JotaPêAh!

Jadis e o poder da palavra

em 08/09/2010 16:37:38
A Humanidade tem na fala um dom indiscutivelmente importante. Por meio das palavras nos comunicamos, conseguimos nos organizar como sociedade e expressamos aos outros os nossos sentimentos. Também é pela diferença dessas palavras, os idiomas, que muitos povos estão afastados, pela dificuldade de se compreenderem.

Na convivência com as pessoas, mesmo tendo o mesmo idioma, muitas vezes a palavra não consegue atender o seu papel. Se nos expressamos mal, ou falamos “da boca pra fora”, nossas palavras podem ferir pessoas.

Jadis, a Feiticeira Branca, nunca se deu bem com as palavras. No livro O Sobrinho do Mago, que conta a sua origem e como ela chega a Nárnia, Jadis é rainha de Charn e destrói o seu mundo por meio da Palavra Execrável – um tipo de magia que destrói toda a vida do universo, menos a pessoa que a proferiu. Ela não consegue ter no dom da palavra uma virtude, mas opta por usá-la para o egoísmo.

A partir de sua entrada em Nárnia, Jadis oficializa ser “o lado negro da força”, a cobiça lhe impede de se arrepender de ter destruído o seu mundo e agora sua pretensão é dominar Nárnia. Ela utiliza de forças mágicas para ser uma feiticeira muito poderosa.

Um dos elementos da magia é a palavra. O poder de Jadis é como que uma forma negativa de utilização da palavra, e ainda artificial, já que ela precisa de outras coisas para que a magia aconteça (como a varinha mágica).

Quando ela tenta utilizar o menino Edmundo, em O Leão, a Feiticeira e o Guarda-roupa, para capturar os seus irmãos, ela usa da magia (com manjar turco) para argumentar a ele que seria o seu herdeiro e que precisava trazê-los. Talvez não fosse necessário usar magia para o convencimento, mas para ela, sua palavra só adquiria força dessa forma.

Precisamos entender então, pela figura de Jadis, como a palavra acontece em nossas vidas. Se é utilizada para o bem, que não necessita de artifícios para ter efeito, ou se é utilizada para a destruição.

Pessoas egoístas e más possuem veneno em suas palavras, estão sempre a procura de seu benefício próprio. Destroem, enganam… E assim tornam nosso mundo cheio de desconfiança – não podemos acreditar na palavra de qualquer pessoa!

Que o dom da palavra para você seja algo bom. Um dom de criação, como foi a canção de Aslam no início de Nárnia.

http://www.mundonarnia.com/portal/jadis-e-o-poder-da-palavra.html

Sérgio Fernandes
Mundo Nárnia – http://www.mundonarnia.com
falecom@sergiofernandes.com.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: