JotaPêAh!

Verde “combina” com azul?

em 11/01/2011 11:41:38

Uma compilação de textos da web, em diferentes contextos, sobre o azul e o verde.

Combinar, no caso da decoração, é usado de uma forma imprecisa. Seria melhor pensar em harmonizar. Claro que você não precisa sair por aí falando “Será que isto vai harmonizar com aquilo?”
A questão é do conceito e não da palavra.

A harmonia é algo fácil de aplicar: pense em agrupar.
Por exemplo: um grupo de cores frias é um grupo de cores que se harmonizam entre si. O verde harmoniza com o azul, que harmoniza com o lilás etc.
Outro exemplo: um grupo de cores pastéis. Nesse caso você não precisa agrupá-las pela temperatura, mas sim pela intensidade, porque as cores pastéis são todas apagadas, então você pode agrupá-las pelo princípio que todas são claras, portanto vão harmonizar entre si.

Para que você não fique com mais dúvidas do que as que já tinha quando começou a ler esta postagem, vamos aos exemplos práticos:
- A paisagem de uma praia, com o céu azul, o mar turquesa e um coqueiro verde. Isso é um exemplo de harmonia de cores frias. Todo mundo gosta.
Fácil, não é? Mas a harmonia não acontece somente entre cores frias, ela também acontece entre cores quentes. Veja mais um exemplo prático:

clip_image001

Sol

- A paisagem de um pôr-de-sol, o céu explodindo em amarelo e laranja com o sol vermelho roubando todas as atenções no horizonte, também é uma harmonia de cores. E de novo todo mundo gosta. As cores quentes, ao contrário do que muitos pensam, também formam uma harmonia entre si. Muita gente as confunde com contraste, que é outra história…

Agora vamos para dentro da casa e ver o que acontece.
Imagine uma parede verde. Vai combinar com um tapete azul escuro? Se a intenção for harmonizar, a resposta é sim, pois são cores frias. Se você ouvir um “mas verde não combina com azul…” substitua por “mas eu não gosto de verde com azul…”.
Sim, a maioria das vezes é uma questão de gosto e não de harmonia.

Existem muitas maneiras de você fazer grupos e acabar de vez com a sua eterna dúvida do “será que vai combinar?”
E só uma questão de praticar, aprendendo a visualizar mentalmente e, o mais importante de tudo, ter segurança.
É válido pedir opinião, mas nunca deixe que decidam por você.

Fonte: http://decorandotudo.com.br/2008/10/ser-que-combina/

Verde e azul: use esta combinação tranquila em salas e quartos

Cor da natureza por excelência, o verde transmite esperança, alegria e fertilidade. Já o azul traz paz de espírito e tranquilidade. Com intensidades diferentes, as duas cores tingem paredes, acessórios, tapetes e móveis, provocando efeitos inspiradores. Para uma atmosfera vibrante, basta mesclá-los ao pink e ao laranja.

Fonte: http://casa.abril.com.br/materias/pintura/verde-azul-use-esta-combinacao-tranquila-salas-quartos-533420.shtml

Combinando cores – Técnicas e dicas rápidas

Combinações de cores são muito mais do apenas a junção de vermelho e azul ou amarelo e preto. São comunicações não-verbais. As cores têm simbolismo e significados que vão além de luz e pigmentos. Como designer é imprescindível entender como os olhos e a mente percebem certas cores e os significados associados a cada uma delas.

É fundamental entender que a cor está muito além de beleza e harmonia, algumas vezes elas são capazes de despertar reações físicas, o vermelho, por exemplo, acredita-se ter a capacidade de elevar a pressão arterial, outras vezes a reação é cultural como é o caso do branco que no ocidente é usado em casamentos e em algumas culturas Orientais é a cor para enterros.

Além disso também existem as tendências. O verde-abacate e suas variações é sinônimo das décadas de 60s e 70s nas mentes de alguns consumidores.

Outra coisa que ajuda muito quem trabalha com mistura das cores em qualquer área é saber definir o que são cores adjacentes ou complementares.

Cores adjacentes

São as cores vizinhas no disco cromático como laranja e amarelo ou azul e violeta. Essa combinação acontece porque a cor secundária situada ao lado da cor primária tem uma pequena quantidade da sua cor vizinha (amarelo + vermelho= laranja. O laranja é a cor secundária e contém uma parte da cor primaria amarela em sua composição, por isso elas combinam).

Cores Complementáres

São as cores opostas no disco ou separadas por uma outra cor e também são chamadas de cores contrastantes. Quando mais distante uma da outra, mais contraste ela apresenta. Por exemplo: Azul e laranja são contrastantes, mas Azul e Amarelo tem um contraste ainda maior.

Algumas combinações de cores:

Calmantes

Cores calmantes são normalmente cores frias, elas tendem a ter um efeito tranqüilo e suave. Por um lado são cores impessoais por outro confortam e nutrem. Azul, verde, branco e cinza são bons exemplos de cores calmantes.

clip_image002www.refreshjacksonville.org: Na natureza o azul representa a água, o verde a vida das plantas. Combine azuis e verdes para uma paleta de cor com toque natural e aspectos aquoso que remetem a qualidade de vida (ja falei sobre isso aqui: o nome certo é techno nature).

clip_image003www.roadshowadvertising.com: Você pode aquecer uma paleta de cores fria com o acréscimo de uma cor quente, como vermelho ou laranja. Se quiser aquecer uma paleta fria sem fugir dos tons de azul, utilize um tom mais intenso com um toque de vermelho (mas não violeta nem escuro demais)

Cores frias tem um destaque menor do que as cores quentes e se você acrescenta uma cor quente tem que lembrar que ela tende a atrair toda a atenção, por isso muito cuidado, principalmente se optar pelo vermelho.

Empolgantes

clip_image004São cores quentes que aparentam movimento. O calor do vermelho, do amarelo ou do laranja podem podem transmitir alegria, juventude ou até mesmo raiva. Cores quentes trazem sentimentos que vão do otimismo à violência.

Na natureza as cores quentes representam mudanças, mudar de estações ou a erupção de um vulcão.

clip_image005Um toque de cor fria pode ajudar a reduzir a intensidade das emoções de uma paleta de cores quentes, e uma cor quente num tom mais claro como um rosa, um amarelo ou um pêssego, por exemplo, pode empalidecer.

clip_image006Cores quentes sempre são percebidas mais rapidamente do que as cores frias e parecem ocupar uma porcentagem maior da peça ainda que usado em áreas de tamanho igual. O vermelho normalmente vai parecer dominar um espaço maior que o azul, por exemplo, mesmo se usado em quantidades iguais. Cores quentes parecem sempre aproximar-se enquanto as cores frias parecem mais distantes do que são realmente.

Variáveis

clip_image007São cores que possuem atributos de ambas as cores: quentes e frias, elas podem acalmar ou animar de acordo com o contexto e as combinações onde são utilizadas. São normalmente derivadas da mistura de uma cor quente e uma cor fria como o Violeta (Azul + vermelho) ou o Verde (azul + amarelo)

clip_image008Uma mistura de azul e vermelho criam tanto fundos de violeta intenso quanto tons de lavanda com a capacidade de empalidecer. Sombras de verde com um toque turquesa ou chá podem aquecer (se a base mais forte for o amarelo) ou esfriar se for o azul. Alguns tons de creme e bege evocam ao mesmo tempo frio e calor.

Unificadoras

Cores como preto, branco, cinza, e marrom são perfeitas para fundos, servem para unificar paletas de diversas cores, e também são freqüentemente (e muito bem) usadas como cor base de um projeto. Cores neutras ajudam a dar foco em outras cores ou moderar aquelas que contrariamente dominam. Até certo ponto, o preto, o dourado, o bronze e alguns tons de beges são consideradas quente. Enquanto branco, marfim, prata, e cinza são cores frias. Mas estes atributos quentes e frios são flexíveis e mais sutis do que nos casos de azuis e vermelho, por exemplo.

Fonte: http://www.danielevsilva.com.br/combinando-cores/

Verde & azul combinam perfeitamente. Podem usar

Posted by Aninha Camelo on maio 31st, 2010

clip_image009

Mimoso

clip_image010

Detalhe dos sapatos

Eu sempre amei azul com verde. É uma bela combinação. Veja a prova do que eu tô falando nos cliques do thesfstyle.com, que sugerem um conjuntinho bem comportado, com sainha justa e abertura na parte de trás, com blusa de mangas três-quartos. O chapéu de palhinha ficou bárbaro, bem como os pisantes, que seguem as mesmas tonalidades.

Fonte: http://www.aninhacamelo.com.br/_/?p=12799

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: