouse, foi a base do Apple Lisa e, posteriormente, do Macintosh.

    Com o "Mac", enfim, Jobs conseguiu colocar em prática a visão de que havia desenvolvido em parceria com o amigo e sócio Steve Wozniak, responsável pela criação das soluções técnicas que fizeram dos primeiros computadores da Apple máquinas que mudaram o cenário da computação "de garagem" que vinha se desenvolvendo nos Estados Unidos nos anos 70. Agora, 8 anos após a fundação da empresa, Jobs e "Woz" apresentavam um computador que não era feito para "o restante de nós".

    "Algumas pessoas acreditam que precisamos colocar um IBM PC sobre cada escrivaninha para melhorarmos a produtividade. Não vai funcionar. As palavras mágicas especiais que você precisa aprender são coisas como ‘barra Q-Z’. O manual para o WordStar, processador de texto mais popular, tem 400 páginas. Para escrever um livro, você precisa ler um livro – e um que parece um mistério complexo para a maioria das pessoas", afirmou Jobs em entrevista publicada pela Playboy americana de fevereiro de 1985.

    Na frase, Jobs demostra que queria enfrentar a IBM, gigante nascida no início do século e que, depois de dominar o mercado de servidores corporativos, queria tomar também o setor de computadores pessoais. Para ele, as máquinas da IBM eram feitas "por engenheiros e para engenheiros", e havia a necessidade de criar algo para o "restante", ou, como diria a famosa campanha "Pense diferente" da Apple de 1997, um computador para "os loucos, os desajustados, os rebeldes (..), as peças redondas encaixadas em buracos quadrados".

    Saída da própria empresa
    Mas o sucesso do Mac – que viria posteriormente a impulsionar a adoção de ambientes gráficos até mesmo entre os computadores da IBM (com o Windows, criado pela Microsoft) – não evitou que Jobs acabasse demitido de sua própria companhia. As disputas internas entre equipes que queriam investir no mercado corporativo e as que apostavam apenas no consumidor fizeram com que John Sculley, vindo da Pepsi à convite do próprio Jobs, convencesse o conselho de administração de que era hora da empresa se livrar de seu fundador.

    Durante a década em que esteve fora, Jobs fez dois investimentos que acabaram, de maneiras diferentes, alavancando o mito em torno de seu "toque de midas". No primeiro, pagou US$ 10 milhões pela problemática divisão de computação gráfica da LucasFilm, empresa de George Lucas responsável por franquias do cinema como Star Wars e Indiana Jones. A nova empresa foi batizada de Pixar, e após emplacar sucessos como “Toy story”, “Vida de inseto”, “Monstros S.A.” e “Procurando Nemo”, acabou sendo adquirida pela Disney por US$ 7,4 bilhões em 2006. No processo, Jobs se transformou no maior acionista individual da companhia de Mickey Mouse.

    O outro investimento foi a semente não apenas do retorno de Jobs à Apple, mas teve relação direta com o surgimento da World Wide Web, invenção que impulsionou o crescimento da internet no mundo. Com a NeXT, Jobs desenvolveu computadores poderosos indicados para o uso educacional e desenvolvimento de programas. Um terminal NeXT foi usado por Tim Berners-Lee como o primeiro servidor de web do mundo, em 1991. Em dezembro de1996, a Apple adquiriu a NeXT, manobra que serviu para incorporar tecnologias ao grupo e trazer Jobs de volta para o comando da companhia.

    O retorno de Jobs marca o início de uma era de crescimento para a Apple incomum na história do capitalismo americano. A sequência de sucessos – alguns atrelados a mudanças no paradigma de mercados importantes – inclui o MacBook, o tocador digital iPod, a loja virtual iTunes, o iPhone e o iPad. A maioria destes produtos veio de ideias impostas pelo próprio Jobs. À revista “Fortune”, em 2008, Jobs falou sobre sua tão aclamada criatividade – "sempre aliada ao trabalho duro", como ele mesmo enfatizou. "Não dá para sair perguntando às pessoas qual é a próxima grande coisa que elas querem. Henry Ford disse que, se tivesse questionado seus clientes sobre o que queriam, a resposta seria um cavalo mais rápido."

    Nesta segunda passagem, Jobs reforçou ainda o legado de um empresário ímpar, que impunha uma visão holística na criação, desenvolvimento e venda de seus produtos, Do primeiro parafuso ao plástico que embalaria a caixa de cada aparelho, passando por custo, publicidade, estratégia de vendas.

    Sigilo na vida pessoal
    A mesma discrição que Jobs impunha na vida profissional – os lançamentos da Apple sempre foram tratados como segredo, aumentando a gerar um movimento de especulação que acabava servindo como publicidade gratuita – foi adotada em sua vida pessoal. Por isso, a luta do executivo contra o câncer no pâncreas foi tratada com muito sigilo, dando margem a uma infinidade de boatos.

    Em 2004, Jobs fez tratamento após descobrir um tipo raro da doença. Durante o ano de 2008, Jobs foi aparecendo cada vez mais magro e os boatos aumentaram, até que ele anunciou em janeiro de 2009 seu afastamento da diretoria da empresa para cuidar da saúde. No início de 2011, novo afastamento, até que, em agosto, Jobs deixou de vez o comando da Apple. "Eu sempre afirmei que se chegasse o dia em que eu não fosse mais capaz de cumprir minhas obrigações e expectativas como CEO da Apple, eu seria o primeiro a informá-los disso. Infelizmente, este dia chegou", afirmou, em comunicado.

    A vida reservada fez, por exemplo, que Jobs não tivesse contato direto com sua família biológica. Nascido em 24 de fevereiro de 1955 em San Francisco, filho dos então estudantes universitários Abdulfattah John Jandali, imigrante sírio e seguidor do islamismo, e Joanne Simpson, foi entregue à adoção quando sua mãe viajou de Wisconsin até a Califórnia para dar à luz.

    Segundo o pai biológico, os sogros não aprovavam que sua filha se casasse com um imigrante muçulmano. Lá, ele foi adotado por Justin e Clara Jobs, que moravam em Mountain View. Seus pais biológicos depois se casaram e tiveram uma filha, a escritora Mona Simpson, que só descobriu a existência do irmão depois de adulta.

    Do pai adotivo, herdou a paixão de montar e desmontar objetos. Assim como Paul, Steve não chegou a ser um especialista em eletrônicos, mas ao aprender os conceitos básicos conseguiu se aproximar das pessoas certas no lugar certo. Vivendo no Vale do Silício, conheceu Steve Wozniak, gênio criador do primeiro computador da Apple. Trabalhou na Atari até decidir criar, com Woz, sua própria empresa.

    Em mais uma conexão com a contracultura, Jobs teria tido um relacionamento de curta duração com a cantora folk Joan Baez, ex-namorada do ícone da música Bob Dylan, talvez o maior ídolo do empresário.

    Casado com Laurene Powell desde 1991, Jobs deixa quatro filhos: Reed Paul, Erin Sienna, e Eve, nascidos de seu relacionamento com Laurene, e Lisa Brennan-Jobs, de um relacionamento anterior com a pintora Chrisann Brennan.

    Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2011/10/morre-steve-jobs-fundador-da-apple.html

     

     

    image

     

     

     

     

     

     

    Faleceu hoje, dia 5 de outubro, Steve Jobs, fundador da Apple, que era considerado um verdadeiro gênio por muitos.
    Afastado da companhia por problemas de saúde, um câncer no pâncreas e um transplante de fígado, no dia 24 de agosto renunciou ao cargo de presidente, em cuja carta dizia que sempre deixou claro que quando não pudesse mais cumprir as suas atribuições como diretor-executivo ele seria o primeiro a dar esta notícia. E, infelizmente, este momento havia chegado.
    Um dos maiores defensores da popularização da tecnologia, ele tinha a crença de que computadores, gadgets e afins deveriam ser simples e fáceis para que todos pudessem ter acesso, de onde surgiu a sua clássica frase “It just works” (simplesmente funciona).

    Ele também ficou muito conhecido por achar que a pesquisa de mercado não era extremamente necessária, comparando sempre a sua justificativa a Henry Ford, que quando perguntou às pessoas o que elas queriam, elas disseram “um cavalo mais rápido” e, portanto, se ele fosse atrás dos consumidores, o carro jamais existiria.
    Workaholic assumido, ele gostava de acompanhar todos os processos de produção da Apple, fazendo com que nenhum produto saísse para as lojas sem que passasse pela a sua aprovação. Em nota, a empresa disse que “a Apple perdeu um gênio visionário e criativo e o mundo perdeu um ser humano incrível”.

    A família de Jobs também fez um comunicado separado do da empresa, dizendo que ele morreu de forma tranquila nesta quarta-feira, rodeado por sua família. “Sabemos que muitos de vocês desejam lamentar conosco, mas pedimos respeito ao nosso desejo de privacidade nesse momento de pesar. Estamos agradecidos às pessoas que compartilharam seus anseios e orações durante o último ano da doença de Steve. Um site será criado para aqueles que desejam fazer homenagens. Agradecemos o apoio e a gentileza daqueles que compartilham nossos sentimentos. Sabemos que muitos de vocês estarão em luto conosco e pedimos que respeitem a nossa privacidade neste momento de dor”.

    Ídolo de muitos, as redes sociais estão repletas de mensagens sobre o assunto, onde a grande maioria afirma que todos perderam uma das pessoas mais astutas e capazes que já existiram. “Ele era um ícone. Soube viver e usar a sua inteligência a favor do mundo”, fala em seu Facebook a jornalista Thaís Cajé. Em seu Twitter, o empresário Caio Yoshida complementa dizendo: “Há uma grande diferença entre ter sorte e ‘ser o cara’. E Jobs foi a segunda alternativa”.
    A página da Apple, em seu anúncio oficial, convida a todos a enviarem mensagens de condolência através do e-mail rememberingsteve@apple.com

    Este é o texto que aparece no site da Apple:

    "A Apple perdeu um gênio visionário e criativo, e o mundo perdeu um ser humano fantástico. Os que tiveram a sorte de conhecer Steve e traalhar com ele perderam um amigo querido e um mentor que os inspirava. Steve deixa uma empresa que só ele poderia ter crido. Seu espírito será sempre a base da Apple"

    Fonte: www.apple.com.br


    Bill Gates
    , fundador da Microsoft:

    "Estou muito entristecido por saber da morte de Steve Jobs. Melinda e eu estendemos nossas sinceras condolências à sua família e amigos, e a todos que Steve tocou através de seu trabalho. Steve e eu nos encontramos pela primeira vez há quase 30 anos, e fomos colegas, concorrentes e amigos durante mais da metade de nossas vidas.
    O mundo raramente vê alguém que tenha tido um impacto profundo como o de Steve, cujo efeito será sentido por muitas gerações. Para aqueles que tiveram a sorte de trabalhar com ele, foi uma imensa honra. Sentirei imensamente saudades dele."

    Fonte: http://www.thegatesnotes.com/Personal/Steve-Jobs


    Steve Ballmer
    , CEO da Microsoft:

    ""Eu quero expressar minhas profundas condolências pelo falecimento de Steve Jobs, um dos fundadores da nossa indústria e um verdadeiro visionário. Meu coração está com sua família, todos na Apple e todos os que foram tocados pelo seu trabalho."

    Fonte: http://www.microsoft.com/Presspass/press/2011/oct11/10-05statement.mspx


    Mark Zuckerberg
    , fundador do Facebook:

    "Steve, obrigado por ter sido um mentor e um amigo. Obrigado por mostrar que o que você constrói pode mudar o mundo. Sentirei sua falta."

    Fonte: http://www.facebook.com/zuck/posts/10100100934727791


    Sergey Brin
    , fundador do Google:

    "Desde os primeiros dias do Google, quando Larry e eu buscávamos inspiração para nossa visão e liderança, nós não precisávamos olhar além de Cupertino. Steve, sua paixão pela excelência é sentida por qualquer um que tenha tocado algum produto da Apple (inclusive o MacBook que estou escrevendo isto agora). E eu testemunhei isso pessoalmente nas poucas vezes que nos encontramos.
    Em nome de todos nós do Google e mais amplamente no mundo da tecnologia, sua falta será muito sentida. Meus pêsames à família, amigos e colegas da Apple."

    Fonte: https://plus.google.com/109813896768294978296/posts/dwmWyNSoXTh

    Larry Page, fundador do Google

    Estou muito, muito triste por ouvir as notícias sobre Steve. Ele foi um grande homem com conquistas inacreditáveis e um brilhantismo fantástico. Ele sempre foi capaz de dizer com poucas palavras o que você deveria estar pensando antes do que você pensou.

    Seu foco na experiência do usuário acima de tudo foi sempre uma inspiração para mim. Ele foi muito gentil ao me procurar quando eu me tornei CEO do Google, e dedicou seu tempo para oferecer seus conselhos e conhecimento mesmo que ele não estivesse se sentindo bem.

    Meus pensamentos e os do Google estão com sua família e com toda a família Apple"

    Fonte: https://plus.google.com/106189723444098348646/posts/4wkYwTCCgAc


    Barack Obama, presidente dos EUA:

    Descanse em paz, Steve Jobs. De todos nós na #Obama2012, obrigado pelo trabalho que você tornou possível todos os dias — incluindo o nosso.

    Michelle e eu estamos tristes por saber da morte de Steve Jobs. Steve estava entre os maiores inovadores americanos — corajoso o bastante para pensar diferente, ousado o suficiente para acreditar que podia mudar o mundo, e talentoso para conseguir isso. Ao construir uma das companhias mais bem-sucedidas do planeta em sua garagem, ele foi um exemplo da engenhosidade do espírito americano.

    Ao fazer o computador pessoal e colocar a internet nos nossos bolsos, ele tornou a revolução da informação não apenas acessível, mas também intuitiva e divertida. E, por dedicar seu talento para as histórias que contava, ele trouxe alegria às vidas de milhões de crianças e adultos. Steve gostava de dizer que vivia cada dia como se fosse o último. Por ter feito isso, ele transformou nossas vidas, redefiniu o mercado e alcançou um dos feitos mais raros da história da humanidade: ele mudou a forma como cada um de nós vê o mundo.
    O mundo perdeu um visionário. E não haveria maior tributo ao sucesso de Steve do que boa parte do mundo saber da sua morte em um aparelho que ele inventou. Michelle e eu mandamos nossos pensamentos e orações à esposa de Steve, Laurene, à sua família, e a todos que o amavam.

    Fonte: http://www.whitehouse.gov/blog/2011/10/05/president-obama-passing-steve-jobs-he-changed-way-each-us-sees-world

    Michael Dell, fundador da Dell:

    "Hoje o mundo perdeu um líder visionário, o setor de tecnologia perdeu uma lenda, e eu perdi um amigo e um empresário brilhante. O legado de Steve Jobs será lembrado por gerações vindouras. Meus pensamentos e orações vão para sua família e à equipe da Apple."

    Fonte: http://blogs.wsj.com/digits/2011/10/05/dell-founders-statement-on-jobs/


    Meg Whitman
    , CEO da HP:

    "Steve Jobs foi um empreendedor e empresário único, cujo impacto na tecnologia foi sentido além do Vale do Silício. Ele será lembrado para a inovação que ele trouxe para o mercado e a inspiração que ele trouxe para o mundo"

    Fonte: http://blogs.wsj.com/digits/2011/10/05/meg-whitman-on-death-of-steve-jobs/

    Alguns sites modificaram seu visual em homenagem a Jobs:

    O site Boing Boing mudou o seu visual para parecer um Mac da década de 80:

    O site Wired ficou totalmente preto com a imagem de Jobs:

    Todas as versões do Google mostram "Steve Jobs 1955-2011":

    O trabalho de Steve Jobs foi exemplar, e a CNN publicou dez áreas aonde Jobs revolucionou:

    1. Design: minimalista e uso de metal e alumínio ao invés de plástico
    2.Música: iTunes e iPod integrados
    3. PC: a Apple ajudou a popularizar com o Apple II na década de 80
    4. A era pós-PC: iPad
    5. Propaganda: campanha do Mac de 1984, que foi criada por Ridley Scott (que também criou o filme Aliens e Blade Runner) e a campanha Mac x PC
    6. iPhone: iniciou a revolução dos smartphones atuais
    7. Ecossistema: hardware, software e serviços integrados
    8. Mac OS: simples e fácil de utilizar
    9. Lojas da Apple: incentivou a interação das pessoas com seus produtos
    10. A empresa Apple: se tornou a empresa de tecnologia mais valiosa do mercado

    Eu adicionaria à lista acima a inegável revolução no mercado gráfico, pois a Apple permitiu aos poucos que empresas pudessem realizar trabalhos antes destinados a gráficas com equipamentos rudimentares em comparação com os dias atuais (além do uso de fontes variáveis de alta definição) e também o cinema de animação, aonde Jobs ajudou a criar a Pixar.


    Foto rara de 1991: Steve Jobs e Bill Gates conversam na casa de Jobs em Palo Alto

    Eu pessoalmente não admiro a Apple, como muitos: eu prefiro o Windows (um sistema operacional completo) do que o MacOS (deficiente em games, aplicativos e hardware), eu prefiro o meu desktop e notebook Alienware (que trucidam qualquer Mac, permitindo que eu trabalhe muito mais rápido), meu HTC HD7 com Windows Phone 7.5 "Mango" (que tem uma tela maior e funcionalidades que eu preciso, mas o meu Nokia anterior também era suficiente) ao invés do iPhone, e estou testando o Windows 8 no tablet (que será um sistema operacional completo) ao invés de usar um iPad limitado em tudo.

    Apesar disso, eu admito que Steve Jobs foi brilhante, um excelente competidor de várias empresas (Microsoft, Google e Samsung são as três principais), e que ele obrigou a concorrência a acordar (tarde demais) e criar produtos mais eficientes, bem-acabados e bonitos. A sua morte é uma perda lamentável e inestimável para todo o mercado (e não somente para os usuários de produtos Apple), e eu espero que apareçam muitos outros Steve Jobs para elevarem o nível do mercado aonde eles atuarem.

    []s

    Por Priscilla Silvestre (texto inicial) e Aurélio "Baboo" Minerbo (demais citações e comentários)

    Deixe um comentário »

    Satélite inativo da Nasa vai cair na Terra no fim de setembro

    Veja o original em http://oglobo.globo.com/ciencia/mat/2011/09/09/satelite-inativo-da-nasa-vai-cair-na-terra-no-fim-de-setembro-925319763.asp.

     

    Um satélite inativo da Nasa de mais de seis toneladas deverá cair na Terra entre o fim de setembro e o início de outubro, informou na noite desta quinta-feira a agência espacial americana. Segundo as Nasa, as chances de pedaços do equipamento atingirem alguém são pequenas, de uma em 3,2 mil, já que a maior parte deverá queimar na reentrada na atmosfera.

    Batizado UARS (sigla em inglês para satélite de pesquisas da alta atmosfera), o equipamento lançado em 1991 esgotou seu combustível em 2005, o que impedirá o controle de sua queda. Ainda de acordo com a Nasa, pouco mais de meia tonelada de metais deverá alcançar a superfície da Terra, caindo em pedaços espalhados em qualquer ponto entre o Sul da cidade de Juneau, no Alasca, ao extremo Norte da América do Sul.

    O UARS é bem menor que a estação espacial russa Mir, de 135 toneladas, que caiu na Terra em 2001, e que o americano Skylab, de 100 toneladas, que caiu em 1979. Os restos da Mir caíram no Sul do Oceano Pacífico, enquanto os pedaços do Skylab se espalharam do Oceano Índico a áreas despovoadas da Austrália.

    – Coisa têm reentrado na atmosfera desde o início da era espacial e até agora ninguém foi ferido por nada que tenha caído – destacou Gene Stansbery, chefe do departamento de lixo orbital da Nasa. – Mas isso não quer dizer que não estejamos preocupados.

    Atualmente, a Nasa tem uma regra para reentrada de seus equipamentos que exige que as chances de um pedaço atingir alguém sejam inferiores a uma em 10 mil. O UARS, no entanto, foi lançado antes desta regra entrar em vigor. Ainda assim, a probabilidade de uma em 3,2 mil dele atingir alguém diz respeito à toda população de 7 bilhões de pessoas do planeta, lembrou a agência espacial. Segundo a Nasa, as chances de um indivíduo específico ser ferido por um pedaço do satélite são inferiores a uma em 21 trilhões.

    © 1996 – 2011. Todos os direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A.

    1 Comentário »

    Pessoas sensíveis a ondas eletromagnéticas fogem de celulares e wi-fi

    Fonte: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/09/pessoas-sensiveis-a-ondas-eletromagneticas-fogem-de-celulares-e-wi-fi.html

     

    Enquanto a maior parte do mundo busca conexões mais ágeis e celulares mais eficientes, um grupo de americanos quer se ver distante das ondas eletromagnéticas.

    A zona livre de ondas de rádio na Virgínia Ocidental tornou-se o oasis para essas pessoas, que fogem das dores causadas pela chamada hipersensibilidade eletromagnética.

    A doença ainda não é formalmente reconhecida pela Organização Mundial de Saúde. Mas pessoas como Diane Shou conhecem bem os sintomas que a fizeram deixar o marido e os filhos no estado de Iowa em busca de um novo lar, repleto de ar puro e sem nenhuma onda eletromagnética.

    Diane vive agora em Green Bank, no Estado da Virgína. A chamada zona livre de ondas de rádio possui 33 mil km² onde não há celulares e nenhuma outra conexão de internet funciona. A razão são os diversos telescópios que funcionam na área.

    Enquanto ainda vivia em Iowa, Diane passava a maior parte do tempo isolada em um espaço construído especialmente para bloquear a entrada de ondas de rádio.

    “É uma coisa horrível ter de ser um prisioneiro”, diz ela. “Você se torna um leproso tecnológico, porque não pode estar em torno de pessoas”.

    Mesmo sem reconhecimento oficial, estima-se que 5% dos americanos possuam algum tipo de sensibilidade eletromagnética.

    Estudo
    Um estudo da Universidade do Estado da Louisiana, publicado no “International Journal of Neuroscience”, mostra, no entanto, que existe uma relação entre as dores e as queimaduras na pele com a frequencia eletromagnética.

    O professor Andrew Marino lembra que ainda não haviam estudos relevantes sobre o assunto. A descoberta poderá amenizar a situação de pessoas como Diane no futuro.

    “É um divisor de águas nesse sentido. Não há estudos anteriores que avaliam cientificamente se os campos eletromagnéticos no ambiente podem produzir sintomas nos humanos”, diz.

    Os cientistas conduziram uma série de testes em uma médica de 35 anos, diagnosticada com hipersensibilidade eletromagnética.

    A médica ficou sentada em uma cadeira de madeira, exposta a ondas eletrogmanéticas e a momentos com nenhuma interferência.

    Ela relatou relatou dores de cabeça e espasmos musculares durante as exposições à frequencia magnética, mas não sentiu nada quando não houve exposição.

    ‘Ignorância tecnológica’
    Segundo o professor Bob Park, da Universidade de Maryland, a radiação emitida por wi-fi é simplesmente muito fraca para causar qualquer mudança no organismo que possa causar doenças.

    “O maior problema que enfrentamos é que em nossa sociedade, impulsionada pelas mudanças tecnológicas, as pessoas têm muito pouca educação”, diz ele.

    “Há muitas coisas que as pessoas precisam aprender e elas não estão aprendendo. A única coisa que vai matá-los é a ignorância”.

    Não é o que pensa Nichols Fox. Também moradora da zona livre de ondas de rádio, ela diz entender o ceticismo, dizendo que levou anos para reconhecer que sofria de hipersensibildiade eletromagnética.

    Ela conta que seus sintomas são tão graves que se isolou quase totalmente, vivendo em uma casa remota rodeada por campos e florestas.

    Para evitar qualquer problema, sua geladeira funciona com gás, a luz vem de lâmpadas de querosene e o fogão a lenha aquece a casa.

    “É tão importante que as pessoas entendam que esta é uma deficiência muito séria, é uma deficiência que provoca uma mudança de vida. Isso leva a uma morte mais rápida. Eu não tenho absolutamente nenhuma dúvida sobre isso e eu acho que é apenas lamentável que não seja reconhecido”, diz.

    Deixe um comentário »

    A origem de Bliss.jpg, a linda paisagem padrão do Windows XP

    Fonte: http://revistaepoca.globo.com/Ciencia-e-tecnologia/noticia/2011/08/origem-de-blissjpg-linda-paisagem-padrao-do-windows-xp.html

    image

     

    Quem teve Windows XP sabe muito bem que imagem é essa, acima. Pode nem saber seu nome, ou nada a respeito dela, mas passou algum tempo de cara para ela no trabalho ou em casa. Esta fotografia – talvez uma das paisagens mais vistas do mundo – chama-se Bliss.jpg e era a opção padrão de papel de parede no XP.

    Era quase uma fuga, se imaginar nesse plácido gramado, onde problemas parecem não atormentar a cabeça. Quer ir para lá? Pois é só pegar um avião até a Califórnia e seguir de carro pelo campo até o condado de Sonoma. Para fazer isso pelo Google Street View – bem mais fácil -, é só buscar pelas coordenadas 38.248966, -122.410269 no Google Maps e ter a visão abaixo da paisagem. As informações são do site The Next Web.

    image

     

    A foto foi tirada em 1996 pelo fotógrafo americano Charles O’Rear, com uma câmera de médio formato. Ele não revela a imagem original e nem quanto a Microsoft pagou, por conta de um contrato de confidencialidade. Mas alega que, por incrível que pareça, não houve manipulação.

    Hoje em dia, quinze anos depois do clique de O’Rear, um vinhedo tomou conta da paisagem – e tirou um pouquinho de seu encanto. Outro fotógrafo chamado Tony Immoos postou na internet uma foto da mesma paisagem, que tirou no ano passado tentando simular as mesmas cores da original. A foto foi escolhida pelo Google Street View como uma das imagens cadastradas do local. O resultado está abaixo.

    image

    Deixe um comentário »

    Óleo de coco emagrece? Especialistas respondem

    Fonte: http://gnt.globo.com/saude/alimentacao/Oleo-de-coco-emagrece–Especialistas-respondem.shtml

     

    O óleo de coco é uma das substâncias mais comentadas do momento. Recentemente, pesquisadores da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, adicionaram o óleo de coco virgem a bolinhos, consumidos por voluntários.O estudo mostrou que aqueles que ingeriram os bolinhos emagreceram além do esperado. Na região do abdômen, a perda de centímetros foi sete vezes maior, quando comparada ao grupo que não incluiu o óleo de coco na rotina alimentar.
    A nutricionista Adriana Castro, da clínica Club Corpus, explica que “a gordura de coco é capaz de gerar calor e queimar calorias, favorecendo a perda de peso”. O médico Guilherme Giorelli, membro da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN) lembra que “o óleo também é indicado para diminuir os triglicérides e o mau colesterol (LDL), aumentar o bom colesterol (HDL) e por sua característica anti-inflamatória”.
    A seguir, confira as dicas dos dois especialistas para consumir o óleo de coco:

     

  • 1

    Quantidade ideal

    Para quem deseja emagrecer, a nutricionista Adriana Castro aconselha a ingestão de até quatro colheres de sopa por dia. “Essa quantidade diminui o apetite e favorece a perda de peso, já que eleva o gasto energético do organismo. Quem segue dietas com restrição de gorduras deve começar com uma dose de meia colher de sopa ao dia e aumentar o consumo gradualmente”, pondera. Ela reforça que o óleo de coco não é um medicamento e, sim, um alimento complementar. Sendo assim, é preciso consumi-lo todos os dias para perceber os benefícios.

  • 2

    Combinação com outros alimentos

    Segundo Adriana, “o óleo de coco virgem tem sabor agradável e pode ser consumido puro. Ele também não altera o sabor de outros alimentos, o que permite usá-lo em substituição ao óleo de soja ou canola, e ainda misturá-lo em sucos e vitaminas, como tempero para saladas ou na receita de bolos e doces”. O nutrólogo Guilherme Giorelli completa: “Nas refeições ricas em carboidrato, o óleo de coco virgem pode diminuir o índice glicêmico da refeição, deixando o prato mais saudável”.

  • 3

    Óleo de coco X óleo de coco virgem

    É importante ressaltar que os benefícios estão no óleo de coco virgem. “O óleo de coco é dividido em duas categorias: refinado e virgem. A versão refinada é obtida a partir do coco seco, chamado de copra, e não mantém suas propriedades benéficas. O óleo de coco virgem é obtido, por processos físicos, a partir de cocos frescos. O alimento passa pelas etapas de prensagem e filtração, preservando seus fitoquímicos naturais”, diz Adriana Castro. A nutricionista informa que o óleo virgem pode ser preparado em casa.

  • 4

    Cápsulas de óleo de coco virgem

    Guilherme diz que “as cápsulas de coco ainda necessitam de estudos clínicos para comprovar sua ação benéfica”.

  • 5

    Demais indicações

    De acordo com Adriana, o óleo de coco virgem é capaz de prevenir certas doenças. “De todas as gorduras vegetais, a de coco apresenta a maior concentração de ácido láurico – mesmo ácido graxo presente no leite materno. O óleo de coco virgem melhora a absorção dos nutrientes, elevando todas as defesas do organismo. Ele também age na prevenção e no combate de fungos, como a cândida, e parasitas, como a giárdia”, complementa. A nutricionista diz que o óleo também regula a função intestinal, combate a fadiga crônica e a fibromialgia e ajuda no controle da diabetes, já que não estimula a liberação de insulina.  

  • 1 Comentário »

    Cobra de seis metros e de 120 quilos é encontrada por fazendeiro em MT

    Fonte: http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2011/08/cobra-de-seis-metros-e-de-120-quilos-e-encontrada-por-fazendeiro-em-mt.html

    imageUma cobra sucuri de seis metros foi capturada em uma fazenda localizada próxima ao município de Guarantã do Norte, a 721 quilômetros de Cuiabá. O proprietário contou que o animal pesa 120 quilos e já estava na fazenda há alguns dias se alimentando, inclusive, de outros bichos como novilha e galinhas.

    O dono da fazenda acionou o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) do município, para capturar a cobra após alguns animais terem sido devorados. De acordo com o Ibama, a primeira tentativa de captura foi feita na quarta-feira (24), porém, pelo tamanho e peso do animal não foi possível conseguir dominá-lo.

    Ainda conforme a diretoria da instituição foram necessários oito homens para a busca do animal, que se escondia em um córrego e nas pastagens. Após a captura, a cobra foi colocada em uma gaiola e passou por avaliação de biólogos. O Ibama confirmou também que o animal foi solto nesta sexta-feira (26) na Serra do Cachimbo, região Norte de Mato Grosso.

    image

    Deixe um comentário »

    Satélite da Nasa ‘flagra’ buraco negro engolindo estrela

    Fonte: http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2011/08/satelite-da-nasa-flagra-buraco-negro-engolindo-estrela.html

     

    Um buraco negro dentro de uma galáxia a 3,9 bilhões de anos-luz de distância da Terra foi "flagrado" por um telescópio da Nasa ao engolir uma estrela que se aproximou demais. Dois estudos sobre o fenômenro foram publicados na edição desta semana da revista "Nature".

    O "acidente" cósmico tem causado o envio de raios X à Terra desde março de 2011. A galáxia está localizada na direção da constelação do Dragão. Os gases da estrela acabam sendo "engolidos" e ficam girando na região do buraco negro. Um feixe de partículas é formado no local e um dos lados do feixe está virado em direção da Terra, permitindo que o satélite Swift detecte o fenômeno.

    Segundo os astrônomos, os centros da maioria das galáxias possuem buracos negros gigantes – com milhões de vezes a massa do Sol. No caso da Via Láctea, o buraco negro tem uma massa igual a de 4 milhões de sóis. Os dados do Swift mostram que o buraco negro pesquisado é duas vezes maior do que o da nossa galáxia.

    image

    Deixe um comentário »

    Steve Jobs deixa comando da Apple

    Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2011/08/steve-jobs-deixa-comando-da-apple.html

    http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2011/08/em-texto-jobs-diz-que-infelizmente-chegou-o-dia-de-deixar-cargo-de-ceo.html

     

    imageO presidente da Apple, Steve Jobs, anunciou oficialmente nesta quarta-feira (24) que está deixando o comando da empresa. O cargo de CEO será ocupado por Tim Cook, vice-presidente operacional e que comandou a empresa durante os períodos de licença médica de Jobs.

    Jobs, fundador da empresa e que voltou para comandar a Apple em 1997 após ter deixado a companhia em 1985, se submeteu a uma cirurgia para retirada de tumor maligno no pâncreas em agosto de 2004. No primeiro semestre de 2009 e em janeiro de 2011, o empresário tirou licenças médicas para cuidar da saúde. Em ambas as ocasiões, Cook ficou no comando da empresa criadora do iPhone e do iPad.

    "A extraordinária visão e liderança de Steve salvou a Apple e a guiou para sua posição de empresa de tecnologia mais inovadora e valiosa do mundo", disse Art Levinson, membro do conselho, em um comunicado. Com Jobs, a Apple deixou de ser uma empresa perto da falência em 1997 para se tornar, no dia 9 de agosto de 2011, a maior companhia de capital aberto do mundo. "O conselho tem total confiança de que Tim é a pessoa certa para ser nosso próximo CEO", acrescentou Levinson.

    Veja a íntegra do comunicado de Jobs:

    "Ao Conselho de Administração a à comunidade da Apple

    Eu sempre afirmei que se chegasse o dia em que eu não fosse mais capaz de cumprir minhas obrigações e expectativas como CEO da Apple, eu seria o primeiro a informá-los disso. Infelizmente, este dia chegou.

    Neste momento eu abdico do cargo de CEO da Apple. Eu gostaria de servir, se o conselho assim achar compatível, como presidente do conselho, diretor e empregado da Apple.

    Em relação ao meu sucessor, eu recomendo fortemente que nós executemos nosso plano de sucessão e que Tim Cook seja nomeado CEO da Apple.

    Acredito que os dias mais inovadores e brilhantes da Apple estão adiante. E espero assistir e contribuir para este sucesso em uma nova função.

    Fiz alguns dos melhores amigos da minha vida na Apple, e agradeço a todos vocês pelos muitos anos conseguindo trabalhar ao seu lado.

    Steve"

    image

    Deixe um comentário »

    Motorola tem comercial proibido por fazer propaganda enganosa

    imageA Motorola está proibida de continuar a veicular um comercial na Inglaterra por causa de uma reclamação de fãs de outra empresa, a Samsung. O motivo? Propaganda enganosa!

    No comercial, a Motorola afirma que Atrix é o smartphone mais poderoso do mundo. Com isso, a Advertising Standards Authority (ASA), orgão regulador da publicidade do país, recebeu duas queixas de fãs do smartphone Samsung Galaxy alegando que o Atrix é inferior. Eles argumentaram que o Galaxy II Samsung i9100 S tem um processador mais poderoso e que a declaração do aparelho da Motorola ser mais rápido é então enganosa.

    A Motorola contra-argumentou que, além de sua capacidade de processamento, o Atrix tinha outras características que não promoveu no anúncio, como 20% de bateria mais potente do que todos os concorrentes e que proporciona uma melhor segurança e proteção. A empresa ainda disse que, apesar do Samsung Galaxy ter um processador mais rápido, a combinação de características tornavam o Atrix o "smartphone mais poderoso do mundo".

    O ASA respondeu que os consumidores entenderiam que o comercial diz que o smartphone em si seria o mais poderoso do mundo, concordando com a reclamação. Por causa disso baniu o anúncio por quebrar as regras da publicidade em relação a propaganda enganosa e determinou que a Motorola não deve reivindicar o título de ter o "smartphone mais poderoso do mundo" novamente.

    Deixe um comentário »

    %d blogueiros gostam disto: