Músicas da 2ª temporada de Glee-Lista por episódio

Episódio 1: “Audition”

“Empire State of Mind” – Jay-Z feat. Alicia Keys New Directions
“Every Rose Has Its Thorn” – Poison
“Telephone” – Lady Gaga feat. Beyoncé
“Getting to Know You” – The King and I
“Billionaire” – Travie McCoy feat. Bruno Mars
“The Power” – Snap!
“Listen” – Dreamgirls
“What I Did for Love” – A Chorus Line

Episódio 2: “Britney/Brittany”

“I’m a Slave 4 U” – Britney Spears
“Me Against the Music” – Britney Spears feat. Madonna
“…Baby One More Time” – Britney Spears
“Sailing” – Christopher Cross
“Stronger” – Britney Spears
“Toxic” – Britney Spears
“The Only Exception” – Paramore

Episódio 3: “Grilled Cheesus”

“Only the Good Die Young” – Billy Joel
“I Look to You” – Whitney Houston
“Papa, Can You Hear Me?” – Barbra Streisand
“I Want to Hold Your Hand” – Across the Universe
“Losing My Religion” – R.E.M.
“Bridge over Troubled Water” – Aretha Franklin
“One of Us” – Joan Osborne

Episódio 4: “Duets”

“Don’t Go Breaking My Heart” – Elton John and Kiki Dee
“River Deep – Mountain High” – Ike & Tina Turner
“Le Jazz Hot!” – Victor/Victoria
“Sing!” – A Chorus Line
“With You I’m Born Again” – Billy Preston and Syreeta Wright
“Lucky” – Jason Mraz and Colbie Caillat
“Get Happy” / “Happy Days Are Here Again” – Judy Garland and Barbra Streisand

Episódio 5: “The Rocky Horror Glee Show

“Science Fiction/Double Feature” – The Rocky Horror Show
“Over at the Frankenstein Place” – The Rocky Horror Show
“Dammit Janet” – The Rocky Horror Show
“Hot Patootie” – The Rocky Horror Show
“Sweet Transvestite” – The Rocky Horror Show
“Touch-a, Touch-a, Touch-a, Touch Me” – The Rocky Horror Show
“Time Warp” – The Rocky Horror Show

Episódio 6: “Never Been Kissed”

“One Love/People Get Ready” – Bob Marley & The Wailers
“Teenage Dream” – Katy Perry
“Start Me Up” / “Livin’ on a Prayer” – The Rolling Stones / Bon Jovi
“Stop! In the Name of Love” / “Free Your Mind” – The Supremes / En Vogue

Episódio 7: “The Substitute”

“Conjunction Junction” – Schoolhouse Rock!
“Forget You” – Cee Lo Green
“Make ‘Em Laugh” – Donald O’Connor
“Nowadays / Hot Honey Rag” – Chicago
“Singin’ in the Rain” / “Umbrella” – Gene Kelly / Rihanna feat. Jay-Z

Episódio 8: “Furt”

“Ohio” – Wonderful Town
“Marry You” – Bruno Mars
“Sway” – Michael Bublé
“Just the Way You Are” – Bruno Mars

Episódio 9: “Special Education”

“Don’t Cry for Me Argentina” – Evita
“The Living Years” – Mike & The Mechanics
“Hey, Soul Sister” – Train
“(I’ve Had) The Time of My Life” – Bill Medley and Jennifer Warnes
“Valerie” – Mark Ronson feat. Amy Winehouse
“Dog Days Are Over” – Florence and the Machine

Episódio 10: “A Very Glee Christmas”

“The Most Wonderful Day of the Year” – Rudolph the Red-Nosed Reindeer
“We Need a Little Christmas” – Mame
“Merry Christmas Darling” – The Carpenters
“Baby, It’s Cold Outside” – Frank Loesser
“You’re a Mean One, Mr. Grinch” – How the Grinch Stole Christmas!
“Last Christmas” Wham! – Rachel Berry and Finn Hudson
“Welcome Christmas” – How the Grinch Stole Christmas!

Episódio 11: “The Sue Sylvester Bowl Shuffle”

“California Gurls” – Katy Perry feat. Snoop Dogg McKinley
“Need You Now” – Lady Antebellum
“She’s Not There” – The Zombies
“Bills, Bills, Bills” – Destiny’s Child
“Thriller” / “Heads Will Roll” – Michael Jackson / Yeah Yeah Yeahs

Episódio 12: “Silly Love Songs”

“Fat Bottomed Girls” – Queen
“P.Y.T. (Pretty Young Thing)” – Michael Jackson
“When I Get You Alone” – Robin Thicke
“My Funny Valentine” – Babes in Arms
“Firework” – Katy Perry
“Silly Love Songs” – Wings

Episódio 13: “Comeback”

“Baby” – Justin Bieber feat. Ludacris
“Somebody to Love” – Justin Bieber
“Take Me or Leave Me” – Rent
“This Little Light of Mine” – Traditional
“I Know What Boys Like” – The Waitresses
“Sing” – My Chemical Romance

Episódio 14: “Blame It on the Alcohol”

“My Headband” – N/A
“Don’t You Want Me” – The Human League
“Blame It” – Jamie Foxx feat. T-Pain
“One Bourbon, One Scotch, One Beer” – George Thorogood
“Tik Tok” – Kesha

Episódio 15: “Sexy”

“Do You Wanna Touch Me (Oh Yeah)” – Joan Jett
“Animal” – Neon Trees
“Kiss” – Prince and The Revolution
“Landslide” – Fleetwood Mac
“Afternoon Delight” – Starland Vocal Band

Episódio 16: “Original Song”

“Misery” – Maroon 5
“Blackbird” – The Beatles
“Trouty Mouth” – N/A
“Big Ass Heart” – N/A
“Hell to the No” – N/A
“Jesus Is My Friend” – Sonseed
“Candles” – Hey Monday
“Raise Your Glass” – Pink
“Get It Right” – N/A
“Loser Like Me” – N/A

Episódio 17: “A Night of Neglect”

“All by Myself” – Celine Dion
“Ain’t No Way” – Aretha Franklin
“I Follow Rivers” – Lykke Li
“Turning Tables” – Adele

Episódio 18: “Born This Way”

“Born This Way” – Lady Gaga
“I Feel Pretty / Unpretty” – TBA
“Somewhere Only We Know” – Keane
“As If We Never Said Goodbye” – Sunset Boulevard
“I’ve Gotta Be Me” – TBA
“TBA” – Sammy Davis, Jr.

Episódio 19: “Rumours”

“Dreams” – Fleetwood Mac
“Never Going Back Again” – Fleetwood Mac
“Songbird” – Fleetwood Mac
“The Chain” – Fleetwood Mac
“I Don’t Want To Know” – Fleetwood Mac
April Rhodes Song – April e Will cantam essa música do musical da April
“Go Your Own Way” – Fleetwood Mac
“Don’t Stop” – Fleetwood Mac

Episódio 20: “Prom Queen”

“Rolling in the Deep” – Adele
“Isn’t She Lovely?” – Stevie Wonder
“Dancing Queen” – ABBA
“I’m Not Gonna Teach Your Boyfriend How to Dance with You” – Black Kids
“Jar of Hearts” – Christina Perri
“Friday” – Rebecca Black

Episódio 21: “Funeral”

“Try a Little Tenderness” – Otis Redding
“My Man” – Barbra Streisand
“Pure Imagination” – Willy Wonka & the Chocolate Factory
“Back to Black” – Amy Winehouse
“Some People” – Ocean Drive

Episódio 22: “New York”

“As Long As You’re There” – Elenco
“Bella Note” – Lady and the Tramp
“For Good” – Wicked
“I Love New York/New York, New York” – Madonna/from On The Town
“Light Up The World” – Elenco
“My Cup” – Elenco
“Pretending” – Elenco
“Still Got Tonight” – Matthew Morrison
“Yeah!” – Usher

Fonte: http://www.planetadamusica.com/trilhas-sonoras/trilha-sonora-glee-2-temporada

Músicas da 1ª Temporada de Glee–Lista por episódio

Episódio 1 (Piloto)

  • Let Me Be por Josh Gabriel – tocada quando as líderes de torcida estão praticando
  • Shing Star por Earth, Wind & Fire – toca quando Will volta para escola; os jogadores de futebol brigam com Kurt; Will dá aula e Raquel arruma o cabelo
  • Where Is Love por Hank And Sandy Ryerson – tocada quando Sandy ajuda Hank para treinar o solo
  • Flight Of The Bumblebee por The Swingle Singers  – Rachel assiste Hank ensaiando com Sandy
  • Soul Bossa Nova por The Swingle Singers – Will escolhe um novo nome para o Glee Club (clube Glee); diretor Figgins aceita que Will continue cuidando do Glee Club; Will coloca o papel para as pessoas se inscreverem
  • Respect por Mercedes – audição da Mercedes para o Glee Club
  • Mister Cellophane por Kurt – audição do Kurt para o Glee Club
  • I Kissed A Girl por Tina – audição da Tina para o Glee Club
  • On My Own por Rachel – audição da Rachel para o Glee Club
  • Golliwogg’s Cake Walk por The Swingle Singers – Rachel conversa com seus pais sobre ficar mais velha; Will agradece a Ken pela apresentações e pergunta se ele está bem; Puck vê a técnica Tanaka gritando com Finn; Sue grita para as Cheerios! (líderes de torcida), Rachel fala com Finn que ele é talentoso; Emma aconselha Will
  • Sit Down You’re Rocking The Boat por The New Directions – ensaio do The New Directions
  • Raindrops Keep Falling On My Head por 101 Strings – Will leva um sanduíche para Terri no Sheets N’ Things
  • Fifth Of Beethoven por The Swingle Singers – Will pede conselhos a Sue; limpa chiclete do tênis da Emma, e convense Ken a apresentá-lo para o time de futebol americano
  • Can’t Fight This Feeling por Finn – Finn canta enquanto toma banho no vestiário
  • Lovin’ Touchin’ Squeezin por Journey – Finn e Darren cantam enquanto molham o jardim
  • You’re The One That I Want por The New Directions – The New Directions ensaiam com Finn
  • Chewing Gun por Annie – Finn e Quinn se pegam na sala
  • Rehab por Vocal Adrenaline – apresentação do Vocal Adrenaline no Carmel High Invitational
  • Don’t Worry Be Happy por Steel Drum Band – Finn corre para o time de futebol depois do Carmel High Invitational
  • Leaving On A Jet Plane por Will – Will apresenta essa música (cena da versão estendida)
  • Moonlight Sonata por The Swingle Singers – Rachel tenta convencer Finn a ficar no Glee Club; Finn explica para Puck sobre o porque dele ter se juntado ao clube
  • Don’t Stop Believin’ por Journey – Finn vê Darren molhando o campo de futebol
  • That’s The Way (I Like It) por The Singsations – Will assiste um vídeo de sua apresentação no glee club quando era do high school
  • Looking Back por Kerry Muzzey – Will explica para Emma por que ele irá parar de ensinar para sustentar sua família
  • Don’t Stop Believin’ por The New Directions – The New Directions ensaiam com a banda de jazz
musicas-glee-primeira-temporada

– Episódio 2 (Showmance)

  • Ain’t That A Kick In The Head por Dean Martin – Will chega ao colégio
  • Freak Out (Le Freak) por New Directions (original por Chic) – New Directions praticando
  • Gold Digger por New Directions (original por Kanye West) – New Directions praticando
  • All By Myself por Eric Carmen – Emma chora no seu carro
  • Looking Back por Kerry Muzzey (piano instrumental) – Will ajuda Emma com seus problemas; Finn e Rachel se beijam; Will e Emma conversam
  • Push It por New Directions (original por Salt n’ Pepa) – New Directions se apresentando
  • Say A Little Prayer For You por Quinn (original pela Aretha Franklin) – Audição da Quinn com as cheerleaders para Will
  • Take A Bow por Rachel (original da Rihanna) – Rachel canta essa música

– Episódio 3 (Acafellas)

  • This Is How We Do It por Acafellas (original do Montell Jordan) – Os Acafellas formam o grupo
  • Poison por Acafellas (original do Bell Biv Devoe) – apresentação dos Acafellas
  • Mercy por Vocal Adrenaline (original da Duffy) – Vocal Adrenaline praticando essa música
  • La Camisa Negra por Puck (original do Juanes) – Puck pede para se juntar aos Acafellas
  • Bust Your Windows por Mercedes (original por Jazmine Sullivan) – Mercedes canta essa música quando eles estão lavando o carro e Kurt fala para ela que ama outra pessoa
  • I Wanna Sex You Up por Acafellas (original do Color Me Badd) – apresentação dos Acafellas

– Episódio 4 (Preggers)

  • Single Ladies (Put A Ring On It) por Beyonce – Kurt e as amigas dançando; Kurt chutando para fazer o gol; time de futebol americano dançando; Kurt termina o jogo
  • Taking Chances por Rachel (original da Celine Dion) – Audição da Rachel
  • Tonight por Tina (original do West Side Story) – Tina praticando
  • Moonlight Sonata por The Swingle Singers – Puck descobre o segredo de Quinn

– Episódio 5 (The Rhodes Not Taken)

  • Don’t Stop Believin por New Directions (original por Journey) – O Glee club pratica com Quinn cantando solo
  • Desafinado por Ronnie Pleydell – Will e Terri jantam no restaurante
  • Heart Of Glass por Nouvelle Vague – Will visita April Rhodes
  • Maybe This Time por April & Rachel (original de Cabaret) – April e Rachel cantam essa música
  • You Make My Dreams por Hall & Oates – April ganha do Glee club
  • Cabaret por Rachel (original de Cabaret) – Rachel ensaia para o musical da escola
  • I Want A New Drug por Huey Lewis & The News – Rachel e Finn jogando boliche
  • Alone por April & Will (original do Heart) – April e Will cantam no karaoke
  • Heartbreak Beat por Psychedelic Furs – Rachel faz strike no boliche
  • Last Name por New Directions (original por Carrie Underwood) – O Glee club se apresenta com April como estrela
  • Somebody To Love por New Directions (original do Queen) – O clube Glee se apresenta com Rachel e Finn estrelando

– Episódio 6 (Vitamin D)

  • It’s My Life / Confessions Part II por New Directions (original de Bon Jovi e Usher) – Os garotos apresentam seu mashup*
  • Break My Stride por Matthew Wilder – Rachel fala sobre sua rotina da manhã; repete no fim quando a Rachel está se exercitando
  • Halo / Walking On Sunshine por New Directions (original da Beyonce e Katrina And The Waves) – As garotas apresentam seu mashup

*mashup – técnica de juntar duas ou mais músicas e criar uma nova

– Episódio 7 (Throwdown)

  • O Fortuna por Carl Orff – Sue e Will brigam; repete quando Will revela para Sue sobre o tempo de ensaio; repete quando Sue descobre que Will desclassificou o seu grupo (Sue Kids); repete enquanto Sue anda para a sala do diretor; repete enquanto a câmera dá zoom na Sue na sala dos professores
  • Hate On Me por New Directions (original de Jill Scott) – Mercedes lidera o New Directions com essa música
  • Ride Wit Me por New Directions (original do Nelly) – Glee club apresenta essa música
  • No Air por New Directions (original de Jordin Sparks ft. Chris Brown) – grupo do Will apresenta essa música; repete enquanto o time do Will começa a cantar
  • You Keep Me Hangin’ On por Quinn (original das The Supremes) – Quinn canta essa música no ensaio das Cheerios
  • Keep Holding On por New Directions (original da Avril Lavigne) – Glee club apresenta essa música no final

– Episódio 8 (Mashup)

  • Bust A Move por Will (original do Young MC) – Will mostra ao Glee Club como se faz
  • Thong Song por Will (original do Sisqo) – Will canta para Emma a música que Ken escolheu
  • What A Girl Wants por Rachel e Puck (original da Christina Aguilera) – Rachel canta enquanto Puck toca guitarra
  • Sweet Caroline por Puck (original do Neil Diamond) – Puck canta para o Glee Club
  • Sing, Sing, Sing do Benny Goodman – Will e Sue dançam
  • I Could Have Danced All Night por Emma (original da Julie Andrews) – Emma e Will dançam

– Episódio 9 (Wheels)

  • Dancing With Myself por Artie (original da Generation X) – Artie canta essa música
  • Dancing With Myself da Generation X – Finn e Rachel na cadeira de rodas
  • Pusherman do Curtis Mayfield – Puck fala sobre o ingrediente secreto dos bolinhos
  • Defying Gravity por Kurt e Rachel (original do Wicked) – Kurt e Rachel competem pelo solo
  • Proud Mary por New Directions (original do Creedence Clearwater Revival) – O grupo canta essa música no final do episódio

– Episódio 10 (Ballads)

  • Endless Love por Will e Rachel (original da Diana Ross e Lionel Richie) – Will e Rachel cantam essa música pelo Glee club
  • More Than Words do Extreme – Suzy escuta essa música no fone de ouvido
  • I’ll Stand By You por Finn (original do The Pretenders) – Finn canta essa música para deixar os sentimentos sairem
  • Don’t Stand So Close To Me / Young Love pory Will (original do The Police / Gary Puckett and The Union Gap) – Will canta para Rachel e Emma
  • Crush por Rachel (original da Jennifer Paige) – Rachel canta no carro de Will
  • (You’re) Having My Baby por Finn (original do Paul Anka) – Finn canta para Quinn na frente de seus pais
  • Lean On Me por New Directions (original do Bill Withers) – O Glee club canta para Finn e Quinn

– Episódio 11 (Hairography)

  • Bootylicious por Jane Addams Academy Glee Club (original da Destiny’s Child) – The Jane Addams Academy Glee Club se apresentam no palco dos New Directions como desculpa
  • Don’t Make Me Over da Dionne Warwick – Kurt faz uma transformação em Rachel enquanto ela confessa que gosta do Finn; Rachel convida Finn para ensaiar na sua casa
  • You’re The One That I Want por Rachel e Finn (original de Grease) – Rachel se veste com roupa apertada e tenta flertar com Finn no quarto
  • Papa Don’t Preach por Quinn e Puck (original da Madonna) – Quinn canta para acalmar os filhos de Kendra
  • Hair / Crazy In Love por New Directions (original de Hair / original da Beyonce ft. Jay-Z) – The New Directions se apresentam como parte do acordo com a Haverbrook School Glee Club
  • Imagine por Haverbrook School Glee Club (original do John Lennon) – The Haverbrook Glee Club se apresentam como parte do acordo com os New Directions (Novas Direções)
  • True Colors por New Directions (original da Cyndi Lauper) – Se dão conta de que para ganhar têm que ser eles mesmos; os New Directions ensaiam essa músicas sentados nos banquinhos

– Episódio 12 (Mattress)

  • You Might Think do The Cars – Rachel procura um co-capitão
  • Smile por Rachel e Finn (original da Lily Allen) – Rachel e Finn cantam juntos
  • When You’re Smiling por Rachel (original do Louis Armstrong) – Rachel se arruma para tirar a foto
  • Jump por New Directions (original do Van Halen) – O clube glee se apresenta para o comercial de colchões
  • Smile por New Directions (original de Charlie Chaplin) – Glee club se arrumando para comercial para tirar a foto do Anuário.

– Episódio 13 (Sectionals)

  • And I Am Telling You I’m Not Going por Mercedes (original do musical Dreamgirls / ficou famosa na voz de Jennifer Hudson) – Mercedes canta seu solo para clube
  • Música Instrumental no Piano (Desconhecida) – música que toca quando Puck aparece para falar com a Quinn sentada, continua tocando até o momento em que Schue e Emma estão conversando ao lado do ônibus
  • And I Am Telling You I’m Not Going por Jane Addams Academy Glee Club (original do musical Dreamgirls / ficou famosa na voz de Jennifer Hudson) – As garotas do Jane Addams Academy Glee Club cantam essa música na competição
  • Proud Mary por Jane Addams Academy Glee Club (original do Creedence Clearwater Revival) – Elas também cantam essa
  • Don’t Stop Believin por Haverbrook School Glee Club (original do Journey) – Os alunos do Haverbrook School Glee Club apresentam essa música
  • Don’t Rain On My Parade por Rachel (original da Barbara Streisand) – Rachel faz a abertura do New Directions (Novas Direções) cantando essa música como solo
  • You Can’t Always Get What You Want por New Directions (original dos The Rolling Stones) – O clube Glee apresenta essa música depois do solo da Rachel
  • My Life Would Suck Without You por New Directions (original da Kelly Clarkson) – O clube Glee canta essa música para o Will

– Episódio 14 (Hell-O)

  • Hello, I Love You por Finn (original dos The Doors) – Finn canta pelo colégio e jogando basquete
  • Gives You Hell por Rachel (original do All American Rejects) – Rachel cantando para o Finn
  • Hello por Rachel & Jesse (original do Lionel Richie) – Rachel e Jesse cantam na biblioteca
  • Hello Again do Neil Diamond – Will e Emma dançam e se beijam; também é a música que tocou na formatura do Will quando ele estava com a ex-esposa
  • Música desconhecida no piano – Emma falando para o Will que ele precisa passar um tempo sozinho para se conhecer e eles se separam
  • Highway To Hell por Vocal Adrenaline (original do AC/DC) – apresentação do Vocal Adrenaline
  • Hello Goodbye por New Directions (original dos The Beatles) – apresentação do New Directions

– Episódio 15 (The Power of Madonna)

  • Ray Of Light da Madonna – Will assiste o ensaio das Cheerios
  • Express Yourself por New Directions (original da Madonna) – Rachel e as garotas cantam para os garotos
  • Burning Up da Madonna – Santana vai perguntar a Finn se quer sair com ela
  • Borderline / Open Your Heart por Rachel e Finn (original da Madonna) – Rachel e Finn cantando juntos pelo colégio
  • Frozen da Madonna – Will e Sue brigam no corredor do colégio; Finn fala com Santana
  • Vogue por Sue Silvester (original da Madonna) – vídeo clipe da Sue com Mercedes e Kurt
  • Like A Virgin por New Directions (original da Madonna) – os casais cantando nas camas
  • Justify My Love da Madonna – Sue conversa com o diretor Figgins
  • 4 Minutes por Mercedes e Kurt (original da Madonna) – a banda toca, Kurt e Mercedes cantam com as Cheerios
  • What It Feels Like For A Girl por New Directions (original da Madonna) – os garotos cantam em volta do piano
  • Like A Prayer por New Directions (original da Madonna) – última música do episódio

– Episódio 16 (Home)

  • Heart Of Glass do Blondie – Will encontra April na patinação
  • Fire por April & Will (original das The Pointer Sisters) – April e Will cantam patinando
  • I Melt With You do Nouvelle Vague – Will conversa com April sobre seu divórcio
  • A House Is Not A Home por Kurt & Finn (original da Dionne Warwick) – Kurt canta no ensaio
  • One Less Bell To Answer / A House Is Not A Home por April & Will (original da Barbara Streisand) – April passa a noite na casa do Will
  • Home Sweet Home da Carrie Underwood – Will dá conselhos a April
  • Beautiful por Mercedes & The Cheerios (original da Christina Aguilera) – Mercedes começa a cantar e todos cantam juntos na apresentação das Cheerios
  • Home por April & New Directions (original do The Wiz) – April e o resto do grupo cantam para Will no auditório

– Episódio 17 (Bad Reputation)

  • Physical da Olivia Newton-John – os garotos do Glee assistem o vídeo da Sue
  • Ice Ice Baby por Will & New Directions (original do Vanilla Ice) – Will mostra como se transforma uma música ruim em boa
  • U Can’t Touch This por Artie & New Directions (original do MC Hammer) – o grupo canta na biblioteca
  • Physical por Sue & Olivia Newton-John (original da Olivia Newton-John) – novo vídeo de Sue com Olivia
  • Run Joey Run por New Directions (original de David Geddes) – Rachel, Puck, Jesse, e Finn cantam
  • Total Eclipse Of The Heart por New Directions (original da Bonnie Tyler) – Rachel canta com o Glee no fim

– Episódio 18 (Laryngitis)

  • The Climb por Rachel (original da Miley Cyrus) – Rachel tenta cantar e descobre que está sem voz
  • Jessie’s Girl por Finn (original do Rick Springfield) – Finn canta sozinho para o clube Glee
  • The Lady Is A Tramp por Mercedes & Puck (original do Babes In Arms) – Puck canta para chamar atenção de Mercedes
  • Pink Houses por Kurt (original do John Mellencamp) – Kurt canta para o clube Glee, querendo mudar quem é
  • música desconhecida – Kurt e Brittany se agarrando
  • The Boy Is Mine por Mercedes e Santana (original de Brandy & Monica) – Mercedes e Santana cantando no celular e depois na frente do clube
  • Rose’s Turn por Kurt (original do Gypsy: A Musical Fable) – Kurt cantando no palco e seu pai vê
  • One por Rachel e Finn (original do U2) – final do episódio

– Episódio 19 (Dream On)

  • Daydream Believer por Bryan (original dos The Monkees) – Will lembrando do Bryan cantando no passado
  • Dream Weaver do Gary Wright – Bryan e Will conversam sobre suas vidas
  • Piano Man por Will e Bryan (original do Billy Joel) – Will coloca a jukebox para tocar e canta com Bryan
  • Big Spender original do musical Sweet Charity – uma mulher fazendo audição na peça Os Miseráveis
  • Dream On por Will e Bryan (original do Aerosmith) – Will e Bryan fazem audição juntos
  • The Safety Dance por Artie (original do Men Without Hats) – Artie sonhando que está cantando e dançando no shopping
  • I Dreamed A Dream por Shelby e Rachel (original de Os Miseráveis) – Jesse coloca a fita da mãe da Rachel para tocar
  • Dream A Little Dream Of Me por Artie (original de Ozzy Nelson) – final do episódio

– Episódio 20 (Theatricality)

  • Funny Girl por Shelby (original do Funny Girl) – Shelby canta para o Vocal Adrenaline
  • Bad Romance por New Directions (original da Lady Gaga) – as garotas e Kurt apresentam sua música
  • Shout It Out Loud por New Directions (original do Kiss) – os garotos apresentam sua música
  • Speechless da Lady Gaga – Finn tirando a maquiagem do Kiss e conversando com Kurt no quarto
  • Beth por New Directions (original do Kiss) – Puck e os garotos cantam na sala de ensaio
  • Poker Face (Live at the Cherrytree House) por Rachel e Shelby (original da Lady Gaga) – Rachel e Shelby cantam juntas

– Episódio 21 (Funk)

  • Another One Bites The Dust pelo Vocal Adrenaline (original do Queen) – Jesse volta para o Carmel High, seu antigo colégio
  • Tell Me Something Good por Will (original do Rufus) – Will canta para Sue
  • Loser por New Directions (original do Beck) – Finn e Puck cantam no trabalho da Sheets ‘n Things
  • It’s A Man’s Man’s Man’s World por Quinn (original do James Brown) – Quinn canta e dança com as “The Unwed Mothership Connection
  • Good Vibrations por New Directions (original do Marky Mark & The Funky Bunch) – Puck, Mercedes e Finn apresentam sua versão da música
  • Loser do Beck – Sue insulta Will
  • Give Up The Funk pelo New Directions (original do Parliament) – o Vocal Adrenaline assiste o New Directions se apresentando

– Episódio 22 (Journey) / SEASON FINALE

  • Don’t Stop Believin do Journey – Will passando estações de rádio no carro e pára em uma que está tocando essa música
  • Faithfully por New Directions (original do Journey) – Finn e Rachel começam a apresentação
  • Any Way You Want It / Lovin’, Touchin’, Squeezin’ por New Directions (original do Journey) – segunda música cantada na competição
  • Don’t Stop Believin por New Directions (original do Journey) – última música cantada pelo New Directions na medley de Journey
  • Bohemian Rhapsody por Vocal Adrenaline (original do Queen) – Vocal Adrenaline se apresentando
  • To Sir, With Love por New Directions (original por Lulu) – o grupo agradece Will com essa música
  • Over The Rainbow por Will e Puck (original do Israel Kamakawiwo’ole) – Will e Puck cantam para o clube Glee

Fonte: http://www.musicadeseries.com/glee/musicas-primeira-temporada-de-glee

Músicas da 1ª Temporada de Glee–Lista por episódio

Episódio 1 (Piloto)

  • Let Me Be por Josh Gabriel – tocada quando as líderes de torcida estão praticando
  • Shing Star por Earth, Wind & Fire – toca quando Will volta para escola; os jogadores de futebol brigam com Kurt; Will dá aula e Raquel arruma o cabelo
  • Where Is Love por Hank And Sandy Ryerson – tocada quando Sandy ajuda Hank para treinar o solo
  • Flight Of The Bumblebee por The Swingle Singers  – Rachel assiste Hank ensaiando com Sandy
  • Soul Bossa Nova por The Swingle Singers – Will escolhe um novo nome para o Glee Club (clube Glee); diretor Figgins aceita que Will continue cuidando do Glee Club; Will coloca o papel para as pessoas se inscreverem
  • Respect por Mercedes – audição da Mercedes para o Glee Club
  • Mister Cellophane por Kurt – audição do Kurt para o Glee Club
  • I Kissed A Girl por Tina – audição da Tina para o Glee Club
  • On My Own por Rachel – audição da Rachel para o Glee Club
  • Golliwogg’s Cake Walk por The Swingle Singers – Rachel conversa com seus pais sobre ficar mais velha; Will agradece a Ken pela apresentações e pergunta se ele está bem; Puck vê a técnica Tanaka gritando com Finn; Sue grita para as Cheerios! (líderes de torcida), Rachel fala com Finn que ele é talentoso; Emma aconselha Will
  • Sit Down You’re Rocking The Boat por The New Directions – ensaio do The New Directions
  • Raindrops Keep Falling On My Head por 101 Strings – Will leva um sanduíche para Terri no Sheets N’ Things
  • Fifth Of Beethoven por The Swingle Singers – Will pede conselhos a Sue; limpa chiclete do tênis da Emma, e convense Ken a apresentá-lo para o time de futebol americano
  • Can’t Fight This Feeling por Finn – Finn canta enquanto toma banho no vestiário
  • Lovin’ Touchin’ Squeezin por Journey – Finn e Darren cantam enquanto molham o jardim
  • You’re The One That I Want por The New Directions – The New Directions ensaiam com Finn
  • Chewing Gun por Annie – Finn e Quinn se pegam na sala
  • Rehab por Vocal Adrenaline – apresentação do Vocal Adrenaline no Carmel High Invitational
  • Don’t Worry Be Happy por Steel Drum Band – Finn corre para o time de futebol depois do Carmel High Invitational
  • Leaving On A Jet Plane por Will – Will apresenta essa música (cena da versão estendida)
  • Moonlight Sonata por The Swingle Singers – Rachel tenta convencer Finn a ficar no Glee Club; Finn explica para Puck sobre o porque dele ter se juntado ao clube
  • Don’t Stop Believin’ por Journey – Finn vê Darren molhando o campo de futebol
  • That’s The Way (I Like It) por The Singsations – Will assiste um vídeo de sua apresentação no glee club quando era do high school
  • Looking Back por Kerry Muzzey – Will explica para Emma por que ele irá parar de ensinar para sustentar sua família
  • Don’t Stop Believin’ por The New Directions – The New Directions ensaiam com a banda de jazz
musicas-glee-primeira-temporada

– Episódio 2 (Showmance)

  • Ain’t That A Kick In The Head por Dean Martin – Will chega ao colégio
  • Freak Out (Le Freak) por New Directions (original por Chic) – New Directions praticando
  • Gold Digger por New Directions (original por Kanye West) – New Directions praticando
  • All By Myself por Eric Carmen – Emma chora no seu carro
  • Looking Back por Kerry Muzzey (piano instrumental) – Will ajuda Emma com seus problemas; Finn e Rachel se beijam; Will e Emma conversam
  • Push It por New Directions (original por Salt n’ Pepa) – New Directions se apresentando
  • Say A Little Prayer For You por Quinn (original pela Aretha Franklin) – Audição da Quinn com as cheerleaders para Will
  • Take A Bow por Rachel (original da Rihanna) – Rachel canta essa música

– Episódio 3 (Acafellas)

  • This Is How We Do It por Acafellas (original do Montell Jordan) – Os Acafellas formam o grupo
  • Poison por Acafellas (original do Bell Biv Devoe) – apresentação dos Acafellas
  • Mercy por Vocal Adrenaline (original da Duffy) – Vocal Adrenaline praticando essa música
  • La Camisa Negra por Puck (original do Juanes) – Puck pede para se juntar aos Acafellas
  • Bust Your Windows por Mercedes (original por Jazmine Sullivan) – Mercedes canta essa música quando eles estão lavando o carro e Kurt fala para ela que ama outra pessoa
  • I Wanna Sex You Up por Acafellas (original do Color Me Badd) – apresentação dos Acafellas

– Episódio 4 (Preggers)

  • Single Ladies (Put A Ring On It) por Beyonce – Kurt e as amigas dançando; Kurt chutando para fazer o gol; time de futebol americano dançando; Kurt termina o jogo
  • Taking Chances por Rachel (original da Celine Dion) – Audição da Rachel
  • Tonight por Tina (original do West Side Story) – Tina praticando
  • Moonlight Sonata por The Swingle Singers – Puck descobre o segredo de Quinn

– Episódio 5 (The Rhodes Not Taken)

  • Don’t Stop Believin por New Directions (original por Journey) – O Glee club pratica com Quinn cantando solo
  • Desafinado por Ronnie Pleydell – Will e Terri jantam no restaurante
  • Heart Of Glass por Nouvelle Vague – Will visita April Rhodes
  • Maybe This Time por April & Rachel (original de Cabaret) – April e Rachel cantam essa música
  • You Make My Dreams por Hall & Oates – April ganha do Glee club
  • Cabaret por Rachel (original de Cabaret) – Rachel ensaia para o musical da escola
  • I Want A New Drug por Huey Lewis & The News – Rachel e Finn jogando boliche
  • Alone por April & Will (original do Heart) – April e Will cantam no karaoke
  • Heartbreak Beat por Psychedelic Furs – Rachel faz strike no boliche
  • Last Name por New Directions (original por Carrie Underwood) – O Glee club se apresenta com April como estrela
  • Somebody To Love por New Directions (original do Queen) – O clube Glee se apresenta com Rachel e Finn estrelando

– Episódio 6 (Vitamin D)

  • It’s My Life / Confessions Part II por New Directions (original de Bon Jovi e Usher) – Os garotos apresentam seu mashup*
  • Break My Stride por Matthew Wilder – Rachel fala sobre sua rotina da manhã; repete no fim quando a Rachel está se exercitando
  • Halo / Walking On Sunshine por New Directions (original da Beyonce e Katrina And The Waves) – As garotas apresentam seu mashup

*mashup – técnica de juntar duas ou mais músicas e criar uma nova

– Episódio 7 (Throwdown)

  • O Fortuna por Carl Orff – Sue e Will brigam; repete quando Will revela para Sue sobre o tempo de ensaio; repete quando Sue descobre que Will desclassificou o seu grupo (Sue Kids); repete enquanto Sue anda para a sala do diretor; repete enquanto a câmera dá zoom na Sue na sala dos professores
  • Hate On Me por New Directions (original de Jill Scott) – Mercedes lidera o New Directions com essa música
  • Ride Wit Me por New Directions (original do Nelly) – Glee club apresenta essa música
  • No Air por New Directions (original de Jordin Sparks ft. Chris Brown) – grupo do Will apresenta essa música; repete enquanto o time do Will começa a cantar
  • You Keep Me Hangin’ On por Quinn (original das The Supremes) – Quinn canta essa música no ensaio das Cheerios
  • Keep Holding On por New Directions (original da Avril Lavigne) – Glee club apresenta essa música no final

– Episódio 8 (Mashup)

  • Bust A Move por Will (original do Young MC) – Will mostra ao Glee Club como se faz
  • Thong Song por Will (original do Sisqo) – Will canta para Emma a música que Ken escolheu
  • What A Girl Wants por Rachel e Puck (original da Christina Aguilera) – Rachel canta enquanto Puck toca guitarra
  • Sweet Caroline por Puck (original do Neil Diamond) – Puck canta para o Glee Club
  • Sing, Sing, Sing do Benny Goodman – Will e Sue dançam
  • I Could Have Danced All Night por Emma (original da Julie Andrews) – Emma e Will dançam

– Episódio 9 (Wheels)

  • Dancing With Myself por Artie (original da Generation X) – Artie canta essa música
  • Dancing With Myself da Generation X – Finn e Rachel na cadeira de rodas
  • Pusherman do Curtis Mayfield – Puck fala sobre o ingrediente secreto dos bolinhos
  • Defying Gravity por Kurt e Rachel (original do Wicked) – Kurt e Rachel competem pelo solo
  • Proud Mary por New Directions (original do Creedence Clearwater Revival) – O grupo canta essa música no final do episódio

– Episódio 10 (Ballads)

  • Endless Love por Will e Rachel (original da Diana Ross e Lionel Richie) – Will e Rachel cantam essa música pelo Glee club
  • More Than Words do Extreme – Suzy escuta essa música no fone de ouvido
  • I’ll Stand By You por Finn (original do The Pretenders) – Finn canta essa música para deixar os sentimentos sairem
  • Don’t Stand So Close To Me / Young Love pory Will (original do The Police / Gary Puckett and The Union Gap) – Will canta para Rachel e Emma
  • Crush por Rachel (original da Jennifer Paige) – Rachel canta no carro de Will
  • (You’re) Having My Baby por Finn (original do Paul Anka) – Finn canta para Quinn na frente de seus pais
  • Lean On Me por New Directions (original do Bill Withers) – O Glee club canta para Finn e Quinn

– Episódio 11 (Hairography)

  • Bootylicious por Jane Addams Academy Glee Club (original da Destiny’s Child) – The Jane Addams Academy Glee Club se apresentam no palco dos New Directions como desculpa
  • Don’t Make Me Over da Dionne Warwick – Kurt faz uma transformação em Rachel enquanto ela confessa que gosta do Finn; Rachel convida Finn para ensaiar na sua casa
  • You’re The One That I Want por Rachel e Finn (original de Grease) – Rachel se veste com roupa apertada e tenta flertar com Finn no quarto
  • Papa Don’t Preach por Quinn e Puck (original da Madonna) – Quinn canta para acalmar os filhos de Kendra
  • Hair / Crazy In Love por New Directions (original de Hair / original da Beyonce ft. Jay-Z) – The New Directions se apresentam como parte do acordo com a Haverbrook School Glee Club
  • Imagine por Haverbrook School Glee Club (original do John Lennon) – The Haverbrook Glee Club se apresentam como parte do acordo com os New Directions (Novas Direções)
  • True Colors por New Directions (original da Cyndi Lauper) – Se dão conta de que para ganhar têm que ser eles mesmos; os New Directions ensaiam essa músicas sentados nos banquinhos

– Episódio 12 (Mattress)

  • You Might Think do The Cars – Rachel procura um co-capitão
  • Smile por Rachel e Finn (original da Lily Allen) – Rachel e Finn cantam juntos
  • When You’re Smiling por Rachel (original do Louis Armstrong) – Rachel se arruma para tirar a foto
  • Jump por New Directions (original do Van Halen) – O clube glee se apresenta para o comercial de colchões
  • Smile por New Directions (original de Charlie Chaplin) – Glee club se arrumando para comercial

– Episódio 13 (Sectionals)

  • And I Am Telling You I’m Not Going por Mercedes (original do musical Dreamgirls / ficou famosa na voz de Jennifer Hudson) – Mercedes canta seu solo para clube
  • Música Instrumental no Piano (Desconhecida) – música que toca quando Puck aparece para falar com a Quinn sentada, continua tocando até o momento em que Schue e Emma estão conversando ao lado do ônibus
  • And I Am Telling You I’m Not Going por Jane Addams Academy Glee Club (original do musical Dreamgirls / ficou famosa na voz de Jennifer Hudson) – As garotas do Jane Addams Academy Glee Club cantam essa música na competição
  • Proud Mary por Jane Addams Academy Glee Club (original do Creedence Clearwater Revival) – Elas também cantam essa
  • Don’t Stop Believin por Haverbrook School Glee Club (original do Journey) – Os alunos do Haverbrook School Glee Club apresentam essa música
  • Don’t Rain On My Parade por Rachel (original da Barbara Streisand) – Rachel faz a abertura do New Directions (Novas Direções) cantando essa música como solo
  • You Can’t Always Get What You Want por New Directions (original dos The Rolling Stones) – O clube Glee apresenta essa música depois do solo da Rachel
  • My Life Would Suck Without You por New Directions (original da Kelly Clarkson) – O clube Glee canta essa música para o Will

– Episódio 14 (Hell-O)

  • Hello, I Love You por Finn (original dos The Doors) – Finn canta pelo colégio e jogando basquete
  • Gives You Hell por Rachel (original do All American Rejects) – Rachel cantando para o Finn
  • Hello por Rachel & Jesse (original do Lionel Richie) – Rachel e Jesse cantam na biblioteca
  • Hello Again do Neil Diamond – Will e Emma dançam e se beijam; também é a música que tocou na formatura do Will quando ele estava com a ex-esposa
  • Música desconhecida no piano – Emma falando para o Will que ele precisa passar um tempo sozinho para se conhecer e eles se separam
  • Highway To Hell por Vocal Adrenaline (original do AC/DC) – apresentação do Vocal Adrenaline
  • Hello Goodbye por New Directions (original dos The Beatles) – apresentação do New Directions

– Episódio 15 (The Power of Madonna)

  • Ray Of Light da Madonna – Will assiste o ensaio das Cheerios
  • Express Yourself por New Directions (original da Madonna) – Rachel e as garotas cantam para os garotos
  • Burning Up da Madonna – Santana vai perguntar a Finn se quer sair com ela
  • Borderline / Open Your Heart por Rachel e Finn (original da Madonna) – Rachel e Finn cantando juntos pelo colégio
  • Frozen da Madonna – Will e Sue brigam no corredor do colégio; Finn fala com Santana
  • Vogue por Sue Silvester (original da Madonna) – vídeo clipe da Sue com Mercedes e Kurt
  • Like A Virgin por New Directions (original da Madonna) – os casais cantando nas camas
  • Justify My Love da Madonna – Sue conversa com o diretor Figgins
  • 4 Minutes por Mercedes e Kurt (original da Madonna) – a banda toca, Kurt e Mercedes cantam com as Cheerios
  • What It Feels Like For A Girl por New Directions (original da Madonna) – os garotos cantam em volta do piano
  • Like A Prayer por New Directions (original da Madonna) – última música do episódio

– Episódio 16 (Home)

  • Heart Of Glass do Blondie – Will encontra April na patinação
  • Fire por April & Will (original das The Pointer Sisters) – April e Will cantam patinando
  • I Melt With You do Nouvelle Vague – Will conversa com April sobre seu divórcio
  • A House Is Not A Home por Kurt & Finn (original da Dionne Warwick) – Kurt canta no ensaio
  • One Less Bell To Answer / A House Is Not A Home por April & Will (original da Barbara Streisand) – April passa a noite na casa do Will
  • Home Sweet Home da Carrie Underwood – Will dá conselhos a April
  • Beautiful por Mercedes & The Cheerios (original da Christina Aguilera) – Mercedes começa a cantar e todos cantam juntos na apresentação das Cheerios
  • Home por April & New Directions (original do The Wiz) – April e o resto do grupo cantam para Will no auditório

– Episódio 17 (Bad Reputation)

  • Physical da Olivia Newton-John – os garotos do Glee assistem o vídeo da Sue
  • Ice Ice Baby por Will & New Directions (original do Vanilla Ice) – Will mostra como se transforma uma música ruim em boa
  • U Can’t Touch This por Artie & New Directions (original do MC Hammer) – o grupo canta na biblioteca
  • Physical por Sue & Olivia Newton-John (original da Olivia Newton-John) – novo vídeo de Sue com Olivia
  • Run Joey Run por New Directions (original de David Geddes) – Rachel, Puck, Jesse, e Finn cantam
  • Total Eclipse Of The Heart por New Directions (original da Bonnie Tyler) – Rachel canta com o Glee no fim

– Episódio 18 (Laryngitis)

  • The Climb por Rachel (original da Miley Cyrus) – Rachel tenta cantar e descobre que está sem voz
  • Jessie’s Girl por Finn (original do Rick Springfield) – Finn canta sozinho para o clube Glee
  • The Lady Is A Tramp por Mercedes & Puck (original do Babes In Arms) – Puck canta para chamar atenção de Mercedes
  • Pink Houses por Kurt (original do John Mellencamp) – Kurt canta para o clube Glee, querendo mudar quem é
  • música desconhecida – Kurt e Brittany se agarrando
  • The Boy Is Mine por Mercedes e Santana (original de Brandy & Monica) – Mercedes e Santana cantando no celular e depois na frente do clube
  • Rose’s Turn por Kurt (original do Gypsy: A Musical Fable) – Kurt cantando no palco e seu pai vê
  • One por Rachel e Finn (original do U2) – final do episódio

– Episódio 19 (Dream On)

  • Daydream Believer por Bryan (original dos The Monkees) – Will lembrando do Bryan cantando no passado
  • Dream Weaver do Gary Wright – Bryan e Will conversam sobre suas vidas
  • Piano Man por Will e Bryan (original do Billy Joel) – Will coloca a jukebox para tocar e canta com Bryan
  • Big Spender original do musical Sweet Charity – uma mulher fazendo audição na peça Os Miseráveis
  • Dream On por Will e Bryan (original do Aerosmith) – Will e Bryan fazem audição juntos
  • The Safety Dance por Artie (original do Men Without Hats) – Artie sonhando que está cantando e dançando no shopping
  • I Dreamed A Dream por Shelby e Rachel (original de Os Miseráveis) – Jesse coloca a fita da mãe da Rachel para tocar
  • Dream A Little Dream Of Me por Artie (original de Ozzy Nelson) – final do episódio

– Episódio 20 (Theatricality)

  • Funny Girl por Shelby (original do Funny Girl) – Shelby canta para o Vocal Adrenaline
  • Bad Romance por New Directions (original da Lady Gaga) – as garotas e Kurt apresentam sua música
  • Shout It Out Loud por New Directions (original do Kiss) – os garotos apresentam sua música
  • Speechless da Lady Gaga – Finn tirando a maquiagem do Kiss e conversando com Kurt no quarto
  • Beth por New Directions (original do Kiss) – Puck e os garotos cantam na sala de ensaio
  • Poker Face (Live at the Cherrytree House) por Rachel e Shelby (original da Lady Gaga) – Rachel e Shelby cantam juntas

– Episódio 21 (Funk)

  • Another One Bites The Dust pelo Vocal Adrenaline (original do Queen) – Jesse volta para o Carmel High, seu antigo colégio
  • Tell Me Something Good por Will (original do Rufus) – Will canta para Sue
  • Loser por New Directions (original do Beck) – Finn e Puck cantam no trabalho da Sheets ‘n Things
  • It’s A Man’s Man’s Man’s World por Quinn (original do James Brown) – Quinn canta e dança com as “The Unwed Mothership Connection
  • Good Vibrations por New Directions (original do Marky Mark & The Funky Bunch) – Puck, Mercedes e Finn apresentam sua versão da música
  • Loser do Beck – Sue insulta Will
  • Give Up The Funk pelo New Directions (original do Parliament) – o Vocal Adrenaline assiste o New Directions se apresentando

– Episódio 22 (Journey) / SEASON FINALE

  • Don’t Stop Believin do Journey – Will passando estações de rádio no carro e pára em uma que está tocando essa música
  • Faithfully por New Directions (original do Journey) – Finn e Rachel começam a apresentação
  • Any Way You Want It / Lovin’, Touchin’, Squeezin’ por New Directions (original do Journey) – segunda música cantada na competição
  • Don’t Stop Believin por New Directions (original do Journey) – última música cantada pelo New Directions na medley de Journey
  • Bohemian Rhapsody por Vocal Adrenaline (original do Queen) – Vocal Adrenaline se apresentando
  • To Sir, With Love por New Directions (original por Lulu) – o grupo agradece Will com essa música
  • Over The Rainbow por Will e Puck (original do Israel Kamakawiwo’ole) – Will e Puck cantam para o clube Glee

Fonte: http://www.musicadeseries.com/glee/musicas-primeira-temporada-de-glee

‘Google Earth’ ao vivo: empresa promete vídeo em tempo real até meados de 2012

Uma empresa chamadaUrthecast está prestes a instalar câmeras de alta definição com grandes lentes de zoom na Estação Espacial Internacional. As câmeras servirão para enviar, de volta para a Terra, vídeos durante 24 horas por dia, 7 dias por semana, com uma resolução comparável com a do Google Earth, informam os responsáveis pelo projeto. Em outras palavras: você poderá dar um "tchauzinho" para o céu e te assistir, ao vivo, na tela do computador.
A Urthecast está firmando parceria com a Agência Espacial Russa para instalar as supercâmeras até o fim deste ano, e as primeiras imagens deverão estar disponíveis até meados de 2012. A máquina enviará vídeos a 3,25 frames por segundo em uma resolução jamais vista – cada pixel representará o equivalente a 1 metro quadrado.
É claro que existe um delay, e é óbvio que a imagem transmitida vai depender da posição do equipamento naquele momento. A Estação Espacial Internacional percorre a órbita da terra 16 vezes por dia e aí, é preciso ter paciência até que a câmera esteja apontada para a sua cidade. O site da UrtheCast terá ferramentas que avisarão quando a estação estará sobrevoando os pontos de seu interesse.

 

Fonte: Olhar Digital

Amor

Latiffa

 

Quando o amor o chamar
Segui-o
Embora seus caminhos sejam agrestes e escarpados

E quando ele vos envolver com suas asas
Cedei-lhe
Embora a espada oculta na sua plumagem possa feri-vos

E quando ele vos falar
Acreditai nele
Embora a sua voz possa despedaçar vossos sonhos como o vento devasta o jardim

Pois da mesma forma que o amor vos coroa, assim ele vos crucifica
E da mesma forma que contribui para o vosso crescimento
Trabalha para vossa poda
E da mesma forma que alcança vossa altura e acaricia vossos ramos mais tenros que se embalam ao sol
Assim também desce até vossas raízes e a sacode no seu apego à terra

Como feixes de trigo ele vos aperta junto ao seu coração
Ele vos debulha para expor a vossa nudez
Ele vos peneira para libertar-vos das palhas
Ele vos mói até extrema brancura
Ele vos amassa até que vos torneis maleáveis

Então ele vos leva ao fogo sagrado e vos transforma no pão místico do banquete divino
Todas essas coisas o amor operará em vós para que conheçais os segredos de vossos corações
E com esse conhecimento vos convertais no pão místico do banquete divino

Todavia se no vosso temor procurardes somente a paz do amor, o gozo do amor
Então seria melhor para vós que cobrísseis vossa nudez, abandonásseis a ira do amor
Para entrar num mundo sem estações onde rireis, mas não todos os vossos risos
E chorareis, mas não todas as vossas lágrimas

O amor nada dá, se não de si próprio
E nada recebe, se não de si próprio
O amor não possui nem se deixa possuir
Pois o amor basta-se a si mesmo

Quando um de vós ama, que não diga ‘Deus está no meu coração’
Mas que diga antes ‘Eu estou no coração de Deus’
E não imagineis que possais dirigir o curso do amor pois o amor se vos achar dignos determinará ele próprio vosso curso

O amor não tem outro desejo se não o de atingir a sua plenitude
Se contudo amardes e precisardes ter desejos
Sejam estes os vossos desejos
De vos diluirdes no amor e serdes como um riacho que canta sua melodia para a noite
De conhecerdes a dor de sentir ternura demasiada
De ficardes feridos por vossa própria compreensão do amor
E de sangrardes de boa vontade e com alegria
De acordardes na aurora com o coração alado e agradecerdes por um novo dia de amor
De descansardes ao meio-dia e meditardes sobre o êxtase do amor
De voltardes pra casa à noite com gratidão
E de adormecerdes com uma prece no coração para o bem-amado
E nos lábios uma canção de bem-aventurança

 

 

Fonte: http://www.jaymemonjardim.com.br/clone/poesia/pop_amor.htm

Dicionário de língua morta há 2 mil anos é completado após 90 anos de pesquisas

Após nove décadas de pesquisas, o dicionário de uma língua que deixou de ser falada há quase 2 mil anos foi finalmente completado, com o lançamento de seu último volume.

O dicionário de assírio – ao lado do babilônico, um dos dois dialetos da língua acádia, falada na Mesopotâmia antiga – tem 21 volumes e é enciclopédico em seu alcance.

Volumes inteiros são dedicados a uma única letra, e a obra traz referências extensivas a fontes originais da língua.  “Este é um momento heroico e significativo na história”, declarou Irving Finkel, do departamento de Oriente Médio do Museu Britânico e que nos anos 1970 participou por três anos do projeto The Chicago Assyrian Dictionary.

O projeto, lançado pelo Instituto Oriental da Universidade de Chicago em 1921, envolveu quase uma centena de pesquisadores que catalogaram registros e referências num trabalho que gerou mais de dois milhões cartões de indexação de registros.

Para o professor Matthew W. Stolper, do Instituto Oriental, o trabalho de pesquisa para o dicionário era “muitas vezes tedioso”, mas ao mesmo tempo “fascinante e recompensador”.

“É como olhar por uma janela um momento de milhares de anos no passado”, disse ele.

Tábuas de argila e pedra
O dicionário foi compilado por meio do estudo de textos escritos em tábuas de argila e pedra descobertas na área da antiga Mesopotâmia, entre os rios Tigre e Eufrates, na região onde hoje está o Iraque e partes da Síria e da Turquia.

Os textos analisados, com assuntos que incluem documentos científicos, médicos e legais, cartas de amor, literatura e mensagens aos deuses, compreendem um período de 2.500 anos.

“É uma coisa milagrosa. Podemos agora ler as palavras de poetas, filósofos, mágicos e astrônomos como se eles estivessem nos escrevendo em inglês”, afirma Finkel.

“Quando começaram a escavar no Iraque em 1850, encontraram muitas inscrições no solo e em paredes dos palácios, mas ninguém podia entender uma palavra daquilo, porque a língua estava extinta”, observa.

Para a editora do dicionário, Martha Roth, o mais impressionante no estudo não foram as diferenças, mas as semelhanças entre aquela época e hoje.

“Em vez de encontrar um mundo estranho, encontramos um mundo muito familiar”, diz ela, sobre os textos de pessoas preocupadas com suas relações pessoais, com amor, emoções, poder e questões práticas como irrigação e uso da terra.

Avanço da civilização
Gregos, romanos e egípcios são muito mais proeminentes tanto na consciência popular quanto nos currículos acadêmicos hoje em dia.

Mas no século 19, era a Mesopotâmia que fascinava os estudiosos – em parte porque os pesquisadores tentavam descobrir provas para algumas das histórias da Bíblia, mas também por causa do avanço daquela civilização.

“Muito da história de como as pessoas deixaram de ser apenas humanos para ser civilizados aconteceu na Mesopotâmia”, diz Stolper.

Vários grandes avanços teriam tido lá sua origem e a Mesopotâmia é apontada como um dos três ou quatro lugares no mundo onde a escrita apareceu.

Segundo Finkel, a escrita cuneiforme, usada tanto no dialeto assírio quanto no babilônico, foi usada pela primeira vez pela língua suméria e teria sido uma inspiração para os hieróglifos egípcios.

Obra em andamento
Apesar da grandiosidade do projeto, os pesquisadores envolvidos no dicionário fazem questão de enfatizar suas limitações.

Eles ainda desconhecem o significado de muitas palavras e dizem que a publicação permanecerá como uma obra em andamento conforme novas descobertas forem sendo feitas.

O dicionário inteiro foi colocado à venda por US$ 1.995 (cerca de R$ 3.175), mas também foi disponibilizado de graça em uma versão online.

 

Fonte: http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultimas-noticias/bbc/2011/06/14/dicionario-de-lingua-morta-ha-2-mil-anos-e-completado-apos-90-anos-de-pesquisas.jhtm

Mexa-se!: Fique com o peitoral definido

Pare de invejar os homens sarados que sempre chamam a atenção da mulherada na praia. O personal trainer Rafael Aguiar ensina uma série de quatro exercícios para você fortalecer os músculos do peito. Quer exibir um peitoral definido e perder a vergonha de tirar a camiseta na praia? Então, mexa-se!
Assista ao vídeo e fique atento às instruções. E não se esqueça de fazer uma série de exercícios de aquecimento e alongamento antes!
O tempo e o número de repetições de cada exercício citado abaixo é para o nível iniciante. Aumente as repetições conforme você sentir facilidade em realizar os exercícios.

Flexão: Fique deitado com o tronco virado para o colchonete e com as mãos afastadas, formando um ângulo de 90ª graus. Estenda e flexione os braços, elevando o corpo em extensão antes de chegar ao chão, depois estendendo de novo. Faça quatro série de 20 repetições cada. Se não conseguir, fazer então sempre quatro séries da mesma quantidade, até chegar a quatro série de 20 repetições.
Mergulho: Fique deitado com o tronco virado para o colchonete e com as mãos afastadas, formando um ângulo de 90ª graus, só que na flexão e extensão do corpo se pratica um mergulho começando pela cabeça e o corpo acompanhando. Faça quatro séries de 12 repetições cada.
Fly: Fique deitado em um banco ou estepe. Com alteres de quatro ou cinco quilos, deixe os braços estendidos e faça a flexão dos mesmos girando os alteres e formando um ângulo de 90ª graus. Faça quatro séries de 12 repetições cada.
Crucifixo: Fique deitado em um banco ou estepe. Com halteres, deixe os braços em extensão, abrindo e fechando os mesmos. Faça quatro séries de 12 repetições cada.

 

Fonte: http://estilo.ig.com.br/noticia/2008/11/25/mexa_se_fique_com_o_peitoral_definido_2130462.html

Mexa-se!: Fique com uma barriga sarada

Se você está cansado da barriga de chope, o personal trainer Rafael Aguiar preparou uma série de exercícios para você malhar o abdômen em casa e não ter mais vergonha de tirar a camiseta na praia.
Assista ao vídeo e fique atento às instruções. E não se esqueça de fazer uma série de exercícios de aquecimento e alongamento antes!
O tempo e o número de repetições de cada exercício citado abaixo é para o nível iniciante. Aumente as repetições conforme você sentir facilidade em realizar os exercícios.

Abdominal alternado: Deitado no colchonete, eleve o tronco com o braço direto estendido até tocar o joelho esquerdo. Depois, faça o mesmo exercício com a mão esquerda no joelho direito. Faça 4 séries de 30 repetições.
Abdominal Infra: Deitado no colchonete, eleve as pernas e volte as perto do colchonete. Faça 4 séries de 20 repetições.
Abdominal Ponte: Parado com o corpo todo em extensão, peito voltado para o chão e cotovelos no colchonete, eleve o corpo todo ficando apoiado apenas pelos antebraços e ponta dos pés. Fique assim por 30 segundos. Faça seis repetições de 30 segundos cada.
Abdominal Ponte Lateral: Parado com o corpo todo em extensão, peito voltado para frente e o antebraço direito no colchonete, eleve o corpo ficando apoiado pelo antebraço direito e um dos pés. Fique assim por 30 segundos. Faça seis repetições de 30 segundos cada.

Fonte:

http://estilo.ig.com.br/noticia/2008/11/12/mexa_se_fique_com_uma_barriga_sarada_2108298.html

Novo SkyDrive

São Paulo – O serviço de armazenamento em nuvem da Microsoft, o SkyDrive, ganhou uma nova interface e funções.

Entre os destaques, foi a implementação do HTML5, com vídeos [h.264], CSS3 e cliente de renderização. Esta mudança deixou o serviço mais rápido para navegar e abrir pastas, além de um novo formato de grade para a visualização de imagens.

Inclusive, a navegação por entre pastas e arquivos está mais similar ao Windows, tornando o uso do serviço mais intuitivo para os usuários do site, que já contabiliza mais de 100 milhões de pessoas.

O serviço, continuará a oferecer 25GB de espaço, porém a Microsoft dobrou o tamanho dos arquivos que podem ser carregados para 100MB.

Outra novidade é uma maior integração com o navegador Internet Explorer 9. Ao fixar o ícone do SkyDrive no browser, o usuário pode criar documentos no Office Web ou acessar pastas de arquivos com apenas um clique.

As mudanças podem ter relação com o lançamento do novo sistema operacional móvel da Microsoft, o Windows Phone 7 Mango, que chegará em 2012 e terá maior integração com o SkyDrive. O novo serviço estará disponível em alguns dias, afirmou a empresa.

 

Fonte: http://info.abril.com.br/noticias/tecnologia-pessoal/novo-skydrive-oferece-funcoes-em-html5-21062011-38.shl

Eu quero, eu faço, eu consigo

O mundo taí pra todo mundo, é só pegar e usar. E porque ele está disponível pra quem quiser, não vale ficar reclamando do que o outro faz para obter o que deseja. Vai lá e faça também. Do seu jeito. Estamos todos aqui, seguindo o mesmo plano, querer-fazer-conseguir, cada um com seu método e suas ferramentas.

Imagine que uma pessoa queira conseguir tudo de graça, essa é a meta que ela tem. Ela quer ser bonita, quer ser rica, quer ser famosa. Esse é o querer. O que ela faz em seguida? Ela puxa o saco de quem pode lhe dar poder, elogia as pessoas que podem oferecer bens materiais, ajuda a quem pode oferecer serviços. E com isso ela consegue tudo. Quem tem poder dá poder pra ela, quem recebe o elogio dá presentes, quem foi ajudado troca por serviços. Tudo de graça. Está certo ou errado? Ela é uma oportunista? Resposta: não tem certo ou errado, ela quis, ela fez, ela conseguiu. Ela puxou o saco de poderosos que, enfim, querem ter o saco puxado, elogiou gente que se sentiu grata e a presenteou, ajudou por interesse sem fazer mal a ninguém. Errado é você só ficar com inveja do que ela conseguiu e querer questionar os métodos que ela usou, principalmente se você não foi lesado com as atitudes da pessoa.

Outra pessoa decide que vai trocar favores sexuais por poder. Ela investe tudo no próprio corpo, na beleza física, seduz algumas pessoas e consegue benefícios materiais. Isso é certo ou errado? Nem um nem outro. Isso pode servir ou não pra você, mas se serve pra ela, o método usado não é da conta de mais ninguém.

O mundo é como ele é, funciona do jeito que está estabelecido e, sim, é possível trabalhar para mudar alguns aspectos. Mas não se muda a coletividade, a cultura. E nem faz sentido condenar as pessoas por agirem por interesses próprios. Estamos todos fazendo o mesmo, de formas diferentes.

Talvez você tenha uma bagagem moral que exclui totalmente a possibilidade de usar seu corpo para conquistar coisas. Sou da mesma natureza. Mas tem gente que pode e faz. E nem por isso deixa de ser uma boa pessoa. Minha opção como mãe também não é essa. Crio meus filhos para que eles sejam esforçados, honestos e mereçam suas conquistas. Mas isso sou eu. Outras mães procuram casamentos para suas filhas com homens ricos. Conheci uma mãe que investia todo seu dinheiro na beleza da filha, na esperança de que ela conquistasse um marido rico que ajudasse a salvar a família da pobreza. Quem vai poder dizer que a mãe estava errada? Essa era a única luz que ela via no final do túnel e ia atrás dessa luminosidade para clarear sua vida.

Já fui muito menos tolerante do que sou hoje, já condenei internamente muita gente por seus métodos, caso eu discordasse delas. Hoje vejo as coisas de outra forma. Não condeno, apenas observo, compreendo e faço opções. Eu poderia, por exemplo, raspar careca, deixar os cabelos brancos, fazer uma tatuagem na perna, como poderia botar silicone, fazer plástica, me encher de botox. Todas as opções estão no mercado, é só escolher ou não. E lembrar que tudo, mas tudo mesmo, tem um preço, uma consequência.
É só isso que existe, causas e efeitos, sementes e frutos. Simples assim. Até o que parece bom, até as dádivas têm um preço a pagar. Num exemplo bem simplório e tolo, cito meu email do gmail, que tem meu nome, rosana. Muita gente me faz a mesma pergunta, como consegui, por que tenho um email tão simples. Muita gente diz que eu tive sorte, que queria ter um assim também. Eu também achava. Até que comecei a receber centenas de emails de outras rosanas de todo o mundo que usam meu endereço como "segunda opção", listas de avisos de emails que não são meus, cadastros de pessoas que preenchem com o primeiro email que lembram (o meu), tornando minha vida com minha linda arrobinha um inferno. É a vida. Se você tem algo que todo mundo quer e nem poucos têm, seja um endereço, uma Ferrari, um programa na TV ou olhos azuis, prepare-se para a cobiça.

Hoje eu sei mais ou menos o que eu quero. Quero ver minha família toda bem, com saúde, quero viver de escrever, quero que as pessoas gostem e se beneficiem das palavras que escrevo, das palestras que dou. Quero ser compreendida, aceita, admirada e querida. E para conseguir o que quero, procuro fazer o meu melhor, cuidando dos que amo, assumindo compromissos com as pessoas a minha volta. Tento ser correta e justa, mesmo vendo tanta injustiça a minha volta. Não sou do tipo que faz tudo para conquistar o que quero, sou cheia de regras éticas e morais, não sinto prazer em ser oportunista, não tenho vocação para puxar saco e tenho muita dificuldade de fazer o jogo social de faz deconta, em que o personagem diz amar todo mundo, adorar todo mundo e não dá nem o endereço quando convida o outro pra tomar "café em sua casa". E porque não faço muitas concessões, meu caminho é sempre mais difícil, a jornada mais lenta. Mas eu me sinto bem assim, durmo bem no travesseiro, não me sinto culpada, nem arrependida, não tenho vergonha de mim.

Ontem, num daqueles momentos em que a gente fica em dúvida se está realmente agindo certo ao manter a ética, minha filha chegou pra mim depois de terminar de ler meu novo livro e disse que tinha muito orgulho de ter a mim como mãe, que tinha muita admiração por meu jeito de escrever e que era muito grata a meu marido e a mim pela forma com que ela foi criada. Choramos juntas, nos abraçamos de felicidade e eu pensei que o caminho da verdade, do coração, pode ser mais demorado, mas é o que oferece as paisagens mais deslumbrantes pra nossa alma.

 

Fonte: http://noticias.r7.com/blogs/querido-leitor/2011/06/08/eu-quero-eu-faco-eu-consigo/

Qual a diferença entre 3G e 4G?

 

Motorola Photon 4G, smartphone com rede 4G (Foto: Divulgação)

 

A primeira geração (1G) de redes móveis surgiu na década de 80 com a tecnologia AMPS (Advanced Mobile Phone System). Era totalmente analógica e suscetível a interferências. Seu sinal era interceptado com facilidade, bastava alguém sintonizar na mesma frequência que seu celular trabalhava para escutar sua conversa. Além disso, seu telefone podia ser clonado com mais facilidade que atualmente.
A segunda geração (2G) surgiu na década de 90, mas muitos celulares ainda continuavam a usar a tecnologia 1G. A transição de uma geração para outra ocorre de forma lenta, já que demanda troca de aparelhos para suportarem a nova tecnologia. Com as redes 2G houve a troca do analógico para digital, como o sinal não era mais analógico era possível agora ser codificado.
Com essa geração ganhamos um recurso que hoje é trivial: enviar e receber SMS. Os aparelhos celulares reduziram seu tamanho e passaram a consumir menos bateria. Com isso, os preços também reduziram. Mas o celular ainda era um luxo para poucos. No decorrer da década os preços ficaram mais populares.

A rede 3G surgiu em meados de 2001 prometendo interatividade via internet móvel no seu celular. A rede 3G possui cobertura com qualidade superior a suas antecessoras. Com o advento dessa tecnologia novos serviços foram desenvolvidos. Passou a ser possível a realização de videoconferência,download de vídeos, jogos interativos e Voz sobre IP, tudo isso na tela do seu celular etablet. E as funções estão disponíveis em qualquer lugar, desde que haja cobertura da sua operadora.
Já ouviu falar de LTE? Pois bem, essa é a tecnologia de quarta geração que será implantada no Brasil. Quais serão as diferenças entre 3G e 4G? O TechTudo responde isso pra você neste artigo.
3G x 4G
A terceira geração revolucionou a telefonia móvel, pois com ela foi possível navegar em tempo real na internet até em lugares fechados, como elevador e metrô, algo que não era possível com 2G.
O 4G terá todos os benefícios do 3G e outros mais, como velocidade superior de quatro a cem vezes em comparação ao 3G. Além de suportar mais protocolos de rede.

No 4G algumas aplicações terão prioridade sobre outras conforme necessidade, alocando a conexão de forma inteligente. Os padrões de telecomunicações são definidos pelo ITU (International Telecommunication Union), que é uma agência das Nações Unidas.
No exterior, a tecnologia 4G já está disponível em alguns países da Europa, Ásia e nos EUA.
A tecnologia 4G
Na internet encontramos muitos artigos falando sobre as diferenças entre 3G e 4G. Alguns chamam, erroneamente, WIMAX de 4G, mas tecnologia 4G é LTE (Long term evolution).

A tecnologia LTE, desenvolvida pela Third-Generation Partnership Project (3GPP), é uma evolução do High-Speed Packet Access (HSPA). Você já deve ter reparado que quando está conectado ao 3G aparece a letra H indicando que a conexão está estabelecida, pois é o HSPA.

A tecnologia LTE usa novas técnicas de moduação, por isso consegue alcançar altas taxa dedownlink. Abaixo é mostrada a evolução das redes digitais, que vai desde o 2G até o 4G. O LTE usa como modulação: OFDM (Orthogonal Frequency Division Multiplex) e MIMO (Multiple Input Multiple Output), que aumenta a capacidade das ondas de transmissão.

 

Evolução das redes digitais (Foto: Teleco)

 

A tecnologia LTE é uma evolução das redes 3G atuais. Poderemos usar TV interativa, blogs de vídeo móvel, jogos avançados e serviços profissionais, além de tantos outros recursos.

O LTE vai oferecer benefícios não apenas às operadoras, mas também aos consumidores. Em um primeiro momento, o preço do serviço será alto, pois a demanda da tecnologia será pequena. Conforme as pessoas forem adquirindo aparelhos compatíveis com a tecnologia, a tendência é que o preço diminua, assim como ocorre hoje com o 3G.

O 4G vai se aproximar à internet fixa com relação a velocidade. A tecnologia LTE permite que velocidades superiores a 200Mbit/s sejam atingidas. A empresa Ericsson, por exemplo, conseguiu taxas acima de 150Mbit/s. Essas taxas já atendem aos requisitos exigidos pelo ITU.

No Brasil algumas operadoras estão em fase de teste do 4G, mas, como já comentado emartigo do TechTudo, a prioridade do governo é que as operadoras ofereçam a tecnologia nas cidades sede da Copa de 2014 primeiro.

Fonte: http://www.techtudo.com.br/artigos/noticia/2011/06/qual-diferenca-da-rede-3g-para-4g.html

Quem fez da modéstia…

Quem fez da modéstia uma virtude esperava que todos passassem a falar de si próprios como se fossem idiotas.
O que é a modéstia senão uma humildade hipócrita, através da qual um homem pede perdão por ter as qualidades e os méritos que os outros não têm?

 

http://www.tvcultura.com.br/provocacoes/poemas?next=9

Coluna da Folha, José Simão 04-06-2011

BUEMBA! BUEMBA! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República!
E mais dois predestinados. Direto de Dourados (MS), o cirurgião plástico Valdir FUZIL! Só atende canhão! E o personal trainer da Gretchen: Alexandre MANGUEIRA! Rarará!
Quando nasceu, a mãe falou: "Meu filho, você vai se chamar Alexandre Mangueira e vai bombar a Gretchen". E quem se casa com a Gretchen é bundão? Rarará!
E o Neymar é santista ou bambi? "Após perder o anel no banheiro, Neymar se apresenta". Rarará! Neymar vai pra balada e perde o anel no banheiro! Rarará!
E a manchete do Sensacionalista: "Convocação de Palocci surpreende o Neymar: em que time ele joga mesmo?". No time dos 20! O Palocci é que é o verdadeiro pepino contaminado! Avisa pro mundo pra não comer o Palofi! Rarará!
E o chargista Neo Correia: "Como é que a Dilma vai carregar o Palocci se ele tá 20 vezes mais gordo?".
E atenção! Hoje amistoso em Goiânia. Brasil x Holanda. O time dos laranjas. Ótimo. Se tem uma coisa de que o Brasil entende é de laranja. E a Holanda não usa ônibus. Usa van! Vem jogar de van: Van Piersie, Van der Wiel, não confirmados Van Bommel e Van der Vaart. E o técnico: Van Marwijk. Tá faltando um: o VAMPETA! E a WANderléa!
E quem vai transmitir? O Galvão Urubueno? A Foca da Disney? Tá mais rouco que a foca da Disney. Rarará!
E o estádio do Corinthians. Sabe por que eles estão com problema de grana? Porque as notas manchadas de caixas eletrônicos explodidos não serão ressarcidas. Rarará!
Os corintianos estão precisando urgente de um estádio. Pra pichar. E é o estádio com mais nomes: Gambazão, Diferenciadão, Fielzão, Ateuzão, Lulão, Maloqueirão, Faixa de Gaza e Arena Mãos ao Alto!
O Brasil é Lúdico! Existe uma cidade no Rio Grande Norte chamada São Miguel do Gostoso. Santo sexy!
E olha a placa: "Aqui se faz GOSTOSO, bem-vindo". E esta faixa em Taubaté: "Mirian Regina, pastora, escritora e profeta de Deus! Faltam 30 dias pro mundo acabar".
Mas o mundo não pode acabar. Porque o Sarney ainda tem 50 mandatos pra cumprir. Rarará!
E esta placa de cão bravo: "Cuidado! Hot Vale!". Rarará! O Brasil é lúdico. Nóis sofre, mas nóis goza!
Que eu vou pingar o meu colírio alucinógeno!

 

Fonte: http://www2.uol.com.br/josesimao/colunafolha.htm

IML pelo Brasil

No Rio é o Instituto Médico maneiro.

Em Porto Alegre, Instituto Médico tri-legal.

Em São Paulo é chamado de Instituto Médico beleza.

Já em Salvador é o Instituto Médico porreta.

Em Recife é conhecido como Instituto Médico bom que é a porra.

Em Goiânia chamam de Instituto Médico bacana.

Em BH é Instituto Médico bom demais da conta.

Em Fortaleza é conhecido como Instituto Médico arretado.

Já em Brasília, como era de se esperar, é o Instituto Médico ilegal. 

E, finalmente, em São Luís do Maranhão… Bom assim como tudo que tem nome por lá, chama-se Instituto Médico Sarney.

 

Fonte: http://noticias.r7.com/blogs/legendados/iml/

Casamento–Antes e depois

Porque tem que ser assim?

Todo homem nasce livre.

Aí se casa…

O casamento muda tudo. Pra pior, é claro.

O antes e o depois são as provas desta desgraça estabelecida.

Antes do casamento rola aquele namoro no sofá. Depois do casamento é só cochilo no sofá.

Antes de casar, vocês sempre saem, tomam vinho e comem lagosta. Depois que casam, tomam guaraná e comem pizza. Em casa.

Antes, gemidos de prazer. Depois, gritos de ódio.

Antes do casamento ela passeia de limousine Mercedes. Depois, só de ônibus Mercedes.

Antes é sussurro no ouvido. Depois que casam, é ronco no ouvido.

Antes de casar, você olha pra ela e vê um avião. Depois, mais gordinha, ela continua sendo um avião, só que agora você vê um Jumbo.

Antes do casamento ele te dá muito prazer na cama. Depois, ele só te dá prazer no shopping.

Antes, carro importado. Depois, carro entortado.

Antes, vão a Roma pra ver o Papa. Depois, vão pra Praia Grande e sem papo.

Antes de se casar ele não a deixa fazer nada. Chama a empregada. Depois de casar, ele a chama de empregada.

E finalmente antes do casamento é:

– Passa pra cá, meu bem.

Depois do casamento é:

– Passa pra cá os meus bens!

 

Fonte: http://noticias.r7.com/blogs/legendados/o-casamento-este-mal/

Apresentação dos Roteiristas do Legendários

Você sabe quem é o Rocky Balboa, Michael Jordan e Chaves…? Agora, sabe quem são: treinador Mickey, Scottie Pippen e Godinez? Nenhuma estrela é solitária (exceto a do Botafogo), o alpinista-herói que tem uma foto fincando uma bandeira no alto da montanha, precisou do cara que bateu a foto. E ninguém nem percebe que ele também escalou a montanha! Já que estamos neste papel anônimo precisamos antes de mais nada nos apresentar:

Pedro Haidar: Ex-publicitário, ficou famoso nacionalmente enviando cartas para o Jô Soares! Sim, você leu corretamente, eu falei: “cartas”. Não existia e-mail e estava surgindo o telefone… com fio! Isso mostra que o cara já esta no humor há muito tempo! Pedro já escreveu pra gente como Ary Toledo, escreveu e atuou na “Escolinha do Professor Raimundo”, mas seu grande orgulho é ter sido redator do teste de fidelidade de João Kleber. Como redator, foi disputado por dois programas: Melhor do Brasil e os Legendários. O pessoal do Melhor do Brasil queria ele nos Legendários, o pessoal dos Legendários queria ele no melhor do Brasil… Ele acabou vindo pro Legendários, pois se ficasse no outro programa teriam que mudar o nome para “O Razoável do Brasil”.

Mhel Marrer: Na falta de um tanque de roupa suja pra lavar, Mhel veio fazer parte da equipe de roteiristas. Na vida acadêmica, estudou Letras e se especializou em consoantes (de onde vem o M seguido do H?), começou a carreira artística fazendo Stand-up Comedy, o chamado: humor de cara limpa. Ela só não é considerada uma grande comediante stand-up, pois não se apresenta de cara limpa, faz maquiagem antes dos shows. Teve grande destaque no quadro “Humor na Caneca” no programa do Jô e hoje se apresenta com o “Seleção do Humor” em São Paulo. Ela foi contratada, pois queriam uma mulher inteligente, rápida, engraçada e bonita, a missão da Mhel era encontrar esta mulher. Como ela não achou, acabou ocupando a vaga ela mesma. Hoje, sua presença é de extrema importância na redação, afinal, precisamos de alguém pra fazer o café.

Léo Lins: Professor de Educação Física, capoeirista, malabarista e mágico. Depois de não ter sucesso em nenhuma destas carreiras, entrou no stand-up comedy, onde conseguiu a façanha de: se apresentar diversas vezes nos programas do Faustão e Jô Soares e continuar sem sucesso. É autor do livro “notas de um comediante stand-up”, considerado o melhor livro sobre stand-up comedy no Brasil (por enquanto é o único) e é integrante do grupo “Comédia em Pé” no RJ. Foi convidado para entrar no programa após Marcos Mion perder uma aposta. A alta cúpula da Record ia vetar a contratação, mas logo após assistirem ao show de Léo ao vivo ele foi contratado, afinal de contas a empresa tem uma política de ajudar pessoas com problemas mentais.

Mauricio Meirelles: É um dos maiores nomes do humor nacional, tem 17 letras! Publicitário e comediante, Mauricio largou a publicidade para seguir no stand-up comedy. Muitas pessoas falaram que ele não se daria bem ao fazer isso, e por enquanto elas estão certas. É integrante do grupo “Seleção do Humor” em SP e foi um dos primeiros convidados no quadro humor da caneca no Jô Soares. Mauricio foi contratado diretamente por Marcos Mion, que queria um publicitário na redação. Mion escreveu no Google, “autor” e “comerciais engraçados”, o primeiro nome que apareceu foi o de Mauricio! Mion não perdeu tempo e o contratou, sem perceber a noticia: “autor de comerciais engraçados acusa Mauricio Meirelles de plágio”.

Agora vocês já nos conhecem e sabem nossa função. Portanto, quando virem algo engraçado no Legendários, lembrem-se que a gente que escreveu e quando virem algo sem graça, lembrem-se que o ator que falou.

É um prazer enorme para nós fazer parte deste projeto. Já fizemos grandes amizades aqui dentro e na maioria delas não estamos sendo falsos. Entre diretores, produtores… temos várias pessoas que gostaríamos de citar, mas correríamos o risco de esquecer alguém ou da lista ficar muito extensa se tornando chato para você leitor.

Sendo assim, vamos finalizar dizendo: No programa cada um tem seu papel, atores, diretores, redatores, produtores, câmeras, sonoplastas, editores, finalizadores… É como se cada um formasse uma nota musical e a união dá a harmonia do espetáculo. Espetáculo este que está se aproximando!

“Obrigado pela visita e volte sempre”.

 

Fonte: http://noticias.r7.com/blogs/legendados/nenhuma-estrela-e-solitaria/

Pauline Baynes, ilustradora de Nárnia

imagePauline Baynes, artista e ilustradora, que faleceu dia 01 de Agosto (de 2008) , com 85 anos, trouxe o mundo de Nárnia de C.S. Lewis e a Terra Média de J.R.R. Tolkien à vida com seus desenhos de linhas soberbas.

Em 1948, Tolkien visitava seus editores, Geoge Allen e Unwin, para discutir algumas artes decepcionates que ele havia encomendado para seu romance “Farmer Giles of Ham” (Mestre Gil de Ham, português), quando ele viu, sobre uma escrivaninha, algumas reinterpretações espirituosas de marginálias medievais para Saltério Luttrell, que os surpreendeu. As mesmas, descobriu-se, haviam sido enviadas aos editores, sob o nome desconhecido de Pauline Baynes.

Tolkien exigia que o criador daqueles desenhos fosse designado a trabalhar nas ilustrações de “Farmer Giles of Ham”, e ficou encantado com os resultados subsequentes, declarando que “Pauline Baynes havia reduzido os seus textos aos desenhos dela”. O aprofundamento na colaboração entre Tolkien e sua ilustradora de Farmer Giles se seguiu para a vida toda, em uma longa amizade.

Durante a guerra, Pauline Baynes trabalhou para a Marinha, e a experiência adquirida, lá estava, quando Tolkien a pediu para ilustrar o mapa da Terra Média. Mais tarde, quando mostrou a ele sua arte para um poster de Frodo e Bilbo, o bolseiro, o autor apenas concordou com a cabeça e murmurou baixinho: “Lá estão eles, lá estão eles.”

O trabalho para Tolkien a levou para ilustrar os livros de Nárnia de C.S. Lewis, embora ele, um dos amigos de Tolkien em Oxford, não fosse tão generoso em relação a seu ilustrador. Para ela, ele elogiava seu trabalho, porém mais tarde Pauline Baynes foi ferida ao saber que Lewis criticava severamente seus desenhos para outras pessoas, contando a seu biógrafo, George Sayer, por exemplo, que ela não sabia desenhar leões.

Anos mais tarde, ela tornou-se consciente de que uma única edição de “O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa renderia muito mais do que ela havia recedibo pelas ilustrações originais. Ela também incomodava-se com as alegorias Cristãs nas histórias de Nárnia e o fato de estar ligada com Lewis e Tolkien ofuscou sua carreira – no percurso, ela ilustrou mais de 100 livros.

Pauline Diana Baynes nasceu dia 9 de Setembro, 1922 em Hove, East Sussex, apesar de suas lembranças mais antigas em passar a infância na Índia, onde seu pai trabalhava como Comissário do Serviço Civil Indiano, em Agra. Os verões eram passados na estação do Munte Mussoorir, imagens e sons, os quais Pauline se lembrava muito bem aos 80 anos de idade.

Essa vida chegou ao fim quando a mãe de Pauline se recusou seguir a convenção de mandar suas filhas de volta às escolas na Inglaterra, por conta própria. Ao invés disso, ela abandonou o marido (ela escreveu que “ele estava livre para fazer o que quisesse”) e voltou para a casa com as filhas, ficando com amigos nesse tempo de estudo e nos hotéis suíços, durante os feriados.

Infelizmente, nem a solicitude de sua mãe nem a companhia de sua irmã mais velha, Angela, impediram Pauline de ser infeliz. Pelo o resto de sua vida, era assombrada por memórias de pobreza e miséria, por ser, abruptamente, separada de sua Aia Indiana (e de seu macaco de estimação, que era treinado para os acompanhar na mesa de chá), além das lembranças de seguir a viagem de volta pra casa chorando. Passou seus miseráveis dias de escola num convento, onde freiras antipáticas implicavam com sua imaginação estranha, sua destreza manual, sua excentricidade, roupas e capacidade de falar hindi, porém os mesmos dias tornaram-se menos intoleráveis, quando Pauline aprendeu que suas experiências era muito similares as de Rudyard Kipling, cujo trabalho ela sempre admirou.

Sua vida melhorou imensuravelmente quando, aos 15 anos, ela passou dois períodos estudando desenho na Escola de Arte de Farnham, antes de seguir a irmã para Slade, e depois para Oxford. De início, ela sabia que queria ilustrar livros infantis, mas em 1940 seus estudos foram interrompidos pelas demandas dos trabalho de guerra, primeiro para o desenvolvimento do departamento de camuflagem do exército em Farnham Castle, e depois ela desenhou mapas e cartas navais para o Almirantado em Bath.

Ela ficou amiga de Ernest Shepard, ilustrador dos livros “Winnie the Pooh”, que a levou para Londres para mostrar seu portfólio ao editor do “Illustrated London News”. Mas sua grande virada veio em 1948, quando os desenhos do portfólio que ela enviou por acaso para George Allen Unwin foram vistos por Tolkien.

Posteriormente, a extensa produção de Pauline foi criar várias capas para a editora “Puffin Book”, incluindo aquelas para “Richard Adam’s Watership Down” e para a versão em brochura de 1961 de “O Hobbit”. De todas suas ilustrações para livros, ela sentiu que as melhores foram as que ela produziu para “Grant Uden’s Dictionary of Chivalry”, uma magnífica produção que a ocupou por dois anos inteiros, e pela qual foi premiada coma medalha Kate Greenaway em 1968.

Foi assim durante muitos anos desde que sua vida se transformou. Em 1961, aproximando-se dos 40 e após muitos “interessantes e divertidos”, porém falhos, romances (C.S.Lewis a considerou “bonita demais para seu próprio bem”), Pauline Baynes estava vivendo uma vida reclusa em uma cabana com seus cachorros como companhia, quando um ex-prisioneiro de guerra alemão que esteve com o Afrika Korp de Rommel bateu em sua porta.

Passadas poucas semanas do encontro, Fritz Otto Gasch e Pauline Baynes se casaram. ​​Gasch se dava bem com os amigos de Pauline, Tolkien e Shepard (eles se divertiam trocando lembranças da guerra) e ele criou um maravilhoso jardim para sua esposa. Eles até queriam ter filhos, mas não era pra ser, e assim eles permaneceram um casal dedicado até a morte repentina de Gasch, em 1988.

Então, dois anos depois, Pauline Baynes recebeu de repente um telefonema de uma filha de Gasch, de seu casamento pré- guerra. Após a queda da Cortina de Ferro, a filha descobriu que seu pai havia ficado na Inglaterra depois da guerra e que havia se casado novamente. Ela nunca o conheceu, mas ficou encantada ao encontra a mulher que o amou. E então, na velhice, Pauline Baynes descobriu que tinha uma família, afinal. “Foi”, disse ela, “como algo mágico voltando pra mim através de um guarda-roupa”.

Ela continuou a trabalhar todos os dias em uma escrivaninha abaixo de uma janela que dava para o jardim que seu marido havia criado para ela e no qual suas cinzas foram espalhadas. A escrivaninha estaria cheia de tubos de guache pela metade e fileiras de canetas e pincéis desgastados. Música de Handel tocava ao fundo e os cães de Pauline estariam deitados em seus pés.

Seus livros posteriores lutaram para encontrar uma editora ( um bestiário recente encontrou uma editora americana só quando ela concordou em pintar os seios de uma sereia, que foram considerados muito risqué), mas ela não parou de trabalhar. “Recentemente” ela terminou uma versão altamente decorativa do Alcorão, e estava a meio caminho de uma colorida Fábula de Esopo, quando então, morreu.

Fonte: http://www.telegraph.co.uk/news/obituaries/2524880/Pauline-Baynes.html

Tradução: http://mundonarnia.com/portal/pauline-baynes-a-escrita-de-lewis-em-desenhos.htm