JotaPêAh!

A Celebração de um Nascimento

em 23/12/2011 11:40:41

A CELEBRAÇÃO DE UM NASCIMENTO
Pr. Mark Finley

A história de natal gira em torno de um nascimento. O nascimento do menino Jesus. Hoje, neste "Está Escrito" especial de natal, convidamos você a juntar-se a nós para celebrarmos este momento único na história. Capte a essência deste acontecimento milenar através de canções, orações, e das escrituras. Permita que Cristo encha o teu coração de encorajamento neste natal, pois continua sendo a celebração de um nascimento.Não houve acontecimento mais emocionante na vida conjugal de Maria do que o nascimento de seu primeiro filho. Minha esposa e eu tínhamos 25 anos, quando nossa filha Debby nasceu. Eu tinha tanta certeza de que o bebê seria menina, que comprei um lindo vestidinho vermelho totalmente brilhoso. Você consegue imaginar nossa filha recém-nascida usando um vestido vermelho brilhoso? Ela iluminou o hospital inteiro. Dizer que Teeny e eu estávamos felizes com o nascimento de nossa primogênita é pouco. Dizer que não estávamos preparados para a experiência é menos ainda. Nós lemos todos os livros sobre crianças que apareceram em nossa frente. Freqüentamos juntos, aulas sobre partos naturais. Escolhemos as cores para o quarto de nossa mais nova moradora, pintamos de cor-de-rosa. Compramos um berço e brinquedos de bebê. Quando Debby nasceu, nós estávamos preparados. Deus também se alegrou com o nascimento de seu filho. Um coro de anjos anunciou a sua chegada. Pastores e magos aguardavam o nascimento dEle. Profecias datadas de séculos anteriores já proclamavam o nascimento do Messias. O profeta Isaías previu que Cristo nasceria de uma virgem. Moisés acrescentou que Ele seria da linhagem de Judá. O profeta Miquéias declarou que o Messias nasceria em Belém. Deus fez de tudo para preparar o mundo para o nascimento do salvador.

Aquele não foi um nascimento comum. Jesus foi concebido de forma sobrenatural pelo Espírito Santo no ventre de Maria. Ele não foi uma criança comum, Jesus foi o divino filho de Deus habitando num corpo humano, o divino Cristo humano. Aquela não foi uma missão comum. O anjo anunciou a José a missão de Jesus. Encontramos isso registrado desta forma em Mateus, capítulo 1, versículo 21:"ela dará à luz um filho e lhe porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos pecados deles". A missão dEle foi claramente definida por Deus: salvar o seu povo dos pecados deles.

O bebê nascido em Belém numa manjedoura é o teu e o meu Salvador. O natal é um momento de celebrar, é um momento de se alegrar, é um momento de glorificar. Nas profundezas de nossos pecados, não fomos abandonados. Na escuridão de nossa rebeldia, existe uma luz. Aprisionada na escravidão dos pecados, existe esperança. Quando Jesus nasceu, o povo de seu tempo teve três reações ao nascimento dele. E existem três reações à Jesus hoje em dia. Os escribas e fariseus foram indiferentes ao seu nascimento, eles mal sabiam o que estava acontecendo. Mas que tragédia, ser indiferente ao Salvador do mundo. Infelizmente, existem algumas pessoas religiosas indiferentes a Cristo neste natal. Cristo ainda fica perdido em meio ao consumismo desta época. Ele fica coberto sob a árvore de natal repleta de belas embalagens de presentes. Ele fica esquecido em meio a tanta correria. Ele fica silenciado por festas em empresas, almoços e vários outros compromissos natalinos. Nos dias de hoje, ofuscou-se o Cristo eterno. Não que sejamos contra Ele, apenas ficamos indiferentes a Ele. Ocupados demais.

Houve quem se opusesse a Ele na época e há quem se oponha a Ele hoje. Herodes e os soldados romanos sentiram-se ameaçados pela perspectiva deste rei recém-nascido; sentiram-se ameaçados pelo desafio iminente de seu reinado. Eles planejaram matá-lo ao nascer. Herodes baixou um decreto mandando matar todos os meninos hebreus com menos de dois anos. Ele não arriscaria o seu trono. Existem pessoas hoje, nesta época de natal, que não renunciam ao trono de seus corações; elas batalham, elas lutam, elas brigam para manter o comando. Talvez você esteja lutando há anos. Você tem tentado comandar a sua própria vida. Você tem medo de entregar o comando a Ele. Por que não, nesta época de natal, abrir o seu coração para Ele? Por que não entregar a sua vida? Você pode confiar absolutamente nele. Ele encherá a sua vida de alegria e propósito neste natal.

Ainda existe uma terceira reação em relação a Jesus. Três reis do oriente levaram presentes a Ele. Esses homens sábios ficaram de joelhos e o adoraram. Homens sábios continuam a adorá-lo hoje. O evangelho de Mateus descreve isso nestas palavras, encontradas em Mateus capítulo 2, versículo 11: "…e, abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra". O ouro é presente para um rei, ele representa todos os nossos bens materiais. Nós chegamos a Jesus através da adoração, sem hesitar em nada. Tudo que possuímos é um presente de Jesus. No natal, nós reconhecemos "Senhor, tudo o que eu tenho é teu. Tu és o rei dos reis". O incenso é presente para um sacerdote. Ele era usado pelo sacerdote no antigo santuário. No natal, nós devemos declarar: "Jesus, tu és meu sacerdote, tu intercedes por mim, tu és meu intercessor. Tu apresentas a tua justiça perfeita diante de todo o céu, no lugar de minhas falhas. Senhor, toda a minha adoração é para ti". A mirra é um presente para quem está à beira da morte. A mirra era um ungüento usado nos antigos rituais de sepultamento. No natal, nós reconhecemos: "Jesus, tu és meu salvador, tu és a criança inocente que nasceu, e meu justo redentor, que morreu por mim". Alegre-se hoje, é tempo de celebrar. Aceite-o como teu salvador, receba-o como teu sacerdote, reconheça-o como teu rei.

O maior presente já dado ao nosso mundo foi aquele bebê, o menino Jesus nascido numa manjedoura em Belém. E o maior presente com o qual podemos retribuir é com o nosso coração. Por que não, nesta época de natal, permitir que Cristo nasça no seu coração? Por que não permitir que Cristo, nascido dois mil anos atrás em Belém, nasça dentro de você neste natal? Por que não entregar-lhe o seu coração? Por que não entregar-lhe a sua vida neste momento enquanto oramos.

Amado Senhor, neste natal, glorificamos a ti por quem tu és. Não queremos ser indiferentes como os sacerdotes, não queremos ser hostis como os romanos. Queremos glorificá-lo como os reis magos. Tu és o nosso salvador que por amor concede a salvação. Tu és o nosso sacerdote que intercede junto ao Pai. Tu és o nosso rei, nosso Senhor dos Senhores, nosso libertador que em breve voltará. Hoje e sempre, damos glórias a Ti, em teu santo nome. Amém.

 

Mensagem de natal Kids4Truth: http://kids4truth.com/Dyna/ChristmasMessage/English.aspx


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: