Drums

 

 

http://www.ronwinter.tv/drums.html

Anúncios

Os bananas e a macacada

Fonte: http://noticias.r7.com/blogs/o-provocador/2012/05/10/os-bananas-e-a-macacada/

Depois não digam que eu não avisei. A onda do politicamente correto vai virar um tsunami. E vai afogar a todos num oceano de bobagens. Essa turma de engomadinhos não tem limite. Abrem mão do bom senso sem nenhum pudor, em troca das mais insanas paranoias. Gente doida.

A última aparição desses bananas assassinos se deu por conta da música “Kong”,  de Alexandre Pires. No vídeo de divulgação, o cantor e convidados, entre eles Neymar, aparecem vestidos, vejam só seque coincidência, de gorilas. Kong. King. Entendeu?

Pois tem gente que não entendeu. Viram racismo onde eu só vejo bom humor e música ruim. Se o Ministério Público implicasse com a baixaria da letra, já seria coisa de primatas. Mas acusar um cantor negro de racismo é piada pior que as do Danilo Gentili.

A música não ofende ninguém, além dos que ainda cultivam alguma esperança na música popular. Fora isso, só uma mente bem pervertida para enxergar algum preconceito naquela porcaria.

Deve ser falta do que fazer. Ou vontade de fazer o que não faz falta. Caso uma única folha de papel tenha sido gasta nesse delírio já é questão de enquadrar em crime ambiental.

Se à primeira vista essa situação parece apenas esdrúxula e patética, não vamos nos iludir, logo ali na frente todos perdem o controle e entraremos num mundo de regras absurdas para situações banais.

Quanto menos o Estado (leia-se Executivo, Legislativo e Judiciário) se meter em questões subjetivas, melhor para a humanidade. Trabalho é que não falta para nossos funcionários públicos.

Essa quadrilha dos politicamente corretos precisa levar uma enquadrada. “É no pelo do macaco que o bicho vai pegar”. Tô avisando.

2012, Mais e Fim do Mundo

Fonte: http://porque2012.com/porque2012.html

Segundo a cosmologia Maia, o Planeta Terra possui 5 grandes ciclos ou eras, cada um com cerca de 5.125 anos. Para eles, 4 já passaram. "Os 4 ciclos anteriores terminaram em destruição. A profecia maia do juízo final refere-se ao último dia do 5º ciclo, ou seja, 21 de dezembro de 2012." diz Steven Alten. O quinto e atual ciclo também terminará em destruição? O que irá desencadeá-la? A resposta pode estar em um raro fenômeno cósmico que os maias previram a mais de 2.000 anos. "A profecia maia para 2012 baseia-se em um alinhamento astronômico. Em dezembro de 2012, o sol do solstício vai se alinhar com o centro de nossa galáxia. É um raro alinhamento cósmico. Acontece uma vez a cada 26.000 anos" diz John Major Jenkins, autor do livro Maya Cosmogenese 2012.

A cada 26.000 anos o sol se alinha com o centro da Via Láctea. Ao mesmo tempo ocorre outro raro fenômeno astrológico, uma mudança do eixo da terra em relação a esfera celeste. O fenômeno se chama Precessão. A data exata disto tudo é 21 de dezembro de 2012. "A Terra oscila lentamente sobre seu eixo mudando nossa orientação angular em relação a galáxia. Uma precessão completa leva 26.000 anos." diz John Major Jenkins.

Mas o que de fato acontecerá na fatídica data de 21 de dezembro de 2012? Para muitos será o dia da aniquilação da raça humana devido a uma inversão dos pólos da Terra. Como isso seria possível? Devido a distúrbios nos campos magnéticos do Sol que, gerando colossais tormentas solares, afetarão a polaridade de todo o nosso planeta. Resultado: o campo magnético terrestre se inverterá imediatamente, com conseqüências catastróficas para a humanidade. Violentos terremotos demolirão todos os edifícios, alimentando tsunamis colossais e atividade vulcânica intensa. Na verdade, a crosta terrestre deslizará, arremessando continentes a milhares de quilômetros de sua localização atual.

Para os cientistas da NASA a data de 2012 será marcada por violentas tormentas solares e pelo degelo total do Pólo Norte. Para os governos e a ONU algo terrível está para ocorrer com nosso planeta, por isso foi inaugurado no início de 2008 o “cofre do fim do mundo” que visa abrigar sementes de todas as variedades conhecidas no mundo de plantas com valor alimentício.

 

Fim do mundo cancelado?

Fonte: http://oglobo.globo.com/ciencia/novos-calendarios-maias-afastam-fim-do-mundo-em-2012-4864914

Os arautos do fim do mundo terão que ter muita paciência para esperar pelo apocalipse que acreditam ter sido previsto pela civilização maia para este ano. Escavações nas ruínas da cidade maia de Xultún, na Guatemala, revelaram um mural tábuas astronômicas que permitem o cálculo de datas a até quase 7 mil anos no futuro. Mesmo tendo em vista que a contagem do tempo pelos maias teria começado há pouco mais de 3 mil anos antes de Cristo, restariam ainda bem mais de mil anos para a Humanidade.

– É uma falácia a história de que o calendário maia traz uma data de validade para o mundo – diz William Saturno, arqueólogo da Universidade de Boston e principal autor de artigo sobre o achado, publicado na edição desta semana da revista “Science”. – A sociedade ocidental tem uma fixação com o fim dos calendários que é bem diferente da visão dos maias. O que para eles significava apenas o início de um novo ciclo, para nós é o fim do mundo.

O mural, datado do século I a.C., também é o exemplo mais antigo conhecido de calendário astronômico da civilização, centenas de anos mais velho que o chamado “Códice de Dresden”, de onde os arautos do fim do mundo tiraram a ideia de que os maias previram uma catástrofe global em 21 de dezembro deste ano. Os hieróglifos estão em uma das paredes de um cômodo de um complexo habitacional em Xultún que os pesquisadores acreditam era usado como local de trabalho peplos sacerdotes e astrônomos responsáveis pela contagem do tempo, parte fundamental da cultura maia.

– É a primeira vez que vemos esse tipo de escrita na parede de uma casa e um espaço como este tipo de uso em uma cidade maia – destaca Saturno. – Estes astrônomos, escribas e sacerdotes eram os verdadeiros cientistas de seu tempo, acompanhando os movimentos do céu em busca de padrões.

Bege pode? E de duas cores? Alça de sutiã saindo é cafona? Como o homem vê a sua lingerie?

 

Fonte: http://colunas.revistamarieclaire.globo.com/falecomele/2012/04/06/bege-pode-e-de-duas-cores-alca-saindo-e-cafona-como-o-homem-ve-a-sua-lingerie/?preview=true

1- TESÃO E OUSADIA NAS CORES E NAS COMBINAÇÕES

O primeiro e-mail que bateu aqui na caixa diz assim:

“João, homens ligam tanto assim para lingerie? Outro dia eu tava num bar. Daí, espiei, numa mesa, um grupo de caras conversando. Um deles reclamava. Ele falava: ‘e quando ela usa o sutiã de uma cor e a calcinha de outra, hein? Sem brincadeira…Ô coisa horrorosa!.’Então quer dizer que não pode, João?”

Olha, até pode. O sujeito foi meio radical. Mas vivemos tempos radicais. E acho que no quesito sedução, a gente tem que ser grego, a gente tem que ser europeu, a gente tem que ser árabe e primaveril, a gente tem que ser uma praça tomada por manifestantes, e a gente tem que ser pura crise e bravata. Daí que melhor não misturar coleções de moda íntima de temporadas trocadas e de lojas diferentes.

Tem uns conjuntinhos alternados que até são belezinhas. Lembro de uma vez ter visto um desses meio colegiais, branco embaixo, preto em cima, tudo algodão, bem justinhos. Era uma delícia cremosa e cromática de ver. Até porque a moça também era uma delícia cremosa e cromática de ver. Sendo delícia, tudo vale. Sendo delícia, você me mata.

Ai, mas o meu amigo da mesa de bar tem sua razão. É difícil dar certo. Evita o risco. Aposta no talento dos modistas. Se eles desenharam uma combinação de rendinhas tão casadinha, use a combinação de rendinhas tão casadinha. Coisas que enfurecem nosso pirulito são calcinhas puídas, frouxas, e sutiãs desleixados, desencontrados. Não mata a transa se ele tiver desejo de você, mas sopra uma frente fria no nosso calor.

2- BEGE, A COR SEM PECADO

Uma segunda leitora arranha a garganta e solta: “João, olha, difícil dizer, mas acho que cometi um pecado. Saí cedo de casa. Vesti aquele calçolinha bege do dia a dia. Mas à noite teve happy hour e o happy hour foi mais feliz do que eu pensava. A noite, João, foi uma criança safada! E acabei na cama com um colega da firma. Claro, ele viu a minha peça bege. Calcinha cor de pele é mesmo a morte pro homem?”.

É. É a morte. Mas o homem é sertanejo, o homem é um forte. E mesmo sob um sol que nordestina, ele será capaz de chutar poeira, de relevar, de dar a volta por cima, e a volta por baixo, de quatro e o sessenta e nove. Ainda mais numa primeira noite de sexo. Agora, pecado, é. Assassina o tesão e a ousadia da lembrança que ele pintará de você no dia seguinte. Fuja com todas as forças, meninas. Queime com todos os fogos, meninas. Bege já é um crime. Se for bege e calçolão, aí é um bananão de dinamite no Atol de Bikini.

Ah, sim. A cor branca, prima do bege, também merece um pezão atrás.

3- O SUTIÃ QUANDO ESCAPA

“João, pode sutiã aparecendo na roupa? É sexy?”, eis a terceira e última leitora perguntando, e eu respondendo:

Pode. Às vezes, até deve escapar uma alcinha. Se for aquela sugestão de sutiã preto ou de rendinha, aí é um sem fim de imaginação alegre. Mas depende muito da roupa que cobre essa ameaça de sedução. Como diz o ditado, “mulher de calça branca, quer…” Tem que tomar cuidado, tem que dosar.

Se calhar bem com a roupa, não ficando uma coisa muito perigo, muito piriguete, nossa, aí é Michel Teló. É delícia.

Meninas, o ponto é: há uma fina alcinha separando o ombro de uma mulher meio sexy do ombro de uma mulher meio vulgar. E a gente é meio burro. Homem pega no tranco e pega o fiapo pelo todo. O que você sugerir, ele vai entender, vai cristalizar. Daí que por mais chauvinista, por mais suíno, por mais horrendo que seja o que vou dizer, eu direi: quem perder o tom e exagerar nessa sugestão de sutiã vai ganhar um cara que te vê como uma safadinha doida pra transar ou uma sujeita cafona.

Não desista, mas vai com calma. Um mistério é quase sempre mais atraente.

Ou não.

E tudo bem.

Keep Walking, Brasil–Johnnie Walker

 

Keep Walking, Brazil

 

No início dos tempos, na parte sul das Américas, habitava um gigante. Um dos poucos que andavam sobre a Terra.
Gigante pela própria natureza, e sendo natureza ele próprio, era feito de rochas, terra e matas, que moldavam sua figura. Pássaros e bichos pousavam e viviam em seu corpo e rios corriam em suas veias. Era como um imenso pedaço de paisagem que andava e tinha vontade própria.
Caminhava com passadas vastas como vales e tinha a estatura de montanhas sobrepostas. Ao norte, em seu caminho, encontrava sol quente e brilhante nas quatro estações do ano. Ao sul, planaltos infindáveis. A oeste, planícies e terras cheias de diversidade. E a leste, quilômetros e quilômetros de praias onde o mar tocava a terra gentilmente, desde sempre. Havia também uma floresta como nenhuma outra no planeta. Tão grande, verde e viva que funcionava como o pulmão de todo o continente à sua volta.
Mesmo diante de tudo isso, um dia, enquanto caminhava, o gigante se inquietou.
Parou então à beira-mar e ali, entre as águas quentes do Atlântico e uma porção de terra que subia em morros, deitou-se. E, deitado nesse berço esplêndido, olhou para o céu azul acima se perguntando: "O que me faz gigante?".
Em seguida, imaginando respostas, caiu em sono profundo.
Por eras, que para os gigantes são horas, ele dormiu. Seu corpo gigantesco estirado, o joelho dobrado formando um grande monte, uma rocha imensa denunciando seu torso titânico e a cabeça indizível, coberta de árvores e limo.
Dormiu até se tornar lenda no mundo. Uma lenda que dizia que o futuro pertencia ao gigante, mas que ele nunca acordaria e que o futuro seria para ele sempre isso: futuro.
No entanto, com o passar do tempo ficou claro que nem mesmo as lendas devem dizer "nunca".
Depois de muito sonhar com a pergunta sobre si, o gigante finalmente despertou com a resposta.
Acordou, ergueu-se sobre a terra da qual era parte e ficou de frente para o horizonte.
Tirou então um dos pés do chão e, adentrando o mar, deu um primeiro passo.
Um passo decidido em direção ao mundo lá fora para encontrar seu destino.
Agora sabendo que o que o faz um gigante não é seu tamanho, mas o tamanho dos passos que dá.

50 frases do House

 

Fonte: http://amigos.mdig.com.br/index.php?itemid=17779

1. "Everybody Lies!" – "Todo mundo mente!" – House
2. "It´s not Lupus. It’s never Lupus." – "Não é Lupus. Nunca é Lupus." – House
3. "Almost dying don’t change anything. Dying changes everything!" – "Quase morrer não muda nada. Morrer muda tudo!" – House
4. "We can live with dignity – we can’t die with it". – "Podemos viver com dignidade. Não podemos morrer com ela." – House
5. "Well, like the philosopher Jagger once said, ‘You can’t always get what you want.’" – "Como já disse o filósofo Jagger: "Você não pode ter sempre aquilo que quer." – House
6. "Being miserable doesn’t make you better than anybody else, House. It just makes you miserable." – "Ser infeliz não o torna melhor do que ninguém, House. Apenas o faz infeliz." – Wilson
7. "No, if you talk to God you’re religious. If God talks to you, you’re psychotic." – "Não, se você fala com Deus, você é religioso. Se Deus fala com você, você é um psicótico." – House
8. "People don´t change" – "As pessoas não mudam" – House
9. "It’s a basic truth of the human condition that everybody lies. The only variable is about what."- "É uma verdade da condição de ser humanos que todos mentem. A única variável é sobre o quê." – House
10. "People lie for thousands of reasons. There’s always a reason." – "As pessoas mentem por milhares de razões. Sempre existe uma razão." – House
11. "I’m going in. Rambo stile." – "Estou nessa. Estilo Rambo" – House
12. "Lies are like children. Hard work, but worth it because the future depends on it." – "Mentiras são como as crianças: apesar de incovenientes, o futuro depende delas." – House
13. "The treatments don’t always work. Symptoms never lie." – "Os tratamentos nem sempre funcionam. Sintomas nunca mentem." – House
14. "You need a lawyer." – "Você precisa de um advogado." – Cuddy
15. "Read less, more TV!" – "Leia menos, mais TV‘ – House
16. "Is your yelling designed to scare me because I’m not sure what I’m supposed to be scared of. More yelling? That’s not scary. That you’re gonna hurt me? That’s scary, but I’m pretty sure I can out run you." – "Você está gritando para me assustar? Porque eu não tenho certeza se isso é assustador. Mais gritos? Isso não é assustador. Você vai me machucar? Isso é assustador, mas eu tenho quase certeza que posso correr de você." – Cuddy
17. "House doesn’t break rules, he ignores them!" – "House não quebra regras. Ele as ignora." – Foreman
18. "I like you better now that you’re dying." – "Eu gosto mais de você agora que está morrendo" – House
19. "I respect things that earn respect. This decision, on the other hand, is a dog wearing a cape." – "Eu respeito coisas que merecem ser respeitadas. Essa decisão por outro lado, é como um cachorro usando uma capa." – House
20. "You can’t control your emotions…just your actions."Você não pode controlar suas emoções…apenas suas ações." – Cameron
21 – "The fact that I was wrong is NOT a proof of God." – "O fato deu ter errado não prova que Deus existe" – House
22. "No lesions, no aneurysms. Ironically, the mind of a killer looks completely normal." – "Sem lesões, sem aneurismas. Ironicamente, a mente de um assassino parece completamente normal." – Chase
23. "This is Dr. House. He’s too brilliant for introductions." – "Esse é o Dr. House. Ele é muito brilhante para apresentações." – Thirteen
24 – "You gonna trust me? I lie about everything." – "Você vai acreditar em mim? Eu minto sobre tudo." – House
25 – "People act in their own self-interest. You’re all here because you’re all happy to be here. Or at least because this is your best option." – "Pessoas agem em benefício próprio. Vocês estão todos aqui porque vocês todos estão felizes por estarem aqui. Ou, pelo menos, porque essa é a melhor opção de vocês." – House
26 – "I went crazy, not stupid." – "Eu fiquei maluco, não estúpido." – House
27 – "Her lips say no, but her hormones say ‘Oh my God, yes, more." – "Seus lábios dizem não, mas seus hormônios dizem ‘Oh meu Deus,sim, continua" – House
28 – "I’m incapable of acting like a human being."- "Eu sou incapaz de agir como ser humano." – House
29 – "I’m the last person you’d ever come to for ethical advice, which means you’ve already asked every other person. No one’s given you the answer you want." – "Eu sou a última pessoa que você procuraria por um conselho sobre ética,o que seguinifica que você jáperguntou a todas as outras pessoas. Ninguém lhe deu a resposta que você queria." – House
30 – "Another reason I don’t like meeting patients. If they don’t know what you look like, they can’t yell at you."-"Uma outra razão para não gostar de conhecer os pacientes. Se eles não sabem quem você é, eles não podem gritar com você."- House
31 – "You know how some doctors have the Messiah complex – they need to save the world? You’ve got the Rubik’s complex; you need to solve the puzzle." – "Você sabia que alguns médicos tem o complexo de Messias – eles precisam salvar o mundo? Você tem o complexo de Rubik, precisa solucionar o quebra-cabeça." – Wilson
32 – "We are who people think we are." – "Nós somos o que as pessoas acham que nós somos" – House
33 – "Hey, I can be a jerk to people I haven’t slept with. I am that good." – "Hey, eu posso ser um idiota com pessoas que ainda não dormi. Eu sou realmente bom." – House
34 – "People choose the paths that grant them the greatest rewards for the least amount of effort." – "As pessoas escolhem os caminhos que as dão as maiores recompensas com o menor esforço." – House
35 – "Religion is not the opiate of the masses; religion is the placebo of the masses." – "Religião não é o ópio da massa, é o placebo dela." – House
36 – "How come God gets credit whenever something good happens? Where was he when her heart stopped?" -"Como pode Deus levar os créditos quando algum coisa boa acontece? Onde ele estava quando o coração dela parou?" – House
37 – "I’m too handsome to do paperwork." – "Eu sou muito bonito para cuidar da papelada" – House
38 – "The weird thing about telling someone they’re dying is it tends to focus their priorities. You find out what matters to them. What they’re willing to die for. What they’re willing to lie for." – "A parte estranha de dizer a alguém que ela está morrendo, é que a ela tende a focar em suas prioridades. Você descobre o que realmente importa para elas. Pelo quê elas estão dispostas a morrer. Pelô que elas estão dispostas a mentir." – House
39 – "Bizarre is good! Common has hundredsof explanations. Bizarre has hardly any." – "Bizarro é algo bom. O comum tem milhares de explicações. O Bizarro dificilmente tem alguma." – House
40 – "No, there is not a thin line between love and hate. There is, in fact, a Great Wall of China with armed sentries posted every twenty feet between love and hate." – "Não,não existe umalinha tênue entre o amore oódio. Na verdade, existe uma Muralha da China armada com soldados armados a cada 6 metros, entre o amor e o ódio." – House
41 – "I’m physically incapable of being polite." -"Eu sou fisicamente incapaz de ser gentil." – House
42 – "You can have all the faith you want in spirits, and the afterlife, and heaven and hell, but when it comes to this world, don’t be an idiot. Cause you can tell me you put your faith in God to put you through the day, but when it comes time to cross the road, I know you look both ways." – "Você pode ter a fé quer quiser em espíritos, em vida após a morte, no paraíso e no inferno, mas se tratando desse mundo, não seja idiota. Porque você pode me dizer que deposita sua fé em Deus para passar pelo dia, mas quando chega a hora de atravessar a rua, eu sei que você olha para os dois lados." – House
43 – "Anyone can hate humanity after being shot. It takes a big man to hate them beforehand." – "Qualquer um pode odiar a humanidade depois de levar um tiro. É necessário um grande homem para odiar antes disso." – House
44 – "Perseverance does not equal worthiness."- "Perserverança não é igual a merecimento" – House
45 – "Are you … comparing me to God? I mean, that’s great, but just so you know, I’ve never made a tree." – "Você está me comparando a Deus? Quero dizer, isso é bom, mas só para você saber, eu nunca criei uma árvore." – House
46 – "If we were to care about every person suffering on this planet, life would shut down." – "Se nós fossemos nos importar com todas as pessoas que estão sofrendo nesse planeta, a vida iria parar." – House
47 – Patient: "Are there other ways I could get pregnant? Like…sitting on a toilet seat?"
House: "Absolutely. There would need to be a guy sitting between you and a toilet seat, but yes, absolutely. I was doing so well…" –
Paciente: "Existe outros meios de engravidar? Como sentar no toilet?"
House: "Certamente. Só seria necessário um cara entre você e o toilet, mas,sim, certamente. Eu estava indo tão bem…
"
48 – Nun :"Sister Augustine believes in things that aren’t real."
House: "I thought that was a job requirement for you people."-
Freira: "Irmã Augustine acredita em coisas que não são reais"
House: "Eu achei que isso fosse pré-requisito para vocês."

49 – "Because, in HouseLand, and the rest of the universe by the way, when a question presents itself, it calls for an answer." – "Porque, na terra do House, e no resto do universo, quando aparece uma pergunta, ela pede por uma resposta." – House
50 – "Foreteen’s right." – "Catorze está certo"- House (se referindo a união de Thirteen e Foreman)

Leia mais em: 50 Frases de House M.D – Amigos do MDig http://amigos.mdig.com.br/index.php?itemid=17779#ixzz1rcSmxjEC