JotaPêAh!

Dieta de Atkins

em 12/05/2012 18:11:50

Fonte: http://saude.hsw.uol.com.br/dieta-atkins.htm

 

A dieta Atkins consiste em um plano de quatro fases. Os alimentos que você come variam conforme a fase que você está e conforme seu próprio metabolismo. As quatro fase da dieta Atkins incluem:

  1. Introdução – esta é a primeira fase da dieta Atkins. Ela também é considerada a fase mais restritiva. Em outras palavras, a primeira fase permite a ingestão de pouco ou nenhum carboidrato. A limitação é de apenas 20 gramas por dia. Os carboidratos permitidos são as saladas e outros vegetais, exceto tubérculos.
  2. Perda de peso – a segunda fase permite adicionar alguns carboidratos na dieta. Nesta fase, os carboidratos são aumentados para 25 gramas por dia. A cada semana aumenta-se em 5 gramas o número de carboidratos ingeridos. Então, na segunda semana da segunda fase temos 30 gramas de carboidratos. Na terceira, é permitido consumir 35 gramas e assim por diante. Você continua aumentando lentamente a quantidade de carboidratos, até que o seu corpo pare de perder peso. Quando isso acontece, você subtrai 5 gramas de carboidratos do consumo diário. Este nível permitirá a manutenção do peso.
  3. Pré-manutenção – nesta fase, você passa da fase de perda de peso para a fase de manutenção. Você pode aumentar a sua margem de carboidrato em 10 gramas por semana, se quiser interromper a perda de peso.
  4. Período de manutenção – a última fase permite que você selecione uma ampla variedade de alimentos, enquanto ainda limita a quantidade de carboidratos ingeridos. É esta fase que permite que você continue perdendo peso, assim como permite que você coma mais alimentos do que nas fases anteriores.

Vantagens e desvantagens

Agora que você entende como funciona a dieta Atkins, vamos ver algumas vantagens e desvantagens de ingerir pouco carboidrato. De acordo com o site do Dr. Atkins, existem quatro benefícios principais que os participantes ganham seguindo a dieta do Dr. Atkins:

  1. Perda de peso – quando reduzimos os carboidratos, o corpo ao invés de utilizar os carboidratos como fonte de energia, passa a queimar gordura para esse fim. Isso resulta em perda de peso.
  2. Manutenção do peso – cada indivíduo tem um nível de ingestão de carboidrato, com o qual não ganhará, nem perderá peso. A dieta Atkins permite ao corpo determinar esse nível, através de um eventual aumento na quantidade de carboidratos que ingerimos.
  3. Boa saúde – os seguidores da dieta Atkins são estimulados a comer alimentos ricos em nutrientes com vitaminas e suplementos nutricionais quando necessário.
  4. Prevenção de doenças – diminuir a ingestão de carboidrato e, por sua vez, a produção de insulina pode ajudar a prevenir doenças como diabetes.

O site também lista algumas desvantagens da dieta. As duas principais desvantagens são mau hálito, que é resultado do excesso da produção de cetona e constipação intestinal.

Enquanto alguns consideram a seletividade da dieta uma desvantagem, os seguidores da dieta Atkins são rápidos em apontar que somente os carboidratos são restringidos, deixando como opção vários outros alimentos.

E, ao contrário de muitas outras dietas, não há restrição de quantidade para a maior parte do que você ingere. Embora, de acordo com a dieta Atkins, é improvável que você coma demais porque:

  • sua ansiedade será reduzida
  • alimentos ricos em proteínas e com alto teor de gordura satisfazem e enchem mais o estômago

As comunidades médica e nutricional vêm se preocupando mais e mais com as desvantagens adicionais da dieta Atkins. Muitos acreditam que a dieta é uma solução temporária ao problema permanente de perda de peso. Em outras palavras, limitar os carboidratos aos níveis que Atkins planeja fazer pode ser muito difícil de manter para algumas pessoas. Além de tudo, o americano come uma grande quantidade de carboidratos e a eliminação total desse grupo de alimentos pode não ser algo que os seguidores de dietas consigam fazer por muito tempo.

Muitos grupos médicos têm se pronunciado sobre os possíveis riscos a longo prazo da dieta Atkins, tais como pedras nos rins, úlceras e infecções recorrentes nos rins. Além disso, no passado, pesquisas mostraram que ingerir altos níveis de gordura saturada, como os seguidores da dieta Atkins freqüentemente fazem, pode ter efeitos negativos na saúde, incluindo aumento do colesterol que pode levar a doenças cardíacas e derrame.

Debates sobre a dieta Atkins continuam e parece que a comunidade médica está dividida sobre a questão. Vamos ver o que os especialistas estão dizendo.

 

 

Fonte: http://boaforma.uol.com.br/dietas/dieta-do-dr-atkins.htm

Como é feita

É recomendado retirar das refeições todos os alimentos ricos em carboidratos. No café da manhã fica liberado abusar (sim, a dieta não tem limitações de porções) de queijos, presuntos e ovos. Uma xícara de café com leite também é permitida ou ainda uma xícara de chá. As frutas ficam restritas às quantidades mencionadas no item “O que propõe”, com porções calculadas.

No almoço e no jantar saem de cena, arroz, massas, tubérculos, além das leguminosas como ervilha, milho, lentilha e grão-de-bico. Fica liberado carnes, ovos, embutidos, bacon, aves, peixe e verduras.

“Essa dieta foge demais dos hábitos alimentares da maioria das pessoas, talvez por isso fique difícil segui-la por muito tempo e isso pode resultar em um ganho de peso rápido, ao voltar a comer carboidratos com muita ansiedade”, argumenta a nutricionista Amélia Duarte, de Salvador.

“Outra desvantagem desse cardápio, que realmente emagrece, é não promover uma reeducação alimentar. Isso não é bom, podendo levar ao efeito sanfona”, complementa.

Promessa

Esta dieta leva a uma grande redução de peso em um curto prazo de tempo, podendo chegar a menos 8 Kg em um mês. “Porém, é bom lembrar que grande parte dessa perda compreende massa muscular, alcançando uma perda bem mais baixa de gordura. O que não é saudável para o corpo”, alerta a endocrinologista Adriana Moretti, de São Paulo.

Contraindicação

“Pode causar problemas de concentração, já que o cérebro não funciona sem glicose, e ainda libera gorduras saturadas, que em longo prazo aumentam o colesterol”, alerta Amélia. “Além disso, a falta de carboidratos pode provocar tontura, sono, alteração de humor, tremores e propensão a desmaios”, pontua Adriana Moretti. E não é só.

A baixa ingestão de fibras leva à prisão de ventre e outras doenças intestinais. Esse cardápio não é indicado para gestantes e pessoas com problemas renais, já que na primeira fase a dieta significa um esforço a mais para os rins, que eliminam corpos cetônicos pela urina. Também não deve seguir esse cardápio quem tem ácido úrico elevado.

Eu fiz

“Quando resolvi fazer a dieta das proteínas, meu principal objetivo era não precisar controlar a quantidade de porções que eu consumia, já que adoro comer; e também a promessa de perder peso rapidamente. No entanto, depois de alguns dias fiquei enjoada de carne e outras fontes de proteína, além de achar a restrição dos carboidratos quase insuportável. Outra coisa que não gostei foi que esse cardápio não prioriza o equilíbrio e a reeducação alimentar e no meu caso foi ainda pior, porque ao invés de abusar das verduras, fiquei só nas proteínas, o que não foi saudável. Mas mesmo assim achei que a dieta correspondeu às minhas expectativas (perda de peso e poder comer bastante). Em quinze dias perdi 4 kg e consegui manter meu peso por um ano”.

Tatiana Carvalho Teles, 44 anos, empresária do Rio de Janeiro

 

Fonte: http://dietaproteina.blogspot.com.br/2007/05/alimentos-que-pode-comer-vontade-no.html

Alimentos que pode comer a vontade, não contém carboidratos

Alimentos permitidos em qualquer quantidade: (nos produtos industrializados, o ideal é verificar no rótulo o percentual de carboidrato que deve ser 0(zero) ou menor que 1%)
Carne de Porco, Carne de Aves, Carne de Vaca, Peixe, Nata, Presunto & Presunto Cozido, Bacon, Lingüiça de Porco, Salaminho, Cópa, Ovos, Queijos (somente os queijos industrializados – queijo fresco e mineiro não pode comer).
Verduras e Legumes:
Repolho, Alface, Tomate, Vagem, Couve-Flor, Brócolis, Pimenta, Cebola, Pepino, Abobrinha, Quiabo, Nabo, Rabanete, Acelga, Jiló, Salsa, Chicória, Escarola, Palmito, Berinjela, Azeitonas, Pimentão, Espinafre, Couve, Agrião, Rúcula e Tomate (máximo 3 por dia).
Sobremesa que pode a vontade:
Gelatina Diet (Adocyl, Doce Menor e Sucryl), pois não tem carboidratos.
Frutas Permitidas, após 15 dias:
Depois de 15 dias de dieta você pode acrescentar frutas…
– Melão, Melancia, Abacate, Manga, Mamão e Limão.
· relação de algumas frutas com menos de 10% do peso em carboidrato – (atenção a quantidade.. sempre com moderação!!)
Abacate[5,63%], abacaxi(polpa)[5,80%], abricó do Pará [3,92%], abiu [9,90%], caju(polpa)[8,40%], caju(suco)[10,00%], carambola[3,40%], castanha do Pará[7,00%], coco(leite)[7,00%], figo da índia[5,02%], goiaba [7,98%], groselha preta[7,30%], groselha vermelha[5,75%], jaca(polpa)[10,00%], limão[8,50%], maracujá [9,60%], melancia [6,90%], melão [6,35%], morango [7,40%], pêssego[9,40%], .
Na 2ª quinzena pode acrescentar:
– 2 Colheres de Creme de Leite;
– 2 Colheres de Requeijão;
– 2 Polenguinhos;
– Chocolate Adocyl Premium;
– Sorvete Kibon Light (Morango e Flocos)
– 4 Quibes Diet
– Pão Diet
– Suco de Limão (com adoçante).

 

Fonte: http://dietaproteina.blogspot.com.br/2007/05/bebidas-permitidas.html

Bebidas permitidas em qualquer quantidade ou com uso de adoçantes, que não contenha Sorbitol:
Chá, Chá-Mate, Chá Clight (Macã), Chá de Ervas com adoçante, Refrigerante Dietético (Coca Light, Pepsi Light, Guaraná Diet), Café (com adoçante), Água Tônica Diet.
Obs.: O Chá-Mate pode ser batido no liquidificador com gelo e limão (só não use limão rosa) (após 15 dias de dieta).

 

Fonte: http://dietaproteina.blogspot.com.br/2007/05/lista-de-alimentos-que-pode-comer.html

– Abobrinha verde – Acelga – Agrião – Água com gás – Água Natural – Água Tônica Diet – Alface – Aspargos – Atum – Aves – Azeite – Azeitona com tempero – Bacalhau – Bacon – Berinjela – Brócolis – Café – Camarão – Caranguejo – Carne em geral – Caviar – Cebola como tempero – Cenoura (1 por dia) – Chá (cidreira, mate, etc…) – Chicória – Chuchu – Club-Soda – Coca Light – Cogumelo – Couve – Couve-flor – Espinafre – Frango – Gelatina Diet (Doce-Menor, Açucryl, Adocyl, só) – Geléia Diet de morango (Adocyl e Doce-Menor) – Gin – Guaraná diet – Jiló – Lagosta – Limão – Lingüiça – Manteiga – Margarina – Mexilhões – Nabo – Omelete – Ostra – Ovos (fritos, cozidos, mexidos) – Ovos cozidos – Peixe – Pepino – Pepsi Light – Pimenta – Pimentão – Presunto – Queijos (só industrializados) – Quiabo – Rabanete – Repolho – Sal – Salada verde – Salaminho – Salpicão (maionese caseira, salada, pimentão), – Salsa – Sashimi – Soda Diet – Sopa de legumes – Suco Clight (Maçã verde, TEA Maça) – Sukiaki sem macarrão – Tomate (até 3 por dia) – Trident – Vagem.

Observações:
Depois de 15 dias acrescente uma fruta, de preferência as que contenham pouco carboidrato, mas que tenha muita caloria. O leite não pode, mas o queijo sim, porque só tem gordura. Lembre-se: não passe fome, pois quando o CETÔNICO começar a agir, não sentirá mais fome.

 

Fonte: http://dietaproteina.blogspot.com.br/2007/05/alimentos-proibidos-contm-carboidratos.html

Alimentos proibidos em qualquer quantidade:
Açucares, Arroz, Feijão, Bolachas, Farinhas e Derivados, Mandioca, Achocolatados (Nescau, Toddy, etc…), Sagu, Batatas, Apresuntados, Beterrabas, Ervilhas, Quibe, Queijo (Fresco e Mineiro – Somente os Industrializados), Milho-Verde, Maizena, Macarrão (massas em geral), Coxinhas, Batata Doce, Frutas, Conservas, Bolos e Tortas.
E todo o alimento que contenha carboidratos em sua composição.

 

Fonte: http://dietaproteina.blogspot.com.br/2007/05/lista-de-alimentos-que-no-pode-comer.html

 

– Abóbora – Açúcar – Adoçantes com Frutose – Adoçantes com Lactose – Água Tônica – Almôndegas – Amendoim – Amidos – Arroz – Balas – Balas diet – Banana – Batata – Beterraba – Biscoito – Bolachas – Bolos – Caju – Cará – Carboidratos – Catchup – Catupiry – Cereais – Chiclets – Doces – Ervilhas – Fanta Diet – Farinha – Feijão – Figos – Frutas – Frutas Secas – Gelatina (Oatker Diet) – Gelatinas (Royal Diet) – Geléia – Leite – Leite Desnatado – Macarrão – Mandioca – Massas em Geral – Mel – Milho – Mortadela – Panquecas – Pão – Passas – Petiscos – Pomarola – Pomodoro – Queijo Fresco e Mineiro – Salsarette – Salsicha – Seven’up Diet – Soja – Sorvetes – Sprite Diet – Suco de Frutas – Tâmaras – Trigo – Yogurt .
Alimentos proibidos de comer porque contém carboidrato:
CEREAIS: arroz, trigo, milho etc.
LEGUMES: feijão, grão-de-bico, lentilha, ervilha, amendoim(torrado),
FRUTAS: (algumas – com mais de 20% de carboidrato ), banana, uva, figo(seco), ameixa, caqui, castanha, coco(polpa), jaca(semente), marmelo, nêspera, tâmara, amêndoa, tamarindo,
TUBÉRCULOS: batatinha, batata-doce, batata salsa, mandioca,
AÇÚCARES: sacarose (açúcar de cana ou beterraba), glicose (açúcar de uva), lactose (açúcar de leite), maltose (açúcar de malte), frutose ou levulose (açúcar de frutas).
OUTROS: Leite, bolacha, farinha e seus derivados, mel, melado, geléia real, cerveja, lêvedo de cerveja, apresuntado, cenoura, beterraba, maisena, macarrão, doce, iogurte, pudim, tudo que contenha açúcar e frutas, achocolatados (Nescau, Toddy, etc.). Evitar enlatados por causa dos conservantes, salsicha , conservas, sagu, coxinha, torta, etc.

 

Reações (Fonte: http://dietaproteina.blogspot.com.br/2007/05/reaes.html)

Dor de cabeça: principalmente em pacientes "tocados a cafeína". Além desse sintoma, a redução brusca deste estimulante do sistema nervoso pode provocar de início uma certa lassidão física e mental que pode chegar até a DEPRESSÃO de pequena monta. Em casos extremos esses problemas podem ser resolvidos com a ingestão pura e simples de uma xícara de café ou de 1 comprimido analgésico com cafeína em sua formulação (como o Dorflex e a Neosaldina entre outros). Também pode ajudar o consumo de água em maior escala nesses dias.
Mau hálito: devido a eliminação por via respiratória de substancias cetônicas formadas pela queima acelerada de gorduras e pode ser parcialmente reduzido pelo consumo não abusivo de chicletes e balas dietéticas "SUGAR FREE" (desde que não adoçadas com Aspartame!); a redução no consumo de queijos pode ajudar.
Dores musculares: pela redução do teor de potássio, cálcio e magnésio dentro das células e pode ser melhorado pelo aumento na dosagem da medicação de reposição.
Prisão de ventre: pela ausência de vegetais fíbrosos a formação do bolo fecal que estimula o funcionamento dos intestinos pode ser mais demorada, portanto, uma evacuação de modo razoavelmente normal de 3/3 ou ate de 4/4 dias não requer atenção maior. Providências deverão ser tomadas se a consistência e o formato (bolinhas ressecadas) das fezes indicarem "ressecamento". Nesses casos procure aumentar o consumo de água e óleos vegetais (inclusive. azeite ou óleos vegetais indigeríveis como o NUJOL) além de tomar ao deitar-se o medicamento. Eventualmente proposto (tamarini cps sem açúcar, de 1 – 2 comp ao deitar-se).
NÃO DESISTAM PASSA LOGO

 

http://dietaproteina.blogspot.com.br/2007/04/peso-x-medidas.html

Você sempre perde peso OU medidas. Só no começo você perde os dois ao mesmo tempo. Inclusive pode ganhar peso no decorrer da dieta e continuar perdendo medidas. E pode estacionar em tudo por uma semana e de repente perder 2 ou 3 quilos de um dia para o outro (lá fora, esse fenômeno foi batizado de Whoosh).
Como a dieta é diurética, no começo aproximadamente dois quilos de água vão embora e você perde peso e medidas. A partir daí, você só perderá peso quando as células de gordura forem esvaziadas. Mas, mesmo vazias, elas demoram vários dias para perder o formato. Quando perdem o formato (murcham) você perde medidas. E por vários dias, elas vão esvaziando aos poucos mas a diferença de peso não é visível na balança. De repente esvaziaram células suficientes para perceber a diferença na balança. Aí começa o processo de murchar as células vazias. E assim vai.
O ganho de peso durante a dieta normalmente é devido à ingestão demasiada de líquidos (o que é bom!) e ao mal funcionamento do intestino (o que é ruim!). Se você se pesa, digamos, meia hora depois de tomar 500ml de qualquer bebida irá ter 500g a mais na balança. Se o seu intestino não funcionou no dia anterior, mais 500g. Se você se pesou após o almoço, mais 200 a 500g dependendo da pessoa. Se comeu algo que provoca a formação de gases, mais um tanto de gramas. O ideal é se pesar apenas uma vez por semana, usando as mesmas roupas, no mesmo horário, de preferência em jejum pela manhã após fazer o que fosse necessário no banheiro. Aí você pode ter um resultado quase confiável.
Então, fique tranquilo, coma suas verduras e siga normalmente na dieta. Está tudo em ordem.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: